quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

* Briga familiar no PMDB.

          A eleição da Mesa Diretora do RN está dando o que falar, desta vez o problema foi no clã dos Alves, confira: Na edição do Jornal de Hoje, nesta quarta-feira (02), destaca a briga familiar no PMDB do estado, entre os deputados Henrique Alves e José Dias (ambos PMDB). Tudo motivado pela sucessão na Assembleia Legislativa
          Henrique teria sido questionado por Dias, que é casado com sua tia, sobre a interferência na escolha da primeira secretaria do Legislativo. Para o ex-líder do PMDB na Assembleia, Henrique deu “um golpe de estado” ao exigir a vaga de primeiro secretário. “Não sou fisiologista, não sou adesista”, disse referindo-se a Henrique sobre a busca de espaços no governo federal.
         Em resposta, Henrique garantiu que o PMDB foi o primeiro partido a apoiar o presidente eleito, Ricardo Motta (PMN), por isso teria indicado sugestões para compor a mesa diretora. Henrique acusou José Dias de “miopia política”, de ter uma “visão estreita da política partidária”. “Ele disse que não era várias coisas, Faltou dizer que não era peemedebista também. Entrei nesse processo convocado pelos seis deputados do PMDB, embora um nem seja tanto do partido”, reclamou o líder da legenda na Câmara. Xiii...

* Wilma de Faria perde mais um aliado.

          A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) perdeu mais um dos seus aliados, desta vez foi o deputado estadual Fábio Dantas (PHS).
          A eleição para Mesa Diretora da Assembleia Legislativa trouxe reflexo na aliança do deputado estadual Fábio Dantas (PHS) com o PSB, partido presidido pela ex-governadora Wilma de Faria.
          O parlamentar disse que não irá mais defender nem Wilma de Faria e não integra aliança com o PSB. “Não tenho mais compromisso com o PSB e nem com Wilma de Faria. Meu mandato é para verdade. Estou solidário com Tomba, sobre o que o PSB fez com ele (o PSB indicou Gustavo Carvalho para primeiro vice-presidente)”, disse Fábio Dantas.
          O deputado do PHS foi mais além: “o PSB não teve consideração, não lembrou que a gente (novatos) existe. Pois agora não vou perder tempo defendendo Wilma de Faria. Se Márcia Maia não perde tempo defendendo a mãe, por que eu iria perder?”. Fábio Dantas observou ainda que foi defensor do Governo Wilma de Faria, e não será mais.

* Dilma mantém líderes do Governo na Câmara e no Senado.

          A presidenta Dilma Rousseff preservou os líderes do governo no Senado e na Câmara dos Deputados. Segundo mensagem publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (2), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), que assumiram os cargos ainda na administração do presidente Lula da Silva, continuam na liderança do bloco governamental no Legislativo federal.
 
Senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP).

* Programa para declaração do IR 2011 estará disponível em 1° de Março.

          O programa para o preenchimento da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2011 estará disponível na internet para os contribuintes no dia 1º de março, no endereço www.receita.fazenda.gov.br.

* Deputado Fábio Dantas diz que não sabe mais a quem defender.

          O deputado estadual Fábio Dantas, do Partido Humanista da Solidariedade (PHS), afirmou que vai se manter na oposição na Assembleia Legislativa. No entanto, ele destacou: “não sei mais a quem defender”. De acordo com o parlamentar, o PSB não o está apoiando.
          Fábio Dantas explicou que embora tenha sido um dos maiores defensores dos governos Wilma de Faria e Iberê Ferreira de Souza, antecessores de Rosalba Ciarlini, o PSB não demonstrou reconhecimento e descartou a possibilidade de apoio ao nome dele em um cargo na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.
         “Desde o dia 1º de janeiro até hoje, o que mais fiz foi defender a gestão de Iberê e Wilma e o PSB não me apoiou. Então, eu vou continuar na oposição, mas não sei qual o meu bloco, nem sei mais quem defender”, comentou o deputado estadual, entrevistado hoje no Jornal 96, da 96FM.
Fonte: Nominuto.com.

* Novela chamada "Salário Mínimo" terá novo capitulo Sexta-Feira.

