sexta-feira, 18 de abril de 2014

* Chuvas não recuperam mananciais.

O período chuvoso no semiárido nordestino deve acabar em meados de maio e, até lá, não terá sido suficiente para recuperar satisfatoriamente o nível dos reservatórios potiguares. Esta é uma  previsão da Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn) para os próximos meses. 

De acordo com o meteorologista do órgão, Gilmar Bristot, a agricultura tem se recuperado com as precipitações do início deste ano, que estão dentro da normalidade. Porém os gestores precisam se preparar para as dificuldades que serão causadas pelo baixo volume do líquido armazenado para o resto do ano.

* Juiz eleitoral recusa pedido de registro de candidatura de Larissa Rosado.

Mais uma candidata teve o pedido de registro negado pela Justiça Eleitoral. A deputada estadual Larissa Rosado, que tentava ser candidata pelo PSB, teve o pedido negado pelo juiz Herval Sampaio. No entanto, o magistrado definiu que se a candidata recorrer da decisão ela terá o direito de continuar fazendo campanha eleitoral enquanto o Tribunal Regional Eleitoral não decidir sobre o recurso.

Larissa Rosado está inelegível por oito anos por decisão do TRE. Esse foi um dos argumentos apontados por Herval Sampaio para negar o registro.

* Brincadeira: Juiz confirma que Claudia Regina será obrigada a pagar gasto da Justiça Eleitoral com a nova eleição.

O juiz Herval Sampaio, da 33ª zona eleitoral, confirmou que os gastos com e eleição suplementar de Mossoró serão pagos pela ex-prefeita Claudia Regina (DEM). O entendimento do magistrado ratifica a resolução do Tribunal Superior Eleitoral, que define o candidato que deu causa a anulação do pleito custeia a nova eleição.

Herval Sampaio explicou que, após o pleito, o Tribunal Regional Eleitoral fará uma decisão administrativa, e encaminha o gasto para a dívida ativa da União. Será a Procuradoria da União que deverá acionar Claudia Regina para ela custear o gasto integral.

* Advogados de Cláudia Regina acusam prefeito de Mossoró de abuso de poder.

Depois da impugnação das candidaturas de Larissa Rosado (PSB) e Cláudia Regina (DEM), os advogados da democrata partiram para o ataque contra o prefeito interino, Silveira Júnior (PSD), que disputa a permanência no cargo. Antes de ser encaminhada para a Justiça, a ação será analisada pelo Ministério Público.

A assessoria jurídica de Cláudia Nesta alega abuso de poder em reunião organizada pela secretária de Desenvolvimento Social Fernanda Kallyne, com os cargos comissionados. A primeira-dama Amélia Ciarlini também participou do encontro onde, segundo uma testemunha que gravou tudo, teria havido suposta coação para esses servidores trabalhassem na campanha de Silveira.

* Justiça dos EUA determina congelamento dos bens da Telexfree.

G1 – A Justiça dos Estados Unidos determinou o congelamento dos bens do grupo Telexfree, acusado pelas autoridades norte-americanas de promover um esquema de pirâmide financeira. O pedido foi feito pela Securities and Exchange Commission (SEC), órgão equivalente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) brasileira, e determinado pelo Tribunal Distrital de Boston.

Em comunicado divulgado ontem (17), a SEC informou que o congelamento de bens atinge milhões de dólares e foi determinado pela Justiça na quarta (16) para evitar a perda de recursos de investidores. Segundo o órgão, a Telexfree opera um esquema de pirâmide direcionado princuipalmente para imigrantes brasileiros e dominicanos.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

* Intenção de voto em Dilma cai de 40% para 37%, aponta Ibope.

Pesquisa Ibope/Globo divulgada nesta quinta-feira aponta que as intenções de voto na presidente Dilma Rousseff (PT) variaram de 40% em março para 37% neste mês, conforme informa o site “G1″. Apesar da queda, a presidente seria eleita no primeiro turno nos dois cenários da pesquisa: tendo como adversários Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) ou Aécio Neves e Marina Silva (PSB).

No primeiro cenário, Aécio aparece com 14% e Eduardo Campos com 6%. Em seguida vêm Pastor Everaldo (PSC), com 2%; Denise Abreu (PEN), 1%; e Randolfe Rodrigues (PSOL), 1%. Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Eduardo Jorge (PV) não alcançaram 1%. Os que disseram que votarão em branco ou nulo somaram 24% e os quem afirmaram que não sabem em quem votar ou não responderam, 13%.

