sábado, 7 de maio de 2011

* Enquanto isso: Em convenção, lideranças do PSDB negam crise no partido.

         Durante convenção para eleger a executiva estadual do PSDB em São Paulo, as principais lideranças do partido negaram que haja uma crise interna.
José Serra e Geraldo Alckmin são cercados por correligionários ao chegarem juntos na convenção estadual do PSDB neste sábado   (Foto: Marcelo Mora/G1) 
José Serra e Geraldo Alckmin são cercados por correligionários ao chegarem juntos na convenção estadual do PSDB
neste sábado.
         Em abril, seis vereadores deixaram o PSDB de São Paulo por divergências com o diretório municipal. Líderes importantes do DEM também anunciaram a saída do partido, como o presidente de honra, Jorge Bornhausen; seu filho, o vice-presidente nacional do DEM, deputado federal Paulo Bornhausen (SC); e o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo. Os dois últimos devem migrar com o recém-anunciado  Partido Social Democrático (PSD), do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.
          Como tentativa de demonstrar união, Alckmin e Serra chegaram juntos à convenção, que acontece na Assembleia Legislativa de São Paulo. No momento da chegada, tocou a música "Eu quero apenas", de Roberto Carlos, cujo refrão é "Eu quero ter um milhão de amigos e bem mais forte poder cantar".

* Delúbio faz festa e diz que Dilma continua trabalho iniciado por Lula.

          O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares disse neste sábado (07), durante festa para comemorar a refiliação dele ao partido, que a presidente Dilma Rousseff está dando continuidade ao trabalho iniciado pelo ex-presidente Lula. O evento foi promovido pelo diretório da legenda em Buriti Alegre (GO), cidade-natal de Delúbio.
          "O presidente Lula quando fez a sua última campanha, a campanha de 2002, dizia que todos os brasileiros têm o direito de tomar o café da manhã, almoçar e jantar. Foi isso que nós acreditamos, e transformamos o país tirando 30 milhões da pobreza. Dilma tem falado, tem dito a todos os seus ministros, que a prioridade número um é acabar com a miséria no Brasil. A presidente Dilma tem dado continuidade ao que o presidente Lula nos ensinou", afirmou Delúbio em um curto discurso.
Delúbio na festa do PT em Buriti Alegre (GO) (Foto: Ed Ferreira / Agência Estado) 
Delúbio na festa do PT em Buriti Alegre (GO) .

* Mega-Sena acumulada sai para aposta do Rio de Janeiro!

          Uma aposta do Rio de Janeiro levou o prêmio acumulado de R$ 34.943.738,22 pago no concurso 1.281 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado neste sábado (7) em Contagem (MG).
          Confira os números divulgados pela Caixa Econômica Federal:
          08 - 11- 14 -30 - 36- 38
         Ainda de acordo com a Caixa, 198 bilhetes acertaram a quina e receberão R$ 15.752,77. Outras 12.813 apostas fizeram a quadra e receberão R$ 347,75 como prêmio.
         O prêmio principal deste concurso é o quarto maior prêmio da Mega-Sena neste ano. Com o valor, o ganhador poderia comprar mais de 1,4 mil carros populares ou ainda 7 mil motos. Aplicado na poupança, o valor renderia cerca de R$ 220 mil por mês, segundo a Caixa.

* Vaquejada em Caraúbas é no Saia Rodada Park Show!

DSC013802

* Greve na educação tem adesão de 90% dos professores do Estado.

          Após uma semana, a greve dos professores da rede estadual já chega à adesão de 90% da categoria, segundo informa a coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), Fátima Cardoso. "O movimento está forte e consolidado e, onde não chega a 100%, é devido à presença de estagiários recentemente contratados para amenizar o déficit de educadores em sala de aula", analisou a sindicalista.
          O Governo do Estado, até o momento, não sinalizou sobre as reivindicações da categoria, mas tem agendada uma reunião com o sindicato na próxima segunda-feira, às 15h, onde será representado pelo Gabinete Civil, e outra na terça-feira, às 15h30, com as lideranças dos partidos e a presidência da Assembleia Legislativa. A direção do Sinte aguarda ser convocada pela secretária de Educação do Estado, Betânia Ramalho, para uma outra audiência já solicitada.
          Na pauta de reivindicações, os professores reclamam da não implantação do piso salarial nacional da categoria e dos planos de carreira dos funcionários e dos professores. Eles querem uma revisão no Plano de Carreira do Magistério e da tabela salarial. Em carta aberta, a secretária Betânia Ramalho, não toca nas principais reivindicações da categoria, mas disse que o governo está aberto à negociação e apela para a categoria voltar à sala para não prejudicar os 200 dias letivos.

