domingo, 13 de março de 2011

* Japão injeta US$ 85 bilhões na economia para acalmar mercados.

         O Banco do Japão (BOJ, banco central japonês) anunciou nesta segunda-feira (14) (horário local, noite de domingo no Brasil) que injetará 7 trilhões de ienes (US$ 85,848 bilhões) no sistema bancário japonês para garantir a estabilidade financeira do país, após o grave terremoto da sexta-feira (14).
         O montante foi muito mais alto do que a quantia entre 1 e 2 trilhões de ienes usualmente injetada pela autoridade em outros eventos importantes do mercado, o que indica a determinação do banco central em manter o custo de empréstimo baixo e estável.

* Explosão e fumaça cinza são vistas na usina nuclear de Fukushima.

         A Agência de Segurança Industrial e Nuclear do Japão disse na manhã desta segunda-feira (14) - horário local do Japão; noite de domingo no Brasil) que uma explosão de hidrogênio ocorreu no reator número 3 de uma unidade de energia nuclear do complexo de Fukushima.
          De acordo com imagens exibidas pela imprensa local e a rede de notícias CNN, uma fumaça cinza é vista pelo ar na região do reator.
         Desde o terremoto de sexta-feira, engenheiros japoneses estão trabalhando para evitar um desastre nuclear na usina, que foi gravemente danificada durante o terremoto de sexta-feira.
         Na usina, localizada na costa nordeste a 200 quilômetros de Tóquio, técnicos estão injetando água do mar nos reatores nucleares para tentar controlar a temperatura, já que o superaquecimento pode provocar explosões e acidentes.
Fonte:G1.com.

* Empresa cria sistema para aumentar segurança contra roubo de motos.

          Para aumentar a segurança contra roubo de motos, um empresário criou um sistema que marca o número do chassi nas principais peças do veículo. O processo, que evita a revenda das peças, busca mudar realidades como o da capital paulista, onde 80 mil motos são roubadas todos os anos. A empresa já fechou parceria com a maior fabricante do Brasil.
         O sistema que garante a segurança das motos foi criado pelo empresário Mário Franciscato. “Nós tínhamos revenda de motocicletas e vimos naquele momento que o grande problema de roubo e furto de moto estava crescendo demais”, diz Franciscato.
         Foram quase 8 anos de testes até o aperfeiçoamento do produto.O investimento foi de R$ 1 milhão na compra de maquinários, contratação de mão de obra especializada, divulgação e patente. Em 2008, a empresa conseguiu encontrar um jeito rápido e barato de fazer a aplicação e conquistou a aprovação do mercado.

* AGU contesta decisão sobre posse de suplentes.

        A Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com dois recursos no Supremo Tribunal Federal (STF) contestando as decisões da ministra Cármen Lúcia que determinam a posse de suplentes dos partidos, e não das coligações, na Câmara dos Deputados. “A liminar merece ser revista, sob pena de deflagrar o caos nas casas legislativas de todo o país”, argumenta a AGU em um dos recursos. A ministra Cármen Lúcia entendeu que os efeitos das coligações partidárias terminam após as eleições e que o mandato é do partido. Entretanto, a AGU defende que as regras de investidura de suplentes produzem efeitos após as eleições e não se confundem com as normas relativas ao exercício do mandato, pautadas pela regra da fidelidade partidária. Para a AGU, a permanência do entendimento atual significaria uma “desfiguração do sistema representativo”.

* Frota de veículos triplica em 10 anos.

        O Rio Grande do Norte fechou o ano de 2010 com mais de 730 mil veículos circulando pelas ruas. O número é alto - já temos um carro para cada 4,2 habitantes - e chama ainda mais a atenção quando observados os dados de dez anos atrás. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), no ano 2000, “apenas” 251.060 veículos trafegam pelas ruas do estado, enquanto que, dez anos depois, esse número subiu para 731.263, quase o triplo. Somente no ano passado, 78.641 novos veículos novos foram para as ruas, de acordo com os dados do Denatran.

* Dilma recebe os sindicalistas, mas nega reivindicações.

         Depois de vencer as centrais sindicais na aprovação da proposta do governo de um salário mínimo de R$ 545, a presidente Dilma Rousseff ignorou apelos dos sindicalistas e anunciou nesta sexta-feira, 11, que enviará ao Congresso a medida provisória estabelecendo uma correção de 4,5% da tabela do Imposto de Renda.
         As centrais pressionavam por um reajuste maior. Dilma aproveitou para informar que estuda novas faixas de contribuição do IR. Para demonstrar que saíam do gabinete de forma "honrosa", o deputado Paulinho Pereira da Silva (PDT-SP), da Força Sindical, e José Lopez Feijóo, da Central Única dos Trabalhadores (CUT), disseram, em entrevista após o encontro com a presidente, que exigiram, em contrapartida, uma política de correção da tabela do IR para os próximos quatro anos, com correções pelo centro da meta da inflação, que neste ano é de 4,5%. "A presidente disse que iria analisar com carinho a nossa proposta," afirmou Paulinho. Essa proposta, porém, já estava nos planos do governo.