          A pedido do governo, a reunião para discutir o reajuste do salário minimo com as centrais sindicais e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, foi adiada para sexta-feira (4) no Escritório da Presidência da República, em São Paulo. Inicialmente a reunião estava marcada para esta manhã.
         Também devem participar da reunião os ministros do Trabalho, Carlos Lupi; e da Fazenda, Guido Mantega.
         As centrais pedem um reajuste do mínimo de R$ 545 para R$ 580, além da correção da tabela do imposto de renda de 6,47% e do aumento de 80% do valor que for reajustado o mínimo para os aposentados que recebem acima do mínimo.

* Governadora prorroga por mais 30 dias posse de secretários.

          As relações entre os Governos Rosalba Ciarlini e Dilma Rousseff não estão muito favoráveis a julgar pela demora da administração federal em liberar os novos auxiliares da gestão estadual.
         Publicados hoje no Diário Oficial do Estado a prorrogação da posse dos secretários de Educação, Betânia Ramalho, e de Segurança, Aldair Rocha. Por mais 30 dias a posse foi adiada até que sejam feitas as cessões por parte dos Ministérios da Educação e Justiça.

* Igreja Batista de Caraúbas vai realizar mais um grandioso evento.

          Na próxima sexta-feira (4), a Primeira Igreja Batista de Caraúbas/RN se prepara para a realização de mais um gradioso evento, desta vez a Igreja estara trazendo para cidade o Ministério de Teatro Jeová Nissi que estará pela primeira vez em nossa cidade.
         A apresentação do grupo paulista acontecerá a partir das 19h00min, na Praça Aproniano Martins de Sá (antiga Praça dos Festejos), em frente ao templo da Igreja Batista.
Ministério Jeová Niss.

* José Agripino confirma candidatura.

          O se­na­dor José Agri­pi­no, que as­su­mi­u seu quar­to man­da­to no Se­na­do ontem (01), con­fir­mou que será can­di­da­to à pre­si­dên­cia do De­mo­cra­tas. "Após o lan­ça­men­to da pré-candidatura, eu não volto mais atrás. Serei can­di­da­to pela uni­da­de do par­ti­do", disse o se­na­dor, em en­tre­vis­ta ao Jor­nal 96, da 96FM.
          José Agri­pi­no afir­mou ainda que aten­de a um pe­di­do de vá­rias fac­ções do DEM, como o pre­fei­to de São     Paulo, Gil­ber­to Kas­sab. "Eu fui con­vi­da­do por ele em minha casa e, em se­gui­da, fui con­vi­da­do por Ro­dri­go Maia", re­ve­la. O se­na­dor conta ainda com apoio do líder do par­ti­do na Câ­ma­ra Fe­de­ral, de­pu­ta­do An­tô­nio Car­los Ma­ga­lhães Neto, e do fu­tu­ro líder no Se­na­do, se­na­dor De­mós­te­nes Tor­res.
         "Eu fui con­vi­da­do para ser can­di­da­to pelas di­ver­sas fac­ções. Então, eu serei can­di­da­to em nome da uni­da­de do par­ti­do. Vamos em busca de fazer o De­mo­cra­tas cres­cer e se for­ta­le­cer, prin­ci­pal­men­te, nas bases, bus­can­do fi­lia­dos novos e ten­tar ele­ger nas qua­dros nas elei­ções mu­ni­ci­pais", ex­pli­ca.
Fonte:Correio Político.

* Rosalba enfrenta crise para acomodar aliados no interior do Estado.

