sábado, 9 de abril de 2011

* Ataques da Otan destroem 17 tanques das forças de Kadhafi.

         As forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) destruíram 17 tanques que pertenciam ao líder líbio Muammar Kadhafi na sexta-feira e início de sábado, disse um funcionário da Otan neste sábado (09).
         As forças aéreas da Otan atingiram 15 tanques perto da cidade de Misrata, a oeste do país, onde as forças de Kadhafi estão atacando os rebeldes que questionam seu comando, e dois ao sul de Brega, que fica no Leste do país, disse.
        "As operações de sexta-feira podem ter sido as mais eficazes (desde que a Otan assumiu o comando de operações militares na Líbia)", disse o funcionário.

* Chapa dos Alves para 2014!

         Deu em Thaisa Galvão
         Nos bastidores peemedebistas - grupo comandado pelo deputado Henrique Alves e pelo ministro Garibaldi Filho - já se forma uma chapa....para dar início ao processo de discussões.
         Chapa que teria Garibaldi como candidato ao governo...com convite já sondado para João Maia ser vice...e Henrique na cabeça para o Senado.
         O modelo está em discussão.
         Mas daqui desse canto, eu acredito pouco ou quase nada que ele vingue.
         As discussões em torno de Oligarquias Políticas, tão combatidas pelo eleitorado, não aprovaria uma chapa majoritária com Garibaldi e Henrique juntos.
         Ou alguém duvida?
         Blog: "Em política tudo pode acontecer, inclusive nada"!

* Discoteca em São Geraldo/Caraúbas.

       No próximo dia 16/04, no Distrito de São Geraldo/Caraúbas, o Bloco Espermentrando vai realizar uma grande festa, a mesma ficará por conta da Discoteca MIX DANCE e o Dj. Claudinho. Local Mercado Público, está todo mundo convidado, confira:

* Projeto obriga candidato a cumprir promessa.

         Para evitar que promessas de campanha sirvam só para preencher propaganda eleitoral, um projeto de emenda constitucional propõe que o cumprimento delas seja obrigatório para o presidente, os governadores e os prefeitos.
        O projeto apresentado na quarta-feira pela Rede Nossa São Paulo, que reúne mais de 600 ONGs, exige que os políticos eleitos anunciem, em até 90 dias após a posse, um Programa de Metas e Prioridades para o mandato.
        Diferentemente dos Planos Plurianuais, que estabelecem as diretrizes para os grandes projetos e não incluem promessas de campanha, a emenda institui metas quantitativas e mensuráveis para todas as áreas da administração pública e subdivisões regionais das esferas de poder.
        Pelo projeto, o Executivo deve apresentar a cada quatro meses relatórios de evolução das metas.
        "É uma revolução política que vai gerar campanhas eleitorais mais responsáveis, permitir uma avaliação mais objetiva dos políticos e, conseqüentemente, um voto mais consciente ", diz Oded Grajew, 66, coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo.
        Um dos idealizadores da iniciativa popular da Lei da Ficha Limpa, Grajew diz que a proposta da emenda constitucional não é uma reação à determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) de inaplicabilidade da norma nas eleições de 2010, mas uma consequência da mobilização popular gerada.
         "A presidente Dilma fala muito em eficiência na gestão. Aécio Neves (PSDB) também falou sobre o assunto em seu discurso no Senado. Será um teste para vermos a coerência do Congresso. Quero ver a justificativa de quem for contra."

* Investigações sobre mensalão podem originar novos inquéritos na Justiça.

       Uma série de investigações iniciadas no rastro do esquema do mensalão do PT, ocorrido em 2005, pode originar novos inquéritos na Justiça. O relatório concluído em fevereiro pela Polícia Federal e encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) propõe novas investigações sobre as contas do Banco do Brasil, sobre depósitos e repasses feitos pelo PT, sobre indícios contra ex e atuais parlamentares, suspeitas sobre a Secretaria de Fazenda do Distrito Federal no governo Joaquim Roriz (PMDB), além de repasses feitos para meios de comunicação em diversos estados. 
        Apesar de iniciados a partir da descoberta do mensalão, o relatório da PF e as novas investigações propostas ao Ministério Público não têm relação direta com a ação principal que tramita no STF e que envolve 38 acusados de envolvimento com o esquema de corrupção montado no governo Luiz Inácio Lula da Silva há pouco mais de cinco anos. Os novos indícios encontrados pela PF fazem parte do inquérito aberto no Supremo para apurar a origem dos recursos do mensalão. Não são, portanto, o relatório final do mensalão.
          O delegado da PF encarregado da investigação, Luís Flávio Zampronha, adiantou no relatório que um inquérito policial já foi aberto por determinação do Ministério Público para "apurar a responsabilidade dos servidores do Banco do Brasil nas irregularidades envolvendo seus contratos de publicidade e propaganda".

