terça-feira, 31 de julho de 2012

* Zoologistas ajudam na identificação de criatura bizarra achada em NY.

Zoologistas se manifestaram e podem ter desvendado o mistério do "Monstro de Manhattan", encontrado embaixo de uma ponte em Nova York, nos Estados Unidos, no dia 23 de julho. Na última quarta-feira, algumas pessoas que puderam ver a criatura de perto acharam que poderia ser um rato gigante, um porco cozido ou um cachorro inchado.


De acordo com o site Business Insider, a equipe do presidente do Departamento de Zoologia da Universidade Weber State, Dr. Sam Zeveloff, acredita que a carcaça mutilada é, provavelmente, um guaxinim. "Muitos de nós pensamos que é um guaxinim. A dentição e os dedos, pelo que pode ser visto, lembra a de um guaxinim", afirma o presidente em um e-mail.
Zoologistas acreditam que a carcaça encontrada seja de um guaxinim. Foto: Reprodução 
Zoologistas acreditam que a carcaça encontrada seja de um guaxinim.

* O maior medalhista da história...

* Mulher de Cachoeira já pagou fiança de R$ 100 mil, confirma advogado.

A mulher do bicheiro Carlinhos Cachoeira, Andressa Mendonça, já pagou a fiança de R$ 100 mil determinada pela Justiça Federal para não ficar detida por suposta tentativa de subornar o juiz responsável pelo julgamento da Operação Monte Carlo, Alderico Rocha.

O pagamento da guia judicial foi feito na tarde da última segunda-feira (30) e foi compensado nesta terça-feira (31), pela manhã. A expectativa do advogado de Andressa, Eduardo Valderramas Filho, é que no fim do dia o pagamento já conste do processo.

— O pagamento já foi compensado e a Justiça já está ciente.

Andressa, que ficou conhecida como "Musa da CPI do Cachoeira" foi detida por volta de 9h desta segunda, sob a suspeita de tentar subornar o juiz responsável pelo caso, Alderico Rocha. No mesmo dia, por volta de 12h15, ela foi libertada com o prazo de três dias para pagar a fiança.

Além dos R$ 100 mil pagos, ela também está proibida de se encontrar com os investigados na operação Monte Carlo, o que significa que não poderá mais visitar o marido na prisão, em Brasília.

* Escritório de Thomaz Bastos deixa defesa de Carlinhos Cachoeira.

O ex-ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, não será mais o responsável pela defesa do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Também deixam o caso os advogados que formavam a equipe, Augusto Botelho e Dora Cavalcanti.

Cachoeira está preso desde fevereiro deste ano, acusado de envolvimento em jogos ilegais. Nesta segunda-feira, a mulher do contraventor, Andressa Mendonça, foi ouvida pela Polícia Federal sobre uma suposta tentativa de suborno contra o  juiz federal Alderico Rocha Santos. Segundo a advogada Dora Cavalcanti Cordani, a petição informando a saída do caso será protocolada hoje. Ela afirmou ainda que a decisão não está relacionada à suposta tentativa de suborno e que já havia um acordo com a família de Cachoeira, que previa a saída após as audiências na 11ª Vara Federal em Goiânia, ocorridas na semana passada.

"Tínhamos combinado que após as audiências começaríamos a transição para um outro escritório escolhido por eles. Estamos em reunião com a família e acho que até o final da semana já poderemos repassar o processo", explicou a advogada. Thomaz Bastos já estava fora do caso há duas semanas.

* Professores da maioria das federais decidem manter greve.

A maioria dos professores das universidade federais já se manifestou contra a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo federal no dia 24 de julho. Segundo informações do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), o maior representante da categoria, 48 das 57 universidades federais que estão com as atividades paradas votaram em assembleias pela continuação da greve. A paralisação chega ao 76º dia.

As instituições de ensino superior têm até as 18 horas desta terça-feira para enviar ao sindicato os seus posicionamentos. Na noite de quarta-feira, está agendada uma nova reunião com o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, para que seja dada uma resposta oficial dos docentes à oferta feita pelo governo.

A última proposta foi de reajustes salariais entre 25% e 45% ao longo dos próximos três anos. O Ministério do Planejamento também concordou em antecipar de julho para março de 2013 o início dos aumentos, atendendo a uma das reivindicações da classe. Com isso, o impacto no orçamento seria de 4,2 bilhões. 

* Governo do Estado não tem previsão para começar a cumprir Plano de Cargos.

O Governo do Estado não tem previsão de quando vai implantar o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) de seis categorias aprovado em 2010 pela Assembleia Legislativa. Ontem, o Executivo começou a pagar o subsídio para os policiais militares e bombeiros como previsto na Lei Complementar 463/2012. No entanto, apenas os ativos foram beneficiados. O impacto na folha de pagamento é na ordem de R$ 118 milhões por ano. As demais categorias já acionaram a Justiça para que o Estado cumpra o PCCS.

O titular da secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan), Francisco Obery Rodrigues, afirmou ontem que não há previsão quanto à implantação do PCCS das demais categorias. “Estamos pagando o subsídios dos policiais militares e bombeiros. Mas não temos previsão quanto às demais categorias. Não há expectativa nesse sentido”, afirmou.

* Hoje é o dia do orgasmo...