          Com ape­nas um mês a fren­te do Go­ver­no do Es­ta­do, a go­ver­na­do­ra Ro­sal­ba Ciar­li­ni (DEM) já en­fren­ta uma seria crise, en­vol­ven­do a dis­pu­ta de car­gos pelos seus prin­ci­pais alia­dos. Não bas­tas­se o des­con­ten­ta­men­to do ve­rea­dor, Fran­cis­co Dan­tas da Rocha, o Chico da Pre­fei­tu­ra que en­tre­vis­ta ao COR­REIO DA TARDE disse que a go­ver­na­do­ra o tinha como um "zé nin­guém", ela agora en­fren­ta uma acir­ra­da dis­pu­ta pelos car­gos de go­ver­no entre os de­pu­ta­dos Rai­mun­do Fer­nan­des (PMN) e Ge­tú­lio Rêgo (DEM) que tem Pau dos Fer­ros como prin­ci­pal re­du­to po­lí­ti­co. Os dois se quei­xam que os plei­tos apre­sen­ta­dos, até agora, não aten­di­dos. Como in­di­ca­ções para hos­pi­tais re­gio­nais, es­co­las, se­cre­ta­rias. Si­tua­ção se­me­lhan­te acon­te­ce na ci­da­de de Apodi, onde a di­re­ção do Hos­pi­tal Re­gio­nal Hélio Ma­ri­nho con­ti­nua com So­lan­ge No­ro­nha, alia­da dos ex-governadores, Wilma de Faria (PSB), e Iberê Fer­rei­ra (PSB). 
          Já a dis­pu­tas pelos car­gos do Go­ver­no do Es­ta­do em Pau dos Fer­ros, prin­ci­pal ci­da­de do Alto Oeste Po­ti­guar já res­pin­ga na es­co­lha da nova mesa di­re­to­ra da As­sem­bléia Le­gis­la­ti­va do Rio Gran­de do Norte. Os con­fli­tos en­vol­ven­do os de­pu­ta­dos, Ge­tú­lio Rego e Rai­mun­do Fer­nan­des pelos car­gos do go­ver­no na ci­da­de estão a todo vapor. Ge­tú­lio que tinha acer­ta­do votar em Rai­mun­do Fer­nan­des para primeiro-secretário da As­sem­bléia, agora disse que não vai mais votar no par­la­men­tar do PMN, e sim que vai votar em Her­ma­no Mo­raes, can­di­da­to do PMDB ao se­gun­do cargo mais im­por­tan­te do Le­gis­la­ti­vo.
          A de­mo­ra da go­ver­na­do­ra em in­di­car os nomes apon­ta­dos pelo de­pu­ta­do de­mo­cra­ta seria o prin­ci­pal mo­ti­vo para o recuo de Ge­tu­lio Rêgo, já que ele se apre­sen­ta como prin­ci­pal alia­do de Ro­sal­ba em Pau dos Fer­ros, mu­ni­cí­pio ad­mi­nis­tra­do por seu filho, Leo­nar­do Rêgo (DEM). Os nomes dos alia­dos que estão aguar­dan­do a in­di­ca­ção tem so­frer um no­cau­te de­pois que to­ma­ram co­nhe­ci­men­to do que ocor­reu com o ve­rea­dor mos­so­roen­se, Chico da Pre­fei­tu­ra, que tinha como certa a in­di­ca­ção do seu irmão para o co­man­do do De­par­ta­men­to Es­ta­dual de Tran­si­to (DE­TRAN) e a go­ver­na­do­ra aca­bou in­di­can­do outro nome. 
         O clima de des­con­ten­ta­men­to tam­bém atin­ge a re­gião do Se­ri­dó, en­quan­to na ci­da­de de Caicó já está tudo con­fir­ma­do para a no­mea­ção do pro­fes­sor Pe­trú­cio Fer­rei­ra para a 10ª Di­re­to­ria Re­gio­nal de Edu­ca­ção (DIRED) em Cur­rais Novos, o pre­fei­to Ge­ral­do Gomes vai ga­nhar uma queda de braço com o PMDB local ao em­pla­car o nome da pro­fes­so­ra Ivâ­nia Maria de Oli­vei­ra Tor­res para a 9ª Dired.
        O PMDB, visto como prin­ci­pal alia­do da go­ver­na­do­ra na ci­da­de, con­ta­va como certa a in­dsi­ca­ção da pro­fes­so­ra Ge­no­ve­va Antão para o cargo, que vem sendo exer­ci­do pela pro­fes­so­ra Edil­ma Maria Dan­tas de Souza, in­di­ca­da pelo ex-prefeito Zé Lins (PR). Ela co­man­da a Dired local há 16 anos, sendo nos dois Go­ver­nos de Ga­ri­bal­di Filho (PMDB) e nos dois da ex-governadora, Wilma de Faria. Já a nova co­ma­dan­te in­di­ca­da pelo pre­fei­to já foi di­re­to­ra da Es­co­la Es­ta­dual Ca­pi­tão Mor Gal­vão de Cur­rais Novos.
Fonte: Correio da Tarde.