domingo, 20 de março de 2011

* Obama encerra compromissos no Brasil com visita ao Cristo.

        O presidente americano, Barack Obama, acompanhado da mulher, Michelle, e das filhas Sasha e Malia encerrou a série de compromissos no Brasil com uma visita ao Cristo Redentor, no Corcovado, na noite deste domingo. A comitiva dos Estados Unidos chegou pouco depois das 21h ao ponto turístico.
        Obama discursou na tarde deste domingo no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Ele chegou ao Brasil no último sábado e a primeira cidade que visitou foi Brasília, onde se reuniu com a presidente Dilma Rousseff e com empresários.

* Fala Povo...

          Hoje o nosso espaço será ocupado, para agradecer a equipe que estava de plantão no Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira no último sábado (19), no plantão noturno. Comandada pelo Médico "Júnior", a referida deu total assistência aos que lá chegaram, digo isso por está na unidade durante boa parte da noite.
          Apesar de saber que eles fizeram apenas as suas obrigações, gostaria de registrar a maneira humana demonstrada no atendimento do Dr. Júnior, eficiente, atencioso, calmo, educado e com muito conhecimento, o mesmo naquele dia honrou o seu juramento. Todos sabem que sou um crítico da saúde pública, porém me chamou atenção à forma de atendimento dos que lá trabalharam na referida noite. Assim apesar desta ação não se demonstrar sempre e que  na  maioria das vezes o atendimento não tem aquele nível de humanização, gostaria de mais uma vez parabenizar a equipe do Hospital de Caraúbas, sobre o comando do competente Dr. Júnior.  Pode até parecer algo ilusitado, agradecer pelo um bom atendimento, porém isso só demonstra que as coisas precisam mudar.
           Parabéns, espero que os demais plantonistas sigam esse exemplo. Assim, mais uma vez falei o que o povo quer falar...

* Escola Maria Sílvia, concluiu projeto "Um Olhar Cultural Sobre o Bairro Leandro Bezerra".

         Durante todo o dia de ontem (19), os Alunos, professores e demais funcionários da Escola Estadual Maria Sílvia desenvolveram o projeto, denominado "Um Olhar Cultural Sobre o Bairro Leandro Bezerra". Através de cartazes, entrevistas, maquetes, apresentações de slides, danças, exposições de painéis, entre outras. Dentro desse viés, foi mostrada parte da história cultura do Bairro Leandro Bezerra.
          No contexto do trabalho ainda foi mostrado dados estatísticos, aspectos políticos, fotos antigas, enfim foi feito um verdadeiro raio-X do bairro, confira algumas imagens:

* Em discurso na TV, Kadhafi prevê 'uma longa guerra' contra a coalizão.

         Deu no G1
         Em mais um discurso na manhã deste domingo (20), o ditador da Líbia Muammar Kadhafi garantiu que não deixará a sua terra e que irá "libertá-la" das forças de coalizão compostas por EUA, Reino Unido, França, Canadá e Itália, que iniciaram ataques aéreos ao país neste sábado (19).
       "Liquidaremos qualquer traidor ou colaborador da coalizão", ameaçou Kadhafi em pronunciamento pela TV estatal. O líder disse que não deixará o Ocidente roubar ou explorar o petróleo do país, e assegurou que "todo o povo líbio está armado e vencerá". O ditador ainda disse que prevê "uma longa guerra" contra os opositores.

* Matéria do blog é destaque na imprensa estadual.