O orgasmo é a conclusão do ciclo de resposta sexual que corresponde ao momento de maior prazer sexual. Pode ser experimentado por ambos os sexos, dura apenas poucos segundos e é sentido durante o ato sexual ou a masturbação. O orgasmo pode ser detectado com a ejaculação na maioria das espécies de mamíferos masculinos. Por outro lado, na espécie humana, o orgasmo masculino, por exemplo, nem sempre está acompanhado de ejaculação, podendo ocorrer o orgasmo sem ejaculação, como podemos observar nos cânones taoistas na China (In Chang, 1979 [1].

O orgasmo é uma das fases da resposta sexual, como descrita por Masters e Johnson. Caracteriza-se por intenso prazer físico mediado pelo sistema nervoso autônomo[2], acompanhado por ciclos de rápidas contrações musculares nos músculos pélvicos, que rodeiam os órgãos sexuais e o ânus, sendo frequentemente associados a outras acções involuntárias, como espasmos musculares em outras partes do corpo e uma sensação geral de euforia. Sua ausência é denominada anorgasmia. Além desta definição, temos o orgasmo como um potente estado alterado de consciência e ainda temos o para-orgasmo como sendo "o estado existencial de autorealização e prazer de viver intraduzível em palavras e geralmente vivenciado a partir de curtos momentos, ou momentos de pico.

No sentido estrito, apresenta-se como um pico rápido de excitação seguido ou não de ejaculação e com rápida queda na sensação de prazer. Uma vez que os órgãos sexuais têm a mesma origem embriológica em ambos os sexos, a sensação é equivalente para homens e mulheres, podendo haver um período refratário à estimulação direta após o orgasmo. Nas mulheres, as contrações musculares causam expulsão de líquido através da vagina, caracterizando a ejaculação feminina. É um período de grande relaxamento e queda da pressão arterial, devido à liberação da prolactina.[3] Há também redução temporária das atividades do córtex cerebral.[4] No sentido amplo, o orgasmo, pelo menos na espécie humana, traduz a capacidade de amar, de entrega ao amor e ao prazer, sendo uma atitude de cunho não neurótico que, temporariamente, anula os sintomas básicos da neurose a partir da liberação da energia ou orgônio sexual ou libido (Reich, W. A Função do Orgasmo).

* Campanha oposicionista caraubense ainda sem data para grande mobilização.

Apesar de está realizando visitas periódicas, tanto na zona urbana, quanto na rural, a candidatura da oposição, encabeçada pelo vereador  Paulo Brasil (PR) e Elionaldo Benevides (PDT), ainda estão sem data definida para a realização de uma grande mobilização.

Apesar de existir uma cobrança natural de uma resposta ao evento realizado na última sexta feira (27), por parte da candidatura de Ademar e Ivanildo, a ala oposicionista não demonstra fôlego para um revide.

Fontes ligadas a campanha oposicionista apontam que dificilmente acontecerá grandes movimentações, a mesma deve continuar visitando e realizando comícios relâmpagos.

* Prova do desgate: Rosalba tem participação tímida nas campanhas eleitorais.

Enquanto a maioria das lideranças políticas tem intensificado as agendas em pról dos seus candidatos no interior do estado, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) ainda não entrou de corpo e alma na campanha eleitoral deste ano. O único município onde a democrata já começou a se mobilizar foi Mossoró, onde apoia a candidatura da vereadora Cláudia Regina (DEM) a prefeita da cidade.

Em Natal, onde o candidato governista é o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), a democrata só participou até agora da convenção. A mesma postura foi tomada em relação a Parnamirim, onde Rosalba apoia a candidatura do deputado estadual Gilson Moura (PV). Ninguém sabe dizer ao certo se a governadora participará das campanhas na reta final ou acompanhará o pleito deste ano em algumas cidades à distância.

Em Caraúbas não existe nenhuma expectativa para a participação da chefe do executivo estadual.

* Nome de Denise Alves já aparece como favorita...

A esposa do vereador Juninho Alves, Denise Alves (PR), já aparece como um das favoritas para o pleito de outubro, vista a disputa de vagas no legislativo local.

Denise Alves, apesar de não ter uma experiência política, tem na figura e carisma do marido o Edil Juninho Alves o pilar mestre para uma grande vitória em outubro.

Com o crescimento de Denise Alves nas pesquisas eleitorais, de consumo interno, já se desenha uma disputa pelo primeiro lugar entre Denise e Novinho Praxedes (PMDB).
Nome de Denise já está dispontando nas pesquisas.

* Os 50 maiores salários no serviço público do RN são de servidores da JUSTIÇA.

O Novo Jornal fez um excelente levantamento sobre os 50 maiores salários do Rio Grande do Norte, pagos no mês de junho e a partir das listas divulgadas pelos próprios órgãos públicos.

Uma das maiores curiosidades do RN está desfeita.

Até agora o ranking é esse: 

1º Maria do Perpétuo Socorro W. de Castro R$ 179.887,06 Desembargadora federal - TRT;

2º José Barbosa Filho R$ 165.992,93 Desembargador federal - TRT;

3º Maria de Lourdes Alves Leite R$ 164.433,67 Desembargadora federal - TRT;

4º José Dario de Aguiar Filho R$ 162.349,34 Juiz titular - TRT 

5º Antônio Soares Carneiro R$ 156.779,36 Juiz titular - TRT 

6º Dilner Nogueira dos Santos R$ 154.746,25 titular - TRT 

7º Bento Herculano Duarte Neto R$ 154.746,25 titular - TRT 

8º Lygia Maria de Godoy Batista Cavalcanti $ 153.478,51 Juiz