terça-feira, 24 de abril de 2012

* Aí mata: Professores da UERN poderão deflagrar nova greve.

A Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte poderá deflagrar uma nova greve da categoria. Os professores, que aguardavam para este mês a primeira parcela do reajuste salarial acordado com o Governo, foram informados que não está implantado no contracheque o aumento salarial.

Em setembro do ano passado, o Governo Rosalba garantiu aos professores reajuste salarial com 10,65% para abril de 2012; 7,43% para abril de 2013; e 7,43% para abril de 2014.

A ADUERN já está convocando uma assembleia para a próxima quinta-feira, às 9h. A tendência é que um novo movimento de paralisação seja deflagrado caso o aumento salarial não entre em vigor.

* Robinson Faria acusa senador José Agripino de ser o “mentor” do racha político com a governadora.

O vice-governador Robinson Faria lembrou hoje, durante entrevita na Band, do episódio do rompimento com a governadora Rosalba Ciarlini. Ele creditou ao senador José Agripino Maia o papel de “mentor” da briga.

“O grande mentor da briga do meu rompimento com Rosalba foi o senador José Agripino, do DEM”, disse Robinson Faria. O vice-governador classificou a gestão Rosalba Ciarlini de “ingratidão”.

“Esse governo é um governo da ingratidão: quem mais lutou para eleger Rosalba está fora do governo. Quem ganhou, perdeu”, observou.
Panorama Político.

* Campanha nacional quer vacinar 24,1 milhões de pessoas contra a gripe.

O Ministério da Saúde anunciou hoje (24) a meta de imunizar 24,1 milhões de pessoas em todo o país durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, marcada para o período de 05 a 25 de maio. A dose vai proteger também contra a influenza A (H1N1) – gripe suína.

A meta representa 80% do público-alvo definido pela pasta, que inclui idosos a partir de 60 anos (20,5 milhões), crianças entre 6 meses e 2 anos (4,3 milhões), grávidas em qualquer período da gestação (2,1 milhões), povos indígenas (586 mil) e trabalhadores de saúde (2,4 milhões).

Cerca de 500 mil presos também devem receber a vacina. Esta será a primeira vez que o grupo será imunizado durante a campanha. Além de doses contra a influenza, os presos vão receber proteção contra a hepatite B, a difteria, o tétano tipo adulto, o sarampo, a caxumba, a rubéola e a febre amarela.

Crianças que serão vacinadas pela primeira vez deverão tomar duas doses, com intervalo de 30 dias. Aquelas que já receberam uma ou duas doses da vacina no ano passado deverão receber apenas uma este ano. Os demais grupos deverão tomar dose única.

* Prefeitura concluiu primeira etapa na recuperação das estradas vicinais do município de Caraúbas.

A prefeitura municipal de Caraúbas em parceria com o DER concluiu a primeira etapa da recuperação das estradas vicinais do município de Caraúbas, neste primeiro momento receberam melhorias quase 300 Km de estradas, sendo mais de 10 comunidades contempladas.

A municipalidade está concluindo um projeto nos próximos dias e logo em seguida irá abrir um processo licitatório para a conclusão das demais áreas do município que não foram contempladas nessa etapa inicial.
Trechos que foram concluídos nessa etapa inicial.

* Governo do Estado reúne prefeitos para elaborar estratégias de convivência com a estiagem.

A EMATER-RN e a Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Norte realizaram na segunda-feira, 23 de abril, no Praiamar Hotel (Ponta Negra), uma reunião técnica com os 139 prefeitos dos municípios do Rio Grande do Norte que se encontram em situação de emergência por causa da estiagem.
 
O objetivo do evento foi elaborar uma estratégia de ação para minimizar os efeitos da seca e prestar assessoramento aos prefeitos para a criação das coordenadorias municipais de Defesa Civil.

De Caraúbas estiveram na reunião, o Prefeito Ademar Ferreira da Silva, o Secretário de Governo, Silvan Pessoa e representando a Defesa Civil de Caraúbas, Lucinaldo Souza- Naldo do Recanto e  Gilmar Marques-Gilmarzinho-,
 
O diretor geral da EMATER-RN, Ronaldo Cruz, o coordenador da Defesa Civil do RN, tenente-coronel BM Acioli, a presidente da Cruz Vermelha do Rio Grande do Norte, Francisca Montenegro, e o representante da Cruz Vermelha do estado de Pernambuco, Luiz Alisson Calixto, receberam os prefeitos, que iniciaram o dia participando de oficinas de trabalho, abordando temas como "Legislação do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil", "Procedimentos para Decretação de Situação de Emergência" e "Estratégias de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para a convivência com a seca".


 Comitiva caraubense.
Imagem e texto: Chico Costa.

* Pesquisa eleitoral...

O nosso blog em parceria com o Instituto JVCM e o programa Liderança em Debates irá realizar levantamento estatístico eleitoral, nos próximos dias 03 e 04 de maio, na zona urbana e rural do município de Caraúbas.

Na oportunidade iremos constatar como anda a corrida eleitoral em nosso município entre outras avaliações.

Apesar de ser para consumo interno dos contratantes, será importante para termos subsídios para determinados assuntos.

Na semana passada, o Instituto Agora Sei, realizou uma sondagem em nosso município, os números não foram divulgado nem nos bastidores.

* Prefeita Micarla de Sousa amarga desaprovação de 88,16%.

