terça-feira, 22 de março de 2011

* Getúlio Rêgo é o líder do Governo Rosalba na AL.

         Confirmado o deputado Getúlio Rego para a lideraça do Governo na Assembleia Legislativa. A vice-lider será a deputada estadual Gesane Marinho (PMN).
         A definição do deputado que vai assumir a função de líder do governo ocorre 80 dias depois de iniciada a administração de Rosalba Ciarlini e dois meses após a abertura do período legislativo na Assembleia.

Deputado Estadual Getúlio Rêgo é o líder do Governo na AL.

* Rosalba segue sem líder na AL.

        Res­tam ape­nas nove dias para que a go­ver­na­do­ra Ro­sal­ba Ciar­li­ni (DEM) che­gue aos três meses de man­da­to sem de­fi­nir quem será o líder do go­ver­no na As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va. Nomes não falta, mas a de­ci­são deve sair ainda essa se­ma­na.
        A su­pos­ta pres­sa se deve pelo fato da go­ver­na­do­ra pre­ci­sar da apro­va­ção de pro­je­tos es­tra­té­gi­cos para seu go­ver­no e, prin­ci­pal­men­te, para Copa do Mundo de 2014, que tem Natal como cidade-sede.
        Na úl­ti­ma se­ma­na, Ro­sal­ba Ciar­li­ni en­tre­gou à As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va o Pro­je­to de Lei que au­to­ri­za o uso de re­cur­sos dos ro­yal­ties pela pro­du­ção de pe­tró­leo e gás na­tu­ral como ga­ran­tia do Es­ta­do para o Fundo Ga­ran­ti­dor. 
      O mais co­ta­do para as­su­mir o cargo é o de­pu­ta­do Ge­tú­lio Rêgo, fiel es­cu­dei­ro da governado-ra e que, in­clu­si­ve, foi o único ci­ta­do du­ran­te o pro­nun­cia­men­to da go­ver­na­do­ra du­ran­te a apre­sen­ta­ção do Pro­je­to de Lei. Mas Ge­tú­lio ainda nega o con­vi­te. Em sua úl­ti­ma en­tre­vis­ta, ele disse de­fen­der que o de­pu­ta­do José Dias (PMDB) ocu­pas­se a li­de­ran­ça do go­ver­no, mas Dias já adian­tou que não se sente con­for­tá­vel para ficar com o posto tanto pelo fato de não per­ten­cer ao par­ti­do da go­ver­na­do­ra, ao con­trá­rio de Ge­tú­lio, quan­to pelo PMDB ter adota-do uma pos­tu­ra de in­de­pen­dên­cia no Le­gis­la­ti­vo. "Essa é uma prer­ro­ga­ti­va que cabe a própria Ro­sal­ba", se es­qui­vou.
       

* Presidente da FEMURN critica Governo do Estado.

       O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, prefeito Benes Leocádio, classificou de equivocada e extremamente prejudicial a decisão do Governo do Estado de cancelar mais de uma centena de convênios firmados com os municípios entre 2006 e 2010. “A decisão do governo é equivocada, prejudicial à população do RN, antimunicipalista e punitiva”, declarou o presidente da Femurn, que apelou à governadora Rosalba Ciarlini para que restabeleça o diálogo com os municípios e suas entidades.

* Governo identifica 400 mortos na folha de pagamento.

        O governador da Paraíba Ricardo Coutinho identificou na folha de pagamento de pessoal 400 nomes de pessoas que já morreram, mas estavam constando para receber salários.
        A irregularidade, atribuída ao Governo do antecessor José Maranhão, foi anunciada nesse final de semana. O Executivo já encaminhou o caso para o Ministério Público estadual.