No segundo cenário, Aécio está em segundo lugar com 14% e Marina Silva em terceiro, com 10%. Os demais são Pastor Everaldo (2%); Denise Abreu, Randolfe Rodrigues e Eduardo Jorge (1% cada); e Eymael, Levy Fidélix e Mauro Iasi (0%). Brancos e nulos são 23% e não sabem/não responderam, 12%. Na segunda-feira, Eduardo Campos e Marina Silva anunciaram a chapa que vão compor para as eleições, tendo Mariana como vice, o que inviabiliza esse cenário. Porém, até 20 dias do primeiro turno da eleição, marcada para 5 de outubro, os partidos podem trocar de candidato.

Quando não foi apresentada uma lista de candidatos, 23% dos entrevistados disseram que votarão em Dilma; 7% em Aécio; 6% em Lula; 4% em Marina; 2% em Eduardo Campos; 1% em José Serra; e 2% em outros candidatos com menos de 1% das intenções de voto. Na pesquisa espontânea, brancos e nulos somam 19% e não sabem/não respondeu, 37%.

Para a pesquisa, foram ouvidas 2.002 pessoas, maiores de 16 anos, em 140 municípios. A coleta de dados foi feita entre quinta-feira passada e segunda desta semana. O levantamento tem nível de confiança de 95% e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o protocolo BR-00078/2014. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

* Tarifa de luz ficará 12,75% mais cara no RN.

O preço da energia elétrica no Rio Grande do Norte ficará mais caro a partir da terça-feira (22). Hoje (15), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste para diversos estados do Brasil. Na média, os potiguares pagarão 12,75% a mais.terça-feira (22). Hoje (15), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste para diversos estados do Brasil. Na média, os potiguares pagarão 12,75% a mais. 

De acordo com informações da Aneel, a proposta de reajuste tarifário anual encaminhada pela Cosern era de 17,69%, na média entre o reajuste para as residências e indústrias. No entanto, o reajuste ficou pouco abaixo do solicitado pela companhia. A Aneel concedeu o reajuste de 11,4% para as residências, enquanto as redes de alta tensão, utilizadas nas indústrias, terão tarifa 15,78% mais cara.

* EMPRETEC – Encontro na noite de hoje na Câmara de Vereadores em Caraúbas-RN .


Convite para palestra - Empretec - Caraúbas LD

* Em audiência com Graça Foster, Agripino questiona US$ 90 bilhões gastos por ano pela Petrobrás em compras sem licitação.

Na audiência conjunta das comissões de Assuntos Econômicos e do Meio Ambiente, na manhã desta terça-feira (15), com a presidente da Petrobrás, Graça Foster, o líder do Democratas no Senado, José Agripino (RN), pediu explicações sobre os US$ 90 bilhões gastos pela estatal, por ano, com compras sem licitação. “A informação que eu tenho é que US$ 90 bilhões por ano a Petrobrás compra sem licitação. Então, onde existe isso existe flanco aberto”.

Ao senador potiguar, Graça Foster disse que os preços de licitação seguem a lei que dá à estatal a condição de competir outras empresas. “Hoje tem mais de 60 empresas competindo conosco pelos blocos nas licitações. Estamos sempre fazendo tomada de preços. Tudo isso não é uma criação de 2003 para cá, mas uma prática importante para nossa companhia”, respondeu.

José Agripino informou ainda que, ao contrário do que acusa a presidente Dilma Rousseff e a base governista, a oposição não quer tumultuar o Executivo, mas apenas fazer a investigação imparcial do prejuízo bilionário que o Brasil, com o consentimento do governo do PT, sofreu com a refinaria de Pasadena (EUA). “A oposição está querendo surfar numa onda? Negativo. Tudo o que se está discutindo é decorrente de um relatório que o Tribunal de Contas da União distribuiu recentemente. E esse relatório ensejou a manifestação da presidente Dilma”, explicou Agripino.
Fotos: Mariana Di Pietro
Agripino na sessão.

* PP de Betinho Rosado poderá integrar aliança do PSD e PT.

