domingo, 15 de janeiro de 2012

* logo mais às 17 h tem essa turma e você no Hotel Olho D'água do Milho/Caraúbas.

Ferro na Boneca...
A dupla que conquistou o Nordeste...
 
Lagosta Bronzeada...
Mastruz com Leite...

* Governadora Rosalba afirma que “esperava” índice de desaprovação.

A governadora Rosalba Ciarlini avaliou que os índices de desaprovação da sua gestão, chegando a quase 60%, já eram esperando devido ao ano difícil de 2011.

“Encontramos o Estado em uma situação difícil economicamente. Para recuperar o equilíbrio financeiro tivemos que adotar algumas medidas que desagradaram alguns setores, como o funcionalismo (no caso da não implantação do plano de cargos carreiras e salários). Mas o importante é que o Estado está recuperando o equilíbrio financeiro a ponto de ser considerado pelo Tesouro Nacional como o melhor Estado do Nordeste em recuperação financeira”, destacou a governadora Rosalba Ciarlini.

Ela citou que houve uma redução nos gastos do Governo do Estado,mas, em contrapartida, já foi possível oferecer alguns reajustes, como o caso do magistério, que passou a receber o Piso Nacional do Professor. “Aplicamos um reajuste de 34% no salário dos professores”, destacou a chefe do Executivo.

Como medidas de redução de gastos ela citou 43% de diminuição no número de diárias, no comparativo com 2010 e 6,8 milhões de litros de combustível no ano.

 “Conseguimos economizar 18 mil litros de combustível por dia”, ressaltou a chefe do Executivo. Ela citou também as medidas para recuperar a credibilidade do Estado junto ao Ministério do Esporte, Governo Federal e Fifa, conseguindo viabilizar a Copa do Mundo em Natal.

* Rosalba diz que Agripino não tem palavra de rei.

Em entrevista neste domingo na coluna de Diógenes Dantas do Portal Nominuto a governadora do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini(DEM) voltou a falar sobre as eleições municipais no Estado.

Rosalba acredita que as eleições municipais não vão atrapalhar o andamento do governo e que ele participará onde o DEM  tiver candidato ou apoiará candidatos do arco de alianças, mas sem envolver a administração.
Indagada sobre a posição de José Agripino em não apoiar candidatos do PSD no Estado, a governadora disse que o líder [Agripino] tem uma posição, mas a palavra de rei também volta atrás.

“Cada situação é uma situação. Em nível nacional, há uma posição do DEM, mas cada cidade tem sua realidade. A prioridade do DEM é ter candidato próprio na maioria dos municípios, mas podemos apoiar candidatos de partidos do arco de alianças que me fez governadora. Cada caso será discutido com o líder, como sempre fiz. Nós também divergimos. Eu já votei no Lula na primeira eleição dele [2002] contra o [José] Serra. Eu era prefeita, e o PT me pediu. E eu votei no Lula”, disse Rosalba.

Mesmo com este disrcurso Rosalba diz que Agripino não está errado em defender o partido, mas é preciso analisar as questões caso à caso, pois não poderá voltar atrás no compromisso assumido anteriormente com alguns aliados.