sexta-feira, 18 de março de 2011

* Arruda diz que entrevista foi deturpada.

         O ex-governador do Distrito Federal José Arruda emitiu hoje uma nota oficial comentando a entrevista dele publicada no portal da revista Veja.
          O comunicado é assinado pelos advogados de Arruda e afirma que a entrevista foi “deturpada”. Veja a nota na íntegra:
         “O ex-governador José Roberto Arruda deixou claro, em entrevista de mais de 4 horas à revista Veja, em setembro de 2010, que jamais admitiu qualquer ato de corrupção e que todas as ajudas destinadas a outros políticos ocorreram, sempre, através do partido e rigorosamente dentro da lei.
         Publicada somente agora, 6 meses depois, incompleta, deturpada e totalmente fora de contexto, a matéria do site da Veja afirma que os recursos seriam de origem excusa, o que nunca foi falado e que não representa a verdade.
         Medidas judiciais cabíveis serão tomadas, na forma da Lei.
         Nélio Machado, Eson Alfredo Smaniotto e Cristiano Maronna”
Fonte: Panorama Político.

* Pórtico da entrada de Caraúbas passa por reforma.

        O Pórtico da entrada da cidade de Caraúbas está passando por reforma na sua estrutura, as informações dão conta que nos próximos dias o mesmo deve voltar ao normal. A muito tempo o pórtico estava inclinado e ameaçava cair. 
        Com essa atitude da administração "Nossa Força é Nosso Povo" a entrada da nossa cidade ficará mais bonita.
Pórtico voltando ao normal.
Foto: Caraúbas no AR.

* Kassab diz que decide destino partidário hoje.

        O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, disse na manhã desta sexta-feira (18) que irá anunciar ainda nesta tarde se irá continuar em seu partido, o Democratas, ou sair dele. O futuro partidário de Kassab terminará de ser decidido durante um encontro com o vice-governador do estado, Guilherme Afif Domingos, do mesmo partido.

* Obama ameaça com ação militar na Líbia se Kadhafi não obedecer à ONU.

        O presidente dos EUA, Barack Obama, ameaçou uma ação militar contra a Líbia caso o governo do ditador Muammar Kadhafi não cumpra as determinações da ONU para um cessar-fogo no país.
        "Todos os ataques contra civis devem parar", disse Obama em pronunciamento na Casa Branca.

* Vaquejada no Saia Rodada Park Show, Caraúbas/RN.

* História cultural do Bairro Leandro Bezerra

         Amanhã (19), alunos, professores e demais funcionários da Escola Estadual Maria Sílvia irão dedicar todo o dia na apresentação da história cultural do Bairro Leandro Bezerra/Caraúbas, na oportunidade serão apresentados vários trabalhos focando os aspectos culturais do bairro.
          As apresentações acontecem na Escola Maria Sílvia nos turnos, matutino e vespertino.

* Obama cancela discurso na Cinelândia e transfere para local fechado no Rio, informa Consulado-Geral dos EUA.

        O Consulado-Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro informou hoje (18) que o discurso que o presidente norte-americano, Barack Obama, faria na Cinelândia, no próximo domingo (20), foi cancelado. Segundo a representação diplomática, o pronunciamento será transferido para um local fechado, que ainda não foi divulgado.
        Uma das possibilidades para o cancelamento, segundo os organizadores da visita de Obama, é a questão de segurança. Os receios dos assessores do norte-americano aumentaram depois da decisão tomada ontem (17) pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas de autorizar uma ação militar na Líbia.

* Agripino negou envolvimento com o Mensalão do DEM.

        O senador José Agripino Maia negou qualquer envolvimento com o caso do Mensalão do DEM do Distrito Federal, conforme denunciou o ex-governador José Roberto Arruda, em entrevista publicada no portal da Veja.
        Para o presidente nacional do DEM a entrevista de Arruda é “ressentimento” pelo fato de Agripino ter sido um dos principais responsáveis pela expulsão do ex-governador do partido.
        “Isso é manifestação de um ressentido. José Roberto Arruda deu essa entrevista em setembro de 2010. A revista Veja que não publicou (na época), deve ter tido as razões dela. O fato é que foi em setembro de 2010, dada com claros objetivos políticos eleitorais. Arruda não me perdoa pelo fato de eu ter sido, ao lado de Demóstenes Torres e Ronaldo Caiado, o subscritor do pedido de expulsão dele em rito sumário do partido. Eu nunca fui a casa dele (José Arruda) pedir a importância. Não procede. Ele cita o nome de Micarla (Micarla de Sousa, prefeita de Natal). Ela está viva e pode ser consultada e dizer se esteve com ele ou se não esteve com ele (José Roberto Arruda). Nego peremptoriamente. Pode-se admitir que ele tenha enviado recursos para o diretório nacional do partido. É possível que sim, doações legais que possa (o DEM) ter recebido e distribuído.Imputar a mim ter ido buscar recursos e ter dado diretamente para mim, não procede. Essa entrevista foi dada em tempo de eleição por um ressentido que não me perdoa por ter sido o principal responsável da expulsão dele no partido”, disse o senador.

* Agradecimento...

