segunda-feira, 16 de abril de 2012

* Mulher mais velha do RN morre em Currais Novos.

Morreu na manhã desse domingo (15), na comunidade Cachoeira, em Currais Novos, a mulher mais velha do Rio Grande do Norte. Maria Alexandria completaria 113 anos no dia 15 de maio. Ela também é considerada como sendo uma das mais velhas do Brasil. A informação foi publicada pelo blog PM Currais Novos.

Maria Alexandrina era mãe de 22 filhos, aos quais conhecia e chamava a todos pelo nome. O seu filho mais velho é José Alexandrino, que mora em Rio Verde, interior de Goiás, e está com 96 anos. Já sua filha mais nova tem 68 anos de idade. Não se tem a quantidade exata de netos, mas, calcula-se que tenha em torno dos 180, já bisnetos podem ser 50 e 20 tataranetos. A família acredita que dona Alexandrina seja ainda mais velha, visto que segundo uma das filhas, sua mãe foi registrada quando já tinha 5 anos. Caso essa informação seja concretizada, dona Alexandrina poderia ter sido a mulher mais velha do Brasil.

Dona Alexandrina foi lavadeira de roupas de famílias importantes do município, onde trabalhou por vários anos na casa do Desembargador Tomaz Salustino. Ela contava que foi o saudoso senador potiguar Agenor Nunes de Maria quem a recompensou com uma pequena aposentaria.
Maria Alexandrina.

* Corregedora do CNJ anuncia que pedirá afastamento de desembargadores dia 8 de maio.

A corregedora do Conselho Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, anunciou na manhã de hoje que pedirá o afastamento dos desembargadores Rafael Godeiro e Osvaldo Cruz, que foram denunciados como envolvidos no desvio de recursos do Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

Em agenda administrativa em Natal, a ministra afirmou que o pedido de afastamento será proposto no dia 8 de maio, próxima sessão do CNJ, por ela e votado por todos os membros do colegiado. A corregedora também confirmou que já foi aberto um Processo Administrativo Disciplinar contra os dois desembargadores no CNJ.

* Paulo Freire é declarado patrono da educação brasileira.

O educador Paulo Freire (1921-1997) é oficialmente o Patrono da Educação Brasileira. A homenagem, proposta originalmente pela deputada Luiza Erundina (PSB-SP), foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff na última sexta-feira (13) como a Lei 12.612/2012. A Comissão de Educação, Cultura e Esporte Senado (CE) aprovou o projeto (PLC 50/2011) em março deste ano.

Paulo Freire nasceu no Recife em 1921, numa família de classe média, mas devido à crise econômica de 1929 e à morte do pai em 1934, viveu uma adolescência difícil. Apesar disso, conseguiu concluir os estudos e, em 1943, aos 22 anos, ingressou na Faculdade de Direito do Recife. Ele se formou, mas não chegou a exercer a profissão, preferindo dar aulas de língua portuguesa numa escola de segundo grau.

Em 1947, Freire assumiu o cargo de diretor de educação do Serviço Social da Indústria (Sesi), no Recife, quando passou a se interessar pela alfabetização de adultos e  pela educação popular. Na década de 1950, foi professor universitário e concluiu o doutorado em Filosofia e História da Educação.

* Josivan tem postulação com os dias contados.

O reitor da Universidade Federal Rural do Semi-árido (UFERSA), Josivan Barbosa (PT), vai participar de reuniões do PT em Fortaleza-CE  hoje (16).

O partido discutirá aspectos gerais das eleições municipais na região Nordeste.

Josivan, que tem sua ‘cabeça’ posta à bandeja (ou mesa de negociação) entre as cúpulas do PT e PSB, para uma ampla costura política em termos de eleições no país, tem os dias contados. É muito pouco provável que sua postulação seja mantida.

O partido está rachado.

Prévia interna no Diretório Municipal de Mossoró, há poucos dias, já mostrou a divisão: a corrente que defendeu seu nome e candidatura própria venceu por apenas cinco votos a ala que advoga aliança com o PSB, num apoio – novamente – ao nome de Larissa Rosado (PSB) a prefeito.
Carlos Santos.

* IR: cerca de 64% dos contribuintes ainda não declararam.

A pouco mais de duas semanas do prazo final para a entrega da declaração do Imposto de Renda da pessoa física, cerca de 64% dos contribuintes ainda não entregaram a declaração.

Desde o início do prazo, em 1º de março, até as 16h da última sexta-feira (13), 9.002.438 contribuintes haviam enviado o documento, segundo a Receita Federal, número superior ao do mesmo período do ano passado, quando foram registrados 8.837.573.

Até o encerramento do prazo, no próximo dia 30, são esperadas 25 milhões de declarações.

Quem não enviar a declaração no prazo está sujeito à multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido. Além da internet, os contribuintes podem entregar o documento em disquete no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal.

* Presidente do STF planeja julgar mensalão antes das eleições.

O ministro Carlos Ayres Britto vai assumir a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) na próxima quinta-feira. Será dele também a tarefa de presidir o julgamento do mensalão – um evento que ele quer marcar para antes do processo eleitoral, que começa em 6 de julho.

- Seja quem for o presidente do Supremo, um processo dessa envergadura, no campo quantitativo pelo menos, e em ano eleitoral, ele fará o possível para que não corram concomitantemente esse tipo de processo avultado, complexo, e o processo eleitoral. O ideal é que um não corra paralelo com o outro. Se for possível julgar o mensalão antes do dia 6 de julho, quando começa o processo eleitoral, é o ideal.