          Deu no Correio da Tarde
          A po­pu­la­ção de Ca­raú­bas não tem mais a quem re­cor­rer, com re­la­ção aos caos em que se en­con­tra a si­tua­ção da saúde pú­bli­ca do mu­ni­cí­pio. Tem sido cons­tan­te as re­cla­ma­ções atra­vés da mídia local e da im­pren­sa mos­so­roen­se dos mo­ra­do­res que so­li­ci­tam pro­vi­den­cias ur­gen­tes por parte dos agen­tes pú­bli­cos.
        As úl­ti­mas tra­gé­dias ocor­ri­das na ci­da­de, fez vir a tona o caos que é a saúde pú­bli­ca na ci­da­de. O caso mais re­cen­te aca­bou pro­vo­can­do a morte da jovem, Ta­misly Sal­via­no, 18, que veio a óbito no úl­ti­mo dia 14, em con­se­qüên­cia da falta de es­tru­tu­ra dos pos­tos de saúde de Ca­raú­bas, a falta de um tra­ba­lho pleno das equi­pes do Pro­gra­ma de Saúde da Fa­mí­lia (PSF'), a enor­me de­man­da do Hos­pi­tal Re­gio­nal, e prin­ci­pal­men­te a falta de aten­di­men­to mé­di­co, que tem se tor­na­do cada vez mais ine­fi­caz na ci­da­de. "Está cada dia mais de­su­ma­na a si­tua­ção da saúde pú­bli­ca em nossa ci­da­de, são in­fi­ni­tos pro­ble­mas que de­mons­tram, que a saúde pú­bli­ca na nossa ci­da­de, pre­ci­sa ser tra­ta­da de uma forma di­fe­ren­te. Os nos­sos go­ver­nan­tes ne­ces­si­tam de uma mu­dan­ça de ati­tu­de, caso isso não ocor­ra, mui­tas ou­tras tra­gé­dias irão ocor­rer", disse o ra­dia­lis­ta, João Mar­co­li­no.
Se­gun­do ele, as pes­soas que co­man­dam a ci­da­de não pas­sam por essa rea­li­da­de, em con­se­qüên­cia da boa si­tua­ção fi­nan­cei­ra que des­fru­tam e tal­vez por isso ig­no­rem a si­tua­ção de mais de 95% da po­pu­la­ção local que ne­ces­si­ta do sis­te­ma caó­ti­co de saúde de Ca­raú­bas. "Quem já não pas­sou horas à es­pe­ra de um aten­di­men­to no Hos­pi­tal de Ca­raú­bas? O que acon­te­ceu nos úl­ti­mos dias só foi o ápice final de um sis­te­ma to­tal­men­te su­ca­tea­do, foi pre­ci­so acon­te­cer fatos desta na­tu­re­za para ter­mos a ní­ti­da cer­te­za que as coi­sas em Ca­raú­bas não estão à ma­ra­vi­lha mos­tra­da em al­guns veí­cu­los de co­mu­ni­ca­ção atra­vés de ma­te­rial pago", acres­cen­tou o ra­dia­lis­ta.
        Ele disse ainda, que suas crí­ti­cas ao sis­te­ma de saúde pú­bli­ca de Ca­raú­bas, não deve ser en­ca­ra­do como uma ati­tu­de opo­si­cio­nis­ta a atual ges­tão, mas como uma aler­ta sobre as ne­ces­si­da­de ur­gen­te de mu­dan­ça na forma de as­se­gu­rar as­sis­tên­cia me­di­ca a po­pu­la­ção. "Basta se co­lo­car no lugar da­que­les que per­de­ram seus entes que­ri­dos, por falta de um diag­nos­ti­co rá­pi­do e efi­cien­te. Já ima­gi­nou, se o diag­nos­ti­co da me­ni­na Ta­misly, ti­ves­se sido di­fe­ren­te? Cer­ta­men­te o re­sul­ta­do teria sido outro, ela po­de­ria hoje viva", disse João em tom de de­sa­ba­fo. 
       Se­gun­do ele, os lau­dos mé­di­cos mos­tram que a falta de aten­ção me­di­ca teria pro­vo­ca­do a morte da ca­rau­ben­se, que de­pois de vá­rios dias so­fren­do com o pro­ble­ma, foi le­va­da as pres­sas para o Hos­pi­tal Re­gio­nal Tar­ci­sio Maia em Mos­so­ró, e os mé­di­cos da­que­la uni­da­de, mesmo tendo diag­nos­ti­ca­do a ur­gên­cia no caso aca­ba­ram dei­xan­do para o dia se­guin­te, o que teria pro­vo­ca­do a morte da jovem. "Po­de­mos ver que o casos na saúde não é uma ques­tão iso­la­da em Ca­raú­bas, mas atin­ge todo o nosso Es­ta­do", en­fa­ti­za.