O deputado federal Betinho Rosado, presidente estadual do PP, já está com o plano B caso a cunhada dele, a governadora Rosalba Ciarlini, não se viabilize como candidata a reeleição. O parlamentar iniciou conversas com o bloco da candidatura de Robinson Faria para o Governo e Fátima Bezerra para o Senado.

A intenção de Betinho é fazer uma coligação proporcional com o PSD e o PT. Em troca ele incrementa a coligação com o tempo de rádio e televisão do PP.

* Mossoró II: Ministra mantém inelegibilidade de Larissa no TSE.

A ministra Laurita Vaz, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), manteve a inelegibilidade da candidata à prefeitura de Mossoró, deputada estadual Larissa Rosado (PSB).

Diante dos três pedidos de impugnação contra Larissa, sua assessoria jurídica havia impetrado ação cautelar junto ao TSE, pedindo a suspensão da inelegibilidade, mas Laurita negou o pleito.

* Mossoró I: TRE nega direito de Cláudia Regina fazer campanha em Mossoró.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o juiz Nilson Cavalcanti, indeferiu mandado de segurança protocolizado pelos advogados da candidata à prefeitura de Mossoró pelo DEM, Cláudia Regina.

Os advogados queriam suspender a decisão tomada pelo juiz eleitoral da 33ª zona, Herval Sampaio, que suspendeu “os atos de campanha” da prefeita cassada e afastada. O despacho foi mantido pela Corte Eleitoral.

* Prefeitura de Caraúbas irá recuperar Galeria Central da Cidade.

A municipalidade caraubense irá realizar uma ampla reforma na Galeria Central da cidade, a obra será licitada no próximo dia 02 de maio e terá início de forma imediata.

O gestor Ademar Ferreira (PMDB), visitou com o secretário João Marcolino e ordenou essa reforma, agora após o projeto pronto a mesma terá início.
Prefeito Ademar orientando o secretário.

* Autoridades americanas pedem o fim da TelexFree.

Um relatório da Secretaria de Estado de Massachusetts, EUA, divulgado nesta terça-feira (15) afirma que a Telexfree é uma pirâmide financeira que arrecadou cerca de US$ 1,2 bilhão em todo o mundo. No documento, as autoridades pedem o fim das atividades da empresa, a devolução dos lucros e o ressarcimento das perdas causadas aos investidores, chamados de “divulgadores”.

* Vargas adia renúncia para tentar impedir sua cassação na Câmara.

O deputado licenciado André Vargas (PT-PR) ameaçou ontem rever a “hipótese da renúncia” para tentar um acordo político que evite seu processo de cassação.

Depois de adiar a decisão para hoje e de dar sinais contraditórios, Vargas adia renúncia para tentar impedir sua cassação na Câmara, ele voltou a reafirmar ao PT e a jornalistas seu propósito de deixar o posto na Câmara.

Anteontem, Vargas havia declarado à Folha: “Não estou preocupado com meu mandato, estou preocupado com minhas crianças”. Com medo de reações, ele evitou viajar de avião para Brasília. Optou por sair de São Paulo de carro com a carta de renúncia redigida.

terça-feira, 15 de abril de 2014

* Enem deve ser aplicado dias 8 e 9 de novembro.

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 poderá ser aplicada nos dias 8 e 9 de novembro. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que as instituições de ensino onde o exame é aplicado estão sendo consultadas sobre a disponibilidade da data. A definição dependerá da resposta dessas instituições, de acordo com a assessoria do Inep.

No ano passado, a prova do Enem foi aplicada nos dias 26 e 27 de outubro. O resultado foi divulgado no dia 3 de janeiro. Caso o Enem 2014 seja confirmado para o segundo final de semana de novembro ocorrerá após as eleições, em outubro.

Cerca de 5 milhões de estudantes fizeram o Enem 2013. A nota do exame pode ser usada para a participar de programas como o Sistema de Seleção de Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que seleciona estudantes para vagas gratuitas em cursos técnicos.

* Chapa proporcional deverá reunir PMDB, PSB, PR, PDT, PROS e DEM.

O bloco de partidos liderado pelo PMDB, que terá o deputado federal Henrique Eduardo Alves na disputa ao Governo do Rio Grande do Norte, coloca em curso a articulação para compor a aliança proporcional.

A principal defesa é de uma aliança formada pelo PMDB, PR, PSB, PROS, DEM e PDT, todos na mesma chapa proporcional para deputado estadual e federal.