* Rosalba quer prestação de contas dos prefeitos.

          A governadora Rosalba Ciarlini afirmou que a gestão Iberê Ferreira agiu de forma ilegal ao fazer os convênios com os municípios sem que os recursos tivessem previsão no orçamento.
         “Depois da eleição o governo anulou o convênio e no dia 31 de dezembro, sem ter empenho, sem estar nos restos a pagar, o governo (Iberê Ferreira) chega novamente e diz que é pra valer. Pelo amor de Deus, isso é ilegal. Só havia um caminho: cancelar de uma só vez”, comentou.
          Ela disse que se tem obras para serem concluídas é preciso analisar uma a uma. “Mas primeiro os prefeitos precisam prestar contas do dinheiro que foi entregue. Agora tudo tem que ser dentro da legalidade”.
           Caraúbas está dentro desta realidade.

* Rosalba acusa administração Iberê.

         A governadora Rosalba Ciarlini voltou a criticar a gestão Iberê Ferreira e afirmou que as obras “eram feitas sem planejamento”. Ela citou como exemplo a obra da avenida Engenheiro Roberto Freire, que está incluída no PAC da Copa.
         “Não existia projeto. Agora fizemos um projeto básico, com túnel, com viaduto na avenida e por isso a obra vai passar de R$ 100 milhões. Eles (o governo passado) fizeram só um traçado a obra, na havia projeto. .Essa era marca do governo (Iberê Ferreira) fazer sem planejar”, disse.
Fonte: Panorama Político.

* Governadora nega superávit nas contas do governo.

       A governadora Rosalba Ciarlini negou que o Estado esteja “fazendo caixa”, com superávit. “Superávit nós vamos ter quando zerar tudo. Nós ainda temos mais de R$ 700 milhões para pagar. Há uma interpretação errônea disso (dizendo que tem superávit)”, comentou.
      Ela afirmou que hoje nos cofres públicos há “R$ 65 milhões”. “E veja que só para a Copa do Mundo deveremos ter R$ 15 milhões em caixa para repassar ao Fundo da Parceria Público Privada”, disse Rosalba.

* Tragédia do RJ: Atirador foi à escola uma semana antes do ataque, diz diretor.

        O diretor da Escola Municipal Tasso da Silveira, Luiz Marduk, de 55 anos, diz que o assassino Wellington Menezes de Oliveira esteve no colégio uma semana antes do ataque que deixou 12 crianças mortas pedindo a segunda via do histórico escolar. A secretaria marcou para esta quinta-feira (07), o dia do ataque, a entrega do documento.
        "Ele veio na semana passada aqui na escola e pediu na secretaria a segunda via do histórico escolar. Naquele dia, ele perguntou se a professora Dorotéia ainda estava na sala de leitura. Os funcionários confirmaram. Ontem, quando ele chegou aqui, pegou o documento e perguntou se podia ir à sala de leitura falar com a Doróteia. Foi tudo planejado, premeditado, e ele usou as informações que obteve para se aproveitar para colocar a sua maluquice em prática", disse Marduk.

* Primeira Câmara do TCE acata inspeção especial em 12 municípios do RN.

        Acatando sugestão do diretor da Diretoria da Administração Municipal (DAM), Humberto de Aragão Mendes Neto, a presidência da Primeira Câmara do Tribunal de Contas aprovou, na sessão plenária da quinta-feira , a realização de inspeção especial nos municípios cujos ordenadores de despesas falharam em seus deveres precípuos de prestar contas.  
        A sugestão, apresentada em plenário pelo conselheiro Alcimar Torquato de Almeida, determina a realização de inspeção in loco das contas, relativa ao exercício de 2010, nas seguintes prefeituras e câmaras municipais: Barcelona, Felipe Guerra, Galinhos, Jardim de Angicos, Monte das Gameleiras, Paraú, Rafael Fernandes, Santa Maria, São Francisco do Oeste, São José de Campestre, Serra de São Bento e Severiano Melo. 
        O conselheiro destacou que, na inspeção, serão apuradas possíveis irregularidades com despesas em geral, licitações, contratos, obras de engenharia, educação e saúde, no afã de dar uma maior eficácia às análises, já que se trata de fatos relativos a período recente – no caso o ano de 2010.