* Papa diz em novo livro que Jesus não era 'revolucionário'.

        No segundo volume de seu livro sobre a vida de Jesus, lançado oficialmente na quinta-feira (10), o papa Bento XVI afirma que o Cristo não era um "revolucionário".
        Em Jesus de Nazaré, da Entrada em Jerusalém até a Ressurreição, o sumo pontífice diz que Jesus "não vem (ao mundo) como um destruidor. Ele não vem empunhando a espada de um revolucionário". Em vez disso, Jesus vem "com o dom da cura", para revelar "o poder do amor".
        Bento XVI afirma que, na época em que Jesus viveu, não havia separação entre política e religião, e que teria sido o próprio Jesus que estabeleceu a distância entre as duas coisas.
"Naquela época as dimensões política e a religiosa eram absolutamente inseparáveis", disse Bento XVI. "Jesus, com sua mensagem e modo de agir, inaugurou um reino não político do Messias e começou a separar uma coisa da outra."

* Parabéns ao amigo Eugênio Alves.


Eugênio, é o aniversariante do dia, ao lado da esposa e do filho.     

* Com controle de 26 superintendências, petistas transformam Incra em feudo.

          Deu no correio da tarde
          Embora já exista uma proposta de reforma da estrutura do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que tem por objetivo acabar com o loteamento político dos cargos na autarquia, o governo não cumpre esse objetivo. Levantamento feito pelo Estado apurou que das 30 superintendências 26 estão nas mãos do PT. As quatro restantes estão com um técnico do próprio instituto, um representante da Confederação dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), um afilhado do PMDB e outro do PTB.
          Entre as 26 superintendências controladas ou por petistas militantes ou por técnicos ligados ao partido, várias foram entregues à Democracia Socialista (DS), tendência interna do PT à qual pertence o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence. Ele substituiu Guilherme Cassel, da mesma ala, que havia entrado no lugar do gaúcho Miguel Rossetto, outro importante nome da corrente.
          Esse setor petista posiciona-se mais à esquerda do que a ala majoritária, a Construindo um Novo Brasil (CNB), à qual pertence o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
          O Ministério do Desenvolvimento Agrário é um feudo da DS. Quando a presidente Dilma Rousseff resolveu tirar Cassel, ela convidou em primeiro lugar para dirigir a pasta o senador Walter Pinheiro (BA), mas ele preferiu ficar no Congresso e indicou o nome de Florence. Procurado pelo Estado, Afonso Florence não quis se manifestar.

* MEC divulga hoje segunda chamada do PROUNI.

       O Ministério da Educação divulga hoje (13), a relação dos estudantes pré-selecionados, na segunda chamada, no Programa Universidade Para Todos (PROUNI).
       Os alunos pré-selecionados terão entre os dias 14 a 17 deste mês para comparecerem às instituições de ensino superior para onde foram convocados. Os alunos podem consultar o resultado no site http://siteprouni.mec.gov.br/

* Papo de Boteco.

