quinta-feira, 10 de maio de 2012

* CONSULT » Pesquisa aponta Carlos Eduardo com 47% intenções de voto para Prefeitura.

Na tarde desta quinta-feira uma nova rodada de pesquisa para as eleições municipais em Natal foi divulgada pelo instituto Consult, encomendada pelo Sinduscon.

A pesquisa aponta o candidato e ex-prefeito Carlos Eduardo com 47,1% das intenções de voto, seguida de Wilma de Faria com 18,1%, Rogério Marinho com 6,7%, Hermano Morais com 3,7%, Fernando Mineiro com 3% e a atual prefeita Micarla de Sousa com 1,5% da lembrança dos eleitores.

A pesquisa registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número 014-2012, entrevistou 1 mil pessoa no período de 4 a 6 de maio e tem margem de erro de 3%.

* Vereador Neguinho de Grosso solicitou posto policial para o Distrito de São Geraldo e melhorias para as estradas vicinais.

Na sessão de hoje (10), na câmara municipal de vereadores do município de Caraúbas, o parlamentar Neguinho de Grosso (PMDB), solicitou através de dois requerimentos melhorias para a população do nosso município.
Neguinho de Grosso solicitou melhorias...
No primeiro, o Edil solicitou do governo estadual e municipal, um posto policial para o Distrito de São Geraldo, visto que essa obra iria ajudar na questão da segurança publica de toda aquela região.
posto_policial
(Imagem Ilustrativa)
No segundo, o parlamentar solicitou da municipalidade local, melhorias nas estradas que ligam a comunidade de Marrecas, pois de acordo com Neguinho de Grosso o trecho está intransitável.
Estradas vicinais de Marrecas está precisando de melhorias, como as que 
ocorram em outras localidades.

* Programação do Balneário Olho D'água do Milho para o dia das mães.

O Balneário Olho D'água do Milho está com uma imensa programação para o domingo das mães (13/05), nesta estará um sorteio de brindes para as mães presentes, música ao vivo ao som de Kleyson e Kleyton.

Assim a organização convida todas as mães de Caraúbas e de toda a região para essa programação.

O Balneário Olho D'água do Milho é composto de uma enorme estrutura que vai desde piscinas, passando por um self service, bebidas em geral e um atendimento fantástico, assim leve a sua mãe e vocês não irão se arrepender.

* Sindicatos protestam contra projeto de Lei do Governo do RN.

Servidores de diversos segmentos do funcionalismo público estadual fizeram uma manifestação hoje (10) pela manhã em frente a Assembleia Legislativa. Os representantes do Sindsaude, Sinmed, Sinte, Socen, Sinai e Sindasp cobravam a não apreciação de um projeto de lei criado pelo Executivo Estadual que regulariza a privatização de alguns segmentos da Saúde e Educação estaduais, dente outras modalidades de serviços públicos.

"Nós estamos aqui justamente para mostrarmos que queremos trabalhar. Com o pedido de apreciação desta lei, o Governo do Estado atesta sua incompetência em gerir o funcionalismo público querendo a privatização de setores tão importantes", afirmou a presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindasp), Vilma Batista. Os dirigentes dos Sindicatos iriam se reunir com os parlamentares para argumentarem a inviabilidade do projeto de lei.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte/RN), Fátima Cardoso, o projeto de lei é ofensivo e a população deve ficar alerta. "O projeto de lei ofende e desmantelará o serviço público. Não é a iniciativa privada quem irá traçar o crescimento do país, ainda mais no que tange à educação", enfatizou.
Servidores do Estado realizam protesto no Centro da cidade 
Servidores do Estado realizam protesto no Centro de Natal.

* Agripino rebate acusações de revista ligada ao PT.

Acusado de ter recebido R$ 1milhão do advogado George Olímpio, suspeito de chefiar o esquema de corrupção descoberto durante a Operação Sinal Fechado, o senador José Agripino, presidente nacional do DEM, negou as informações publicadas ontem pelo site da revista Carta Capital, período ligado ao Partido dos Trabalhadores.

“Essa matéria é o requentamento de uma história antiga. Sobre isso, afirmo categoricamente que esses cheques mencionados e esse coquetel não existiram”, declarou o senador.

Agripino frisou ainda que o próprio George Olímpio, em entrevista à imprensa local, já disse que não houve nem o encontro nem o pagamento. O senador lembrou que José Gilmar de Carvalho Lopes, primeira testemunha que o acusou de ter recebido dinheiro de Olímpio, alegou que, durante o primeiro depoimento, estava sob efeito de remédios.

"Essa delação premiada requenta uma historia antiga, já desmentida pela entrevista concedida, voluntariamente, pelo empresário George Olímpio e pelo depoimento prestado em cartório por Gilmar da Montana", reforçou.

George Olímpio negou o pagamento de propina ao senador e ao marido da governadora. Como justificativa para arrolar políticos como testemunhas no processo, ele disse justamente querer provar que não existiu o pagamento da propina.

"Em algum momento da denúncia, em uma passagem ou outra, atribuindo fatos que eu reputo inverídicos, o MP cita o nome dessas pessoas. Cita o nome do ministro Garibaldi, cita o nome do senador José Agripino. Enfim, cita o nome de alguns políticos, cita o nome da governadora como eu teria extorquido e eu preciso e quero que a verdade real dos fatos venha à tona no processo e, para isso, preciso que essas pessoas sejam ouvidas em juízo", declarou George.

Já Gilmar Montana, concedeu um novo depoimento, durante o qual negou as informações que tinha dado no primeiro. "No momento da prisão, com forte impacto emocional e psicológico, eu também me encontrava sob forte efeito do medicamento 'frontal' que havia sido por mim ingerido naquela madrugada, em razão de recomendação médica face a problemas pessoais graves, que me acometia, estando, portanto, naquelas primeiras horas da manhã com privação de sono e abalado psicologicamente", justificou, se referindo ao primeiro depoimento, dado no dia 24 de novembro do ano passado, sobre a suposta propina paga a Agripino.

* Sinal Fechado: Wilma e Iberê recebiam 15% de consórcio fraudulento, afirma lobista.

O blog do BG destaca que o empresário Alcides Fernandes Barbosa, no depoimento da delação premiada, confirma o envolvimento do poder executivo estadual no esquema de fraude deflagrado pela Operação Sinal Fechado. Os nomes Iberê Ferreira de Souza e Wilma de Faria que surgem como participantes nos lucros.

Alcides firmou que os ex-governadores Wilma e Iberê (PSB) participariam dos lucros com 15% cada. O empresário ainda revela que George Olímpio pagou um milhão de reais a Iberê para que ele mantivesse o contrato do Detran com cartório para realização de registro de carros financiados no RN.

Já na Assembleia Legislativa, o beneficiado seria Ezequiel Ferreira (PTB), com uma parcela de R$ 300 mil para defender e articular a aprovação do projeto de lei que autorizou a inspeção veicular no RN.

* Lobista detalha compra de apoios.

O Consórcio Inspar gastou milhões de reais para poder  elaborar e aprovar a lei que instituiria a inspeção veicular no Rio Grande do Norte, além dos editais e outros documentos necessários à implantação da medida. Essa quantia foi dividida em repasses para políticos com mandato na Assembléia Legislativa, com pessoas próximas ao círculo de decisões e integrantes do Governo Estadual. Os detalhes dos acertos e dos pagamentos foram apresentados pelo empresário paulista Alcides Fernandes Barbosa no depoimento da delação premiada, acertada com o  Ministério Público Estadual no início do mês de abril.