terça-feira, 15 de novembro de 2011

* Código Florestal : deputados não descartam restituir relatório de Aldo Rebelo.

Preocupado com as alterações feitas pelos senadores no texto do projeto do novo Código Florestal Brasileiro, o líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), vai propor às lideranças partidárias a formação de "um grupo de acompanhamento informal" dos trabalhos na Comissão de Meio Ambiente do Senado. Ele e outros parlamentares da base aliada e da oposição não descartam a restituição do projeto de lei relatado pelo deputado e atual ministro do Turismo, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), quando a matéria retornar à Câmara para análise final antes de seguir para sanção da presidenta Dilma Rousseff. Os deputados querem que pontos polêmicos sejam revistos.

A recomposição das áreas de preservação permanente (APPs) para quem tem propriedades rurais de até quatro módulos fiscais, por exemplo, é considerada improcedente pelo líder peemedebista. "É inviável recompor APPs que, ao longo do tempo, tiveram suas áreas construídas ou ocupadas por plantações ou pastos."

* Polícia encontra carro usado no tiroteio em Caraúbas.

A caminhonete Hillux utilizada no tiroteio em Caraúbas foi localizada na tarde dessa segunda-feira (14). O veículo foi encontrado no sítio Jordão, entre os municípios de Patú e Caraúbas. A informação é do blog Nosso Paraná RN.

Segundo o blog, o veiculo foi encontrado pelos policiais do GTO de Patú, com os pneus furados e varias cápsulas de Fuzil, pistolas e de escopetas.

A caminhonete foi utilizada por uma quadrilha fortemente armada que invadiu Caraúbas em direção à residência do comerciante José Wilson Praxedes, 46, e efetuaram vários tiros por cerca de 20 minutos. O atentado que seria contra o comerciante ainda deixou ferida a sua filha identificada por Wisla Susy Praxedes, 16 anos, que sofreu um tiro na testa e um outro homem identificado por Francisco Irlânio Alves de Lima, 31 anos. Nenhuma das vítimas corre risco de morte.
Dn Online.

* Agripino defende aliança da base de Rosalba no 1º turno.

O senador José Agripino, presidente nacional do DEM, defende que os partidos que integram a base aliada da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) tenham candidato único logo no primeiro tuno das eleições para prefeito de Natal no próximo ano. Ele citou - como legendas que integram a base aliada -  PMDB, DEM, PP, PSDB e PMN. "Eu advogo que nós, dos partidos que apoiam a governadora, tenhamos um candidato só no primeiro turno. Não sei se será possível. Mas vou lutar para uniformizar essas legendas", destacou o senador, ontem, durante entrevista ao Jornal do Dia, da TV Ponta Negra.

José Agripino disse que há, para a sucessão municipal, pré-candidatos expressivos pelos partidos que estão na oposição ao Governo do Estado. Ele citou a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) e o ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT) como nomes que foram apresentados por suas respectivas legendas como pré-candidatos que têm densidade eleitoral. "(Nesse quatro) É preciso que a gente use a força dos partidos que fazem a base (da governadora) para apresentarmos uma candidatura com musculatura suficiente, irmos ao segundo turno e ganharmos a eleição", afirmou o senador do DEM.

José Agripino lembrou que o PMDB apresenta a pré-candidatura de Hermano Morais; o PSDB, de Rogério Marinho, e o DEM pode lançar um nome com expressão em Natal. Mas ele considera que aumentará as chances de vitória do bloco político da governadora se houver uma aliança em torno de um candidato já no primeiro turno. O senador não disse qual é critério que defende para a escolha da candidatura por essa possível coligação. "O assunto está em gestação", afirmou, na entrevista à TV Ponta Negra.

* Henrique Eduardo reafirma entendimento da bancada na votação do OGU.

O deputado Henrique Alves, líder da bancada do PMDB na Câmara dos Deputados, reforçou a necessidade de união dos parlamentares potiguares, em defesa do desenvolvimento do estado tanto no Orçamento Geraldo da União de 2012 como a inclusão de projetos estruturantes no Plano Plurianual do governo federal.

A governadora e os parlamentares decidiram incluir no planejamento dos próximos quatro anos do governo federal a duplicação da BR-304; um novo terminal e acessos para o porto de Natal, na outra margem do rio Potengi; Veículo Leve sobre Trilhos, ligando Natal e região metropolitana; ponte sobre o rio Mossoró, entre Areia Branca e Grossos; viaduto da Cidade Satélite, em Natal e canal do sal, entre as salinas e a foz do rio Mossoró, além de infra-estrutura para as ZPE’s e distritos industriais.

Já as emendas coletivas de bancada para o Orçamento Geral da União do próximo ano ainda vão ser definidas durante a reunião convocada para o dia 23 pela coordenadora da bancada potiguar, Sandra Rosado. É também neste dia que termina o prazo das emendas do PPA (Plano Plurianual).