* Licitação da PMC...



PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAUBAS-RN
AVISO DE LICITAÇÃO -  TOMADA DE PREÇO Nº. 001/2014 - PROCESSO ADMINISTRATIVO 000290/2014

O Presidente da Comissão Permanente de Licitação - C.P.L - no uso de suas atribuições legais e na forma do que determina a Lei 8.666/93 e suas alterações posteriores torna público a Tomada de Preços 001/2014, objetivando a seleção e contratação de empresa especializada para recuperação de galeria para águas pluviais, localizada na Rua Manoel Antônio, Centro, zona urbana do Município de Caraúbas/RN, que será realizada as 09h00min. do dia 02/05/2014, na sala da Comissão de Licitações na Prefeitura Municipal. O Edital contendo maiores informações se encontra a disposição dos interessados na sede da Prefeitura Municipal sito na praça Reinaldo Pimenta, 104, centro. cep: 59.780-000. Caraúbas/RN, em 14 de abril de 2014.

JOSÉ RIBAMAR PEREIRA DA SILVA
Presidente da Comissão Permanente de Licitação – C.P.L.

* MPF recorre para proibir novamente a TIM de vender novas linhas no RN até resolver problemas.

Decisão judicial de primeira instância obrigou empresa a montar estrutura necessária, mas não impediu que continuasse realizando novas vendas

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) recorreu ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) para que a TIM Celular S/A seja proibida novamente de comercializar novas assinaturas ou linhas no estado, até que monte a estrutura necessária para garantir a qualidade dos serviços. A apelação inclui ainda o pedido de aumento da indenização a ser paga pela empresa, de R$ 10 milhões para R$ 50 milhões; e a simplificação na forma como os clientes serão ressarcidos.

A sentença de primeira instância, proferida em janeiro deste ano, obrigou a TIM a montar a infraestrutura adequada ao bom andamento dos serviços, mas não impediu a captação de novos clientes. A ré foi condenada ao pagamento de R$ 10 milhões em indenização por danos morais coletivos e à reparação de danos materiais que porventura vierem a ser demonstrados, por cada um dos usuários lesados.

O recurso do MPF, assinado pelo procurador da República Ronaldo Sérgio Chaves Fernandes, requer que o TRF5 reforme a sentença e determine a proibição das vendas de novas linhas, enquanto essa infraestrutura não for montada; o pagamento da indenização por danos morais coletivos no valor inicialmente proposto (R$ 50 milhões) e que todos os clientes sejam ressarcidos por danos materiais, independente de ingressarem com pedido específico.

No entender do Ministério Público Federal, a empresa deve pagar a cada um dos seus consumidores no Rio Grande do Norte o valor de R$ 2,00 por mês, contados a partir de abril de 2009, seja em forma de crédito para os consumidores do sistema pré-pago, ou abatido nas contas dos usuários do pós-pago. Até agosto de 2010, o montante já representaria mais de R$ 32 milhões em indenizações por danos materiais.

Decisões - A ação civil pública foi proposta inicialmente pelo Ministério Público Estadual à Justiça Estadual e posteriormente remetida à Justiça Federal. A ACP aponta as irregularidades praticadas pela TIM na prestação do serviço de telefonia móvel no Rio Grande do Norte, incluindo recorrentes congestionamentos das ligações e quedas de chamadas. Uma antecipação de tutela, em janeiro de 2011, chegou suspender as vendas de novas linhas.

A sentença de primeira instância, de janeiro último, acatou apenas parcialmente o pedido do MPF e determinou “que a TIM viabilize todos os investimentos necessários à implantação dos projetos de ampliação da infraestrutura da rede de telefonia móvel requeridos pelo MP, na proporção necessária a fazer frente ao incremento do número de usuários”. Porém o pedido de suspensão das vendas não foi tratado.

O MPF solicitava que a TIM fosse proibida de comercializar novas assinaturas ou habilitar novas linhas (ou códigos de acesso), ou mesmo proceder à implementação de portabilidades de códigos de acesso de outras operadoras para a TIM, enquanto “não comprovar que instalou e estão em perfeito funcionamento os equipamentos necessários e suficientes para atender às demandas dos consumidores que possui atualmente no Rio Grande do Norte, inclusive quanto à demanda reprimida em função da má prestação do serviço”.

