terça-feira, 13 de março de 2012

* Aniversário do amigo Eugênio.

O dia de hoje é especial, pois é o aniversário de um grande amigo, trata-se do ex-prefeito de Caraúbas Eugênio Alves.

O blog deseja todos os votos positivos a esse ser humano diferenciado.

Assim, amigo muita paz e sucesso...
Eugênio, Givago e Senize...

* Líder do PMDB confirma candidatura própria em Natal e diz que partido indicará vice da chapa do DEM em Mossoró.

Presidente estadual do PMDB, o deputado federal Henrique Eduardo Alves, confirmou a candidatura própria do partido ao pleito de Natal e destacou que os peemedebistas deverão indicar o vice na chapa do DEM em Mossoró. Durante entrevista para rádio 96 FM, o parlamentar negou a informação veiculada pelo jornal Folha de São Paulo, na semana passada, de que em Natal a legenda poderia apoiar a candidatura do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), contando com a aliança também do DEM.

O líder peemedebista afirmou que a candidatura do deputado estadual Hermano Morais para disputar o pleito eleitoral da capital potiguar está consolidada, inclusive já deflagrou o processo de aliança com outros partidos. O deputado evitou falar em legendas que estejam fechadas com a candidatura de Hermano. “Não há menor possibilidade (do PMDB apoiar outro candidato em Natal). O nome de Hermano já está consolidado”, disse Henrique Eduardo.

Ele avalia como saudável o pleito eleitoral em Natal contar com candidaturas próprias de diversos partidos da base aliada da presidente Dilma Rousseff e também da governadora Rosalba Ciarlini. “Em Natal vamos ter um quadro importante porque vamos contar com diversas candidaturas, acredito em candidaturas múltiplas”, destacou, acrescentando que esse fato demonstra a “imensa vontade dos partidos de trabalharem” pela cidade.

* Josivan Barbosa diz que Larissa Rosado não representa nada de novo para Mossoró.

Tensão em Mossoró. O Partido dos Trabalhadores (PT) não se entende quanto à posição que o partido deve tomar nas eleições deste ano. A ala comandada pelo deputado estadual Fernando Mineiro (PT) defende o lançamento da candidatura própria, encabeçada pelo reitor da Ufersa, Josivan Barbosa (PT). Já o grupo liderado pela deputada federal Fátima Bezerra (PT), defende o apoio da legenda à candidatura da deputada estadual Larissa Rosado (PSB). No próximo dia 18, a legenda fará um encontro para definir qual será seu destino.

Questionado sobre qual o posicionamento irá adotar caso o partido opte pelo apoio a Larissa, o pré-candidato a prefeito de Mossoró Josivan Barbosa disse que esse é um assunto para der debatido posteriormente. Ele descartou a possibilidade de aceitar a vaga de vice na chapa do PSB. “Eu terei muita dificuldade de me incorporar à campanha de Larissa, até pelas críticas que venho fazendo ao seu nome. Larissa Rosado não representa nada de novo para Mossoró. Não podemos agir em 2012 pensando em 2014. São duas eleições diferentes”, observou o petista.

Josivan também criticou o modo como o PSB mossoroense negocia com os aliados. De acordo com ele, a líder pessebista no município, deputada federal Sandra Rosado, tenta força uma adesão do PT a Larissa “de cima para baixo”. “O PSB de Mossoró não propôs uma coligação com o PT, mas uma adesão ao nome de Larissa. Em nenhum momento, a líder do partido nos procurou aqui para discutir aliança. Ela chegou em Natal com o nome de Larissa definido e foi propor uma adesão às lideranças estaduais do PT”, reclamou.

O pré-candidato petista analisou ainda a possível renúncia da prefeita Fafá Rosado (DEM) para que a vice-prefeita Ruth Ciarlini (DEM), irmã da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), seja candidata à sucessão municipal. “Essa tática da renúncia de Fafá deverá ser utilizada pelo sistema governista. É uma tática suicida. O próprio grupo da prefeita tem rejeitado essa estratégia. Tenho certeza que o povo não apoiará esse jogo”, observou.