         Após a folia de momo, o ano deve começar de verdade, porém na cidade de Caraúbas a política é tema freqüente em todas as discussões da mesma, assim confira alguns assuntos em pauta na cidade:
     Oposição versus Situação.
         O clima entre os blocos da oposição e da situação em Caraúbas nunca foi lá mil maravilhas, porém nas últimas semanas o clima esquentou de vez, todo devido à mudança de atitude da oposição que passou a atuar na busca de uma maior transparência do governo Ademar Ferreira. Essa atitude da oposição já era esperada há muito tempo.
Oposição vai ao MP.
         As dúvidas levantadas pelos vereadores da oposição sobre algumas práticas da administração "Nossa Força é Nosso Povo" terão outros desdobramentos nos próximos dias, segundo comentasse na cidade, inclusive por membro da própria oposição, dá conta que já foi agendada uma visita ao Ministério Público por parte dos quatro vereadores da oposição, na oportunidade os vereadores buscarão via promotoria pública respostas sobre uma série de possíveis irregularidades da gestão municipal.
Contratos de veículos.
        Outro assunto que continua dando muito que falar em toda a cidade de Caraúbas, refere-se aos inúmeros contratos de veículos da Prefeitura Municipal de Caraúbas. Esse fato provoca muitas discussões, devido ao nome de algumas pessoas que se quer moram em Caraúbas e que são contratadas pela municipalidade, esse assunto é uma pedra no sapato da gestão que até o momento não se pronunciou sobre o mesmo.
Carnaval em Caraúbas.
        O Carnaval em Caraúbas foi tranqüilo, tanto na praça quanto no Hotel Olho D'água do Milho, em ambos ficou provado que ou se investe em atrações de peso ou o público é um fracasso total. Com exceção do público da terça no Hotel, onde a Banda Saia Rodada levou uma verdadeira multidão, os demais dias tanto na praça quanto no hotel deixou muito a desejar.
O papo entre JP e Juninho.
        Durante os festejos momescos do Hotel, um fato chamou muito atenção, foi a longa conversa envolvendo os empresários Júnior Praxedes (situação) e Juninho Alves (oposição), entre os muitos assuntos tratados entre os dois, surgiu uma tentativa por parte de JP de tentar reaproximar os grupos ferreira e bandeira e assim acabar com esse clima de "guerra" entre os grupos. Apesar desse fato ficar a cada dia mais difícil, não esqueçam nunca de um detalhe "Na política tudo pode acontecer inclusive nada".
Ferreira vence mais uma.
         Mais uma vez Caraúbas presenciou a força política do articulador-comandante Ferreira Jr. que emplacou as duas gerentes da Central do Cidadão/Caraúbas do seu agrupamento político e assim venceu mais uma queda de braço contra o Dep. Getúlio Rêgo que pelo visto não terá nenhum espaço em Caraúbas com a governadora Rosalba ou será com o governador Carlos Augusto? Esse fato não importa, o que importa é que mais uma vez Ferreira venceu a parada.
Ferreira apoiando Getúlio em 2014.
         Apesar de todo o deboche feito com o Dep. Getúlio Rêgo por parte dos ferreristas de plantão, existe alguns rumores na cidade trazendo a informação que o grupo Hoje situacionista caraubense dominado por Ferreira já estaria ensaiando um apoio vindouro para o Dep. Getúlio Rêgo para as eleições de 2014, é isso mesmo que você leu, Ferreira apoiando Getúlio em 2014. Só a título de informação esse assunto inclusive foi tratado na última reunião entre Getúlio e os seus apoiadores caraubenses na residência do vereador Paulo Brasil (PR). Outra informação neste viés, o próprio Ferreira teria ordenado os seus seguidores na imprensa caraubense (blogs, rádios, etc.), a não fazer nenhuma crítica ao Dep. Getúlio Rêgo. Ferreira estaria tentando uma aproximação com Getúlio, para com isso afastar o mesmo do grupo do ex-prefeito Eugênio Alves e assim quebrar uma célula importante da oposição caraubense que é à aliança, principalmente na área da saúde, entre Getúlio e Eugênio, anote essa informação e vamos aguardar os fatos futuros. xi.
Vereadores da situação.
        Mais uma vez os vereadores da situação caraubense pisaram na bola legal com o povo, desta vez os mesmos atuaram contra a transparência da administração "Nossa Força é Nosso Povo" quando votaram contra o requerimento dos vereadores da oposição que cobrava maiores explicações do gestor municipal sobre os inúmeros contratos veiculares da PMC, fatos como esse só demonstram que boa parte dos nossos representantes na câmara só estão preocupados com os seus próprios interesses, e que fiscalizar os gastos públicos é só um tolice qual quer.

* Após 14 anos, credores do Bamerindus começam a receber R$ 4,3 bilhões.

          Depois de 14 anos de brigas na Justiça, o antigo Bamerindus finalmente vai abrir a carteira e começa a pagar R$ 4,3 bilhões em dívidas nesta segunda-feira. O banco, em processo de liquidação, deve ao todo cerca de R$ 10 bilhões. Tem hoje metade desse valor em caixa e vai usar quase tudo para pagar parte das dívidas com seus maiores credores.
         Entre os que vão receber primeiro estão a Caixa Econômica Federal, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Fundo Garantidor de Crédito (FGC). A dívida dos três, somada, atinge R$ 5,7 bilhões. Mas, neste momento, eles vão receber 25% do total.
         Os outros dois grandes credores, o Banco Central e o Tesouro Nacional, não recebem agora, mas ficarão com os recursos à disposição. Isso porque o Tesouro ainda discute o valor de seu débito, algo em torno de R$ 400 milhões, enquanto o BC, que aceitou receber seus R$ 2,4 bilhões de forma parcelada, ainda precisa homologar oficialmente tal decisão. Fora os grandes, todos os credores com dívidas na casa dos R$ 50 mil também serão pagos a partir de segunda-feira.