No entender do procurador da República Ronaldo Sérgio, permitir a continuidade das atividades de comercialização de novas linhas, sem a garantia da estrutura, poderá agravar o dano já provocado. “(a proibição) possui um caráter inegavelmente coercitivo, sendo certo que a TIM será motivada a implementar com muito maior rapidez e eficiência as medidas faltantes para o fiel cumprimento do projeto de ampliação da infraestrutura da rede de telefonia móvel”.

Problemas – A Anatel apontou, em relatório de fiscalização promovida entre fevereiro e abril de 2012, que a empresa “não resolveu completamente os problemas de congestionamento e de queda de chamadas no Estado do Rio Grande do Norte” e que “houve momentos em que para cada 100 tentativas de originar chamadas 82,45 foram perdidas”; além de serem registradas quedas de ligações em 62 municípios do interior potiguar e em três bairros da capital.

“Convém atentar para o fato de que o problema objeto da presente ação civil pública, como bem se percebe do inquérito civil que instrui a inicial, remonta há vários anos e ainda não foi solucionado (...), sendo certo que a única medida, ainda que de cunho temporário, que fez mudar a postura da ré/apelada na espécie quanto a essa questão foi a proibição de comercialização concedida pelo r. juízo a quo no âmbito da antecipação de tutela”, reforça o procurador.

Relatórios da Anatel apontaram “que os assinantes da prestadora estão sendo prejudicados em diversos aspectos, particularmente os usuários não são atendidos com uma rede com qualidade adequada, ficando impossibilitados de efetuarem, ou receberem chamadas devido aos altos níveis de bloqueio, ou quando as chamadas não são interrompidas pelas quedas”. Como exemplo, em 2010 o índice de bloqueios de chamadas no município de Luís Gomes ultrapassou os 70% nos horários de maior movimento, quando o máximo admitido pela Anatel é de 5%.

Além disso, o MPF acrescenta que a empresa “tratava com discriminação seus clientes, mantendo um serviço melhor nas áreas abastadas e comerciais da capital, isso em detrimento dos bairros periféricos e das cidades do interior, que tinham de se contentar com um serviço de telefonia celular de qualidade inferior”.

Indenização – Os R$ 10 milhões estipulados como indenização por danos morais coletivos não foram considerados suficientes pelo MPF, que defende um valor de R$ 50 milhões, tendo em vista que, somente em 2011, conforme dados fornecidos pela própria empresa, o faturamento da TIM alcançou R$ 17 bilhões.

“(...) além de a indenização por danos morais ter sido estabelecida em apenas um quinto do que foi pleiteado na exordial, a sentença deixou na dependência da iniciativa dos consumidores prejudicados a reparação dos danos materiais por eles sofridos, e, mesmo assim, se conseguirem comprovar na fase executória tais prejuízos”, cita o texto da apelação.

O MPF questiona de que forma todos os clientes prejudicados poderão tomar conhecimento da sentença, ou mesmo ingressarem com pedidos de reparação dos danos. “Se isso não bastasse, deve-se ter em mente que o cidadão comum não dispõe de meios adequados para comprovar todos os prejuízos experimentados com as quedas de ligações ocorridas, bem como pela ausência de sinal momentânea.”

O processo original tramitou a Justiça Federal no Rio Grande do Norte sob o número 0007305-30.2010.4.05.8400

segunda-feira, 14 de abril de 2014

* Marina Silva assumirá posto de vice para ‘empurrar’ Eduardo Campos.

Ao formalizar que Marina Silva será candidata a vice-presidente, o PSB dará início nesta segunda-feira (14) a um esforço para tentar acelerar a transferência de votos da ex-senadora para Eduardo Campos.

O ato em Brasília abrirá uma nova etapa na trajetória da dupla, que agora lutará para se aproximar de Aécio Neves (PSDB) na disputa pelo segundo lugar na corrida ao Palácio do Planalto.

* Deputado Fernando Mineiro: “estou convencido que será preciso muita coragem”.

Durante seminário do PT e PSD na cidade de Ceará-Mirim as duas legendas ratificaram a aliança e destacaram a coragem para enfrentar o pleito. O deputado estadual Fernando Mineiro, que planeja disputar o cargo de deputado federal, ressaltou: “Estou convencido de que será preciso muita coragem para enfrentar aqueles que acham que o povo não merece mais do que tem até agora. Nós queremos fazer mais”.