       ...Agradecemos aos mais de 50 mil acessos ao nosso blog, em pouco mais de dois meses de atividade, gostaria de compartilhar da minha alegria em saber que o nosso blog já está entre os mais acessados da cidade, muito obrigado a todos e vamos lá, rumo aos 100 mil...

* A choradeira vai começar, FPM vai cair.


       As prefeituras começam a sentir o peso dos novos recuos no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Depois de receberem os repasses de janeiro e fevereiro com aumentos de 42% e 25% maiores que o ano anterior, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) anuncia que março, abril e maio serão meses de quedas consideráveis.
       Hoje, os municípios recebem o repasse do Fundo de Participação dos Municípios referente ao segundo decêndio do mês. O montante que será repassado é de R$ 247.073.412,21, em valores já descontados a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). Em valores brutos, incluindo a retenção do Fundeb, o montante é de R$ 308.841.765,26.
       Devido esse recuo do FPM, a choradeira dos prefeitos deve começar nos próximos dias, porém quando o mesmo sobe a população não ver nenhuma diferença nas ações.

* Após resolução da ONU, governo da Líbia anuncia cessar-fogo.

        O governo da Líbia decidiu suspender todas as operações militares no país, um dia depois de o Conselho de Segurança da ONU ter aprovado a criação de uma zona de exclusão aérea no país.
        O anúncio foi feito pelo ministro de Relações Exteriores, Mussa Kussa. Segundo ele, o objetivo é proteger civis.
       "Decidimos por um cessar-fogo imediato e pela paralisação imediata de todas as operações militares", disse.
        Ele também afirmou que o país vai proteger todos os estrangeiros e seus bens na Líbia.

* Arruda afirma que José Agripino pediu dinheiro para campanha de Micarla.

         Durante entrevista a revista Veja, o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda, acusado de comandar o Mensalão do DEM no Distrito Federal, disse que o senador José Agripino Maia pediu dinheiro para financiar a campanha de Micarla de Sousa.
         A reportagem da Veja perguntou: “Quais líderes do partido foram hipócritas no seu caso?”
         Resposta do senador José Roberto Arruda: A maioria. Os senadores Demóstenes Torres e José Agripino Maia, por exemplo, não hesitaram em me esculhambar. Via aquilo na TV e achava engraçado: até outro dia batiam à minha porta pedindo ajuda! Em 2008, o senador Agripino veio à minha casa pedir 150 mil reais para a campanha da sua candidata à prefeitura de Natal, Micarla de Sousa (PV). Eu ajudei, e até a Micarla veio aqui me agradecer depois de eleita. O senador Demóstenes me procurou certa vez, pedindo que eu contratasse no governo uma empresa de cobrança de contas atrasadas. O deputado Ronaldo Caiado, outro que foi implacável comigo, levou-me um empresário do setor de transportes, que queria conseguir linhas em Brasília.

* Saúde Pública em Caraúbas está na UTI.

        A situação da saúde pública de Caraúbas está precisando urgentemente ser analisada pelos nossos agentes públicos, as últimas tragédias ocorridas na cidade, fez vir a tona o caos que é a saúde pública no nosso estado e conseqüentemente em nossa cidade. porém antes de tudo gostaria de ressaltar que essa postagem não se trata de uma crítica pessoal e sim um crítica feroz ao sistema de saúde e claro aos seus comandantes na esfera pública e não pessoal.
        O caso da menina Tamisly, a morte de Tico, a falta de estrutura dos postos de saúde de Caraúbas, a falta de um trabalho pleno dos PSF's, a enorme demanda do Hospital Regional, o atendimento Médico que está cada dia mais desumano, enfim infinitos casos que apontam que a saúde pública na nossa cidade, precisa ser tratada de uma forma diferente, os nossos governantes necessitam de uma mudança de atitude, caso isso não ocorra, muitas outras tragédias irão ocorrer. As pessoas que comandam a cidade não passam por essa realidade, dada a situação financeira ser privilegiada, porém 95% da nossa população necessitam desse sistema caótico que é a saúde de Caraúbas. Quem já não passou horas à espera de um atendimento no Hospital de Caraúbas? O que aconteceu nos últimos dias só foi o ápice final de um sistema totalmente sucateado, foi preciso acontecer fatos desta natureza para termos a nítida certeza que as coisas em Caraúbas não estão à maravilha mostrada em alguns veículos de comunicação.
       Antes de você pensar que tudo isso faz parte de uma perseguição política, tente se colocar no lugar daqueles que perderam seus entes queridos, por falta de um diagnostico rápido e eficiente. Já imaginou, se o diagnostico da menina Tamisly, tivesse sido diferente? O resultado teria sido outro, ela estaria hoje viva. Apesar de não ser Médico, confesso que existe uma diferença muito grande entre, infecção urinária e apendicite. Pense se o seu irmão tivesse sido atendido da forma que Tico foi? Sem uma maca, Jogado em cima de um carro da forma que foi? E dentro deste desabafo quero sair em defesa da polícia militar, ela agiu da forma correta, não se pode socorrer um paciente naquele estado, sem as condições necessárias, com tudo isto, quero apenas alertar que está na hora da força política dos nossos governantes que se mostra dão grande quando é para fazer indicações, possa também ser revertida em benefícios para a nossa população, caso não se tome medidas emergênciais, muitas outra tragédias irão ocorrer.