A prefeita Micarla de Sousa amarga desaprovação de 88,16%, segundo levantamento Nominuto/Certus. Não houve alteração significativa. A alcaidessa marcou 89% em janeiro, e 90,86% em novembro passado. A margem de erro da pesquisa de hoje é de 3% para mais ou para menos.

No outro lado, 8,27% de eleitores veem motivos para aprovar a administração pevista. Não souberam responder representam 3%, e não responderam atingiu 0,57%.
Arte: Nominuto.com
Pesquisa, registrada no TRE sob o protocolo 00010/2012 RN, foi realizada em 14 e 15 de abril.

* Rosalba não reverte índices e continua reprovada por mais de 57%.

Quem também não está bem avaliada pela eleitorado natalense é a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). A gestão da democrata é desaprovada por 57,20% de Natal. O índice também mostra que a chefe do Executivo não conseguiu reverter o índice negativo. Em janeiro, Rosalba marcou 58,57% e 57,86% em novembro de 2011.

A governadora pontuou 28,10% de aprovação. Entre os entrevistados, 12,84% não souberam responder e 1,85% não respondeu. A margem de erro do levantamento é de 3%.
Arte: Nominuto.com
Pesquisa, registrada no TRE sob o protocolo 00010/2012 RN, foi realizada em 14 e 15 de abril.

* Carlos Eduardo cresce 11 pontos e lidera com 49,50% dos votos.

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) lidera o levantamento estimulado contratado pelo Nominuto.com ao Instituto Certus com 49,50% dos votos. O pré-candidato cresceu oito pontos na mensuração, se comparado à pesquisa divulgada em janeiro pela Tribuna de Norte, quando marcou 41,57%. Em comparação com o publicado em novembro de 2011 pelo Portal Nominuto.com, o pedetista cresceu 11,07%. A margem de erro é de 3,0% para mais ou para menos.

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) continua em segundo lugar. Ela marcou 19,26% no atual levantamento, contra 19,43% em janeiro, e 25,57% em novembro do ano passado, também recuando além da margem de erro. Rogério Marinho (PSDB) aparece atrás com 5,56%. Ele marcara anteriormente 4,86% e 6,29%.

Hermano Morais (PMDB) ficou em quarto lugar, com 5,14%, praticamente estável em relação aos dois levantamentos anteriores. Fernando Mineiro, que mensurou na faixa dos 4% em janeiro e novembro, desceu agora aos 2%, ficando atrás da prefeita Micarla de Sousa (PV) que tem 2,43% das intenções de voto.
Arte: Nominuto.com
Pesquisa, registrada no TREl sob o protocolo 00010/2012 RN, foi realizada em 14 e 15 de abril.

* Dra. Velúzia volta a negar candidatura.

Na manhã do último domingo (22), a médica Velúzia Gurgel voltou a negar candidatura a municipalidade local, apesar de se sentir bastante lisonjeada com a lembrança do seu nome, a mesma negou ser candidata nesse pleito.

O nome da médica é uma das aposta da oposição local.

Assim é bom encontrar outra saída...

* Prefeitos reclamam falta de ações concretas no RN.

As ações para convivência com a estiagem, no interior do Rio Grande do Norte, vão chegar tardiamente às regiões afetadas. O alerta, em uníssono, é dos prefeitos e representantes dos 139 municípios em estado de emergência decretado desde o último dia 12 de abril pelo Governo do Estado (Decreto 22.637) e foi externado ontem aos representantes do governo, na reunião promovida no Praiamar Hotel, pela Emater e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

"Já temos mortandade nas regiões do Seridó e Central, e a tendência é piorar, sem que ações concretas tenham sido desenvolvidas para minimizar a estiagem", afirmou o prefeito de Lajes e presidente da Federação dos Municípios do RN (Femurn), Benes Leocádio. Ele disse que as providências precisam ser agilizadas por parte dos órgãos estaduais "para que ações, como o abastecimento de água e o financiamento para compra de ração, possam chegar o mais rápido possível".

Além da criação e regularização das Coordenadorias municipais de Proteção e Defesa Civil à luz da nova legislação, os prefeitos e técnicos dos municípios afetados pela estiagem discutiram com a Emater e com os técnicos da Defesa Civil, as estratégias de ação para minimizar os efeitos da estiagem. Apesar de ter sido aguardada no evento, a governadora Rosalba Ciarlini não marcou presença.

* Atingidos pela seca no Nordeste terão linha de crédito especial.

O governo vai abrir uma linha de crédito especial para agricultores e setores agroindustriais do Nordeste atingidos pela estiagem. A presidenta Dilma Rousseff também anunciou hoje (23) a liberação de recursos orçamentários e de créditos extraordinários, em reunião com governadores do Nordeste.

Na reunião que ocorreu em Aracaju, a presidenta informou a abertura de um crédito emergencial para atender a pequenos, médios e grandes agricultores com juro de 1% ao ano para pequenos e de até 3,5% ao ano para os grandes. A informação é do ministro de Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, que participou da reunião com os governadores. “Serão recursos do FNE [Fundo do Nordeste]. Inicialmente serão recursos da ordem de R$ 1 bilhão, a serem coordenados pelo Banco do Nordeste”, disse o ministro.

“O que eu posso antecipar são os juros. Para os pequenos agricultores familiares, o juro será na linha do Pronaf [Programa Nacional da Agricultura Familiar], de 1% ao ano, podendo haver o desconto de até 40% do valor para os que pagarem em dia os seus contratos. Os juros para os demais beneficiados será R$ 3,5% ao ano”, destacou o ministro.