* ONGs comemoram reconhecimento da união homoafetiva.

         Membros da comunidade gay do Rio Grande do Norte comemoram a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o reconhecimento legal da união estável entre homossexuais e afirmam que a sentença é um grande passo para a sociedade brasileira. Aprovada na última quinta-feira por unanimidade pelos ministros do STF, a chamada união homoafetiva é agora reconhecida como aceita pela Constituição Federal e o Código Civil, o que possibilita aos casais homossexuais o direito legal de possuir uma família.
         Wilson Dantas, militante da Associação Potiguar pela Livre Orientação Sexual, considera um avanço esse reconhecimento, embora tardio, frente a países europeus que já lesgilaram há décadas a aceitação do casamento gay, bem como, mais recentemente, a Argentina e o Chile. "Tínhamos os direitos negados, agora temos direitos iguais. São 122 direitos de família que passam a beneficiar os mais de 60 mil casais homoafetivos por todo o Brasil", relatou Wilson.

* Já em campanha para deputado federal, ex-governador Iberê participa de evento da FECAM.

           O ex-governador Iberê Ferreira está participando da posse do vereador Edivan Martins como presidente da FECAM. Assumido como candidato a deputado federal em 2014, esse é o primeiro evento público que o ex-governador participa após deixar o Executivo em 31 de dezembro de 2010.
           Iberê Ferreira já declarou, em recente entrevista, que no pleito 2012 estará na posição de apoiador de candidaturas e não de apoiado.

* Arquidiocese afasta padre acusado de atentado ao pudor contra criança.

         O padre José Irineu da Silva, acusado de atentado ao pudor contra um menino de 10 anos, em Ipanguaçu, foi afastado de suas funções pela Arquidiocese de Natal. A Igreja divulgou uma nota ontem, informando que o pároco está suspenso de todas as atividades sacerdotais, além de se colocar à disposição das autoridades para ajudar nas investigações.
         De acordo com a Polícia, o caso teria ocorrido no último dia 28, na localidade de Arapuá, zona rural de Ipanguaçu. Em depoimento, a mãe da vítima disse que se preparava para participar da primeira eucaristia na capela de São José Operário, na localidade, quando o religioso teria cometido o crime, tocando em partes íntimas do menino. “Só não aconteceu o pior porque o meu filho correu”, disse.

* Mega-Sena sorteia R$ 35 milhões neste sábado!

         A Mega-Sena pode pagar, neste sábado (7), o prêmio acumulado de R$ 35 milhões para o apostador que acertar as seis dezenas da faixa principal da loteria. O sorteio do concurso 1.281 acontece às 20h (horário de Brasília).
         É o quarto maior prêmio da Mega-Sena neste ano. Com o valor, o ganhador poderia comprar mais de 1,4 mil carros populares ou ainda 7 mil motos. Aplicado na poupança, o valor renderia cerca de R$ 220 mil por mês, segundo a Caixa.
MegaSena (Foto: Nathália Duarte/G1) 
Mega-Sena pode pagar R$ 35 milhões.

* Queda de avião no mar mata 27 na Indonésia, diz Marinha.

         A Marinha da Indonésia confirmou que não há sobreviventes na queda de um avião no mar, ocorrida neste sábado (07) próximo a Kaimana, na província de Papua.
         O Departamento de Aviação Civil da Indonésia informou que ao menos 15 corpos foram resgatados do mar. Os outros estão entre os destroços, a 6 quilômetros de profundidade.
          Havia 27 pessoas a bordo - seis tripulantes e 21 passageiros.

* Deputada do PT se propõe a intermediar negociação entre professores e Governo

        A deputada federal Fátima Bezerra (PT) se propôs a intermediar a negociação entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) e o Governo do Estado.
       Os professores da rede pública estadual estão em greve há uma semana. Fátima Bezerra afirmou que a própria governadora Rosalba Ciarlini pediu que ela entrasse na mediação. Além da parlamentar petista, o deputado estadual Fernando Mineiro também deverá ser outro interlocutor dos grevistas com o Executivo.