A deputada Fátima Bezerra destacou, na ocasião, que o RN precisa estar sintonizado com a conjuntura nacional para que os avanços do Governo Federal se concretizem com ainda mais força junto aos potiguares. “Nesta região tem sal, petróleo, eólica, um turismo a se desenvolver. Já pensou se tudo isso fosse estimulado como deveria?”, observou a deputada.

Fátima e o presidente estadual do PSD, vice-governador Robinson Faria, ressaltaram o caráter participativo e democrático dos encontros, os quais objetivam discutir políticas públicas e idéias com a população.

O Seminário contou também com as presenças do deputado federal Fábio Faria; os deputados estaduais Fernando Mineiro, José Dias e Gesane Marinho; os prefeitos Maria da Conceição (Pureza), Ariosvaldo Louvado (Taipu), Maurício Menezes (Poço Branco) e Bruno Patriota (Ielmo Marinho); a presidente municipal do PT, Livânia Frizon; ex-prefeitos, vereadores, lideranças e populares.
pt3
Encontro.

* Prefeito interino utiliza cargo comissionado em campanha de Mossoró.

O Mossoroense denuncia que o prefeito interino de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), recorreu aos quadros do secretariado municipal para formar a equipe de campanha na eleição suplementar em curso. A coordenação geral tem as presenças dos secretários Gustavo Rosado (Cultura), Jacqueline Amaral (Saúde) e Mirela Ciarlini (Comunicação).

A coordenação de juventude da campanha ficou a cargo de Ivanaldo Fernandes, que foi gerente de comunicação nos tempos de Fafá Rosado e atualmente ocupa cargo de direção na Secretaria Municipal de Comunicação. O coordenador de Zona Rural é o subsecretário de Desenvolvimento Rural, Rondineli Carlos.

A secretária municipal de Educação, Ieda Chaves, é coordenadora do polo Belo Horizonte/Boa Vista, enquanto a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Fernanda Kalline, está à frente do polo Alto de São Manoel.
 
O músico Osman Josenildo Pereira Carlos ficou com a coordenação de mobilização de rua. Em comum, todos possuem funções de confiança do prefeito interino e não se afastaram dos cargos para trabalhar na campanha.

* Vacinação contra gripe começa dia 22 de abril.

O Ministério da Saúde vai realizar a campanha de vacinação contra a gripe deste ano, que acontecerá de 22 de abril a 9 de maio. O objetivo é imunizar pelo menos 80% do público-alvo da campanha, que alcança 49,6 milhões de pessoas. Neste ano, a faixa etária das crianças que podem tomar a vacina foi ampliada para entre seis meses e menores de cinco anos. No ano passado, o limite de idade era de dois anos.

Também devem tomar a vacina nos postos de saúde pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres que acabaram de dar à luz (até 45 dias após o parto), presos e funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.

* MP encontra mais de 40 corpos de bebês em hospital.

O Ministério Público descobriu mais de 40 corpos de recém-nascidos no necrotério do Hospital Universitário Pedro Ernesto, administrado pelo governo estadual. Conforme reportagem exibida neste domingo no “Fantástico”, da TV Globo, alguns deles estão na unidade desde 2009, e pelo menos 15 ainda não foram identificados.

De acordo com a promotora Ana Cristina Huth Macedo, da Vara da Infância e Juventude, os corpos foram encontrados amontoados no hospital, que é uma unidade referência em partos de alto risco.

* Juiz intima Larissa a defender sua própria candidatura.

As candidatas Cláudia e Larissa estão inelegíveis em sentenças em primeiro e segundo graus (em Mossoró e no âmbito do Tribunal Regional Eleitoral-TRE). Podem ficar oito anos sem direito à presença, como candidatas, em qualquer disputa eletiva, de vereador a presidente da República.

O magistrado revela disposição para indeferir ambas petições.

Mesmo assim, ambas estão nas ruas fazendo campanha. Apostam em obtenção de uma liminar (decisão preliminar) para que consigam assegurar candidatura até o pleito.

Mesmo assim, sabem, que podem ter decisão final desfavorável, criando novo tumulto na política e na administração municipal.

O caso de Cláudia Regina é o mais grave e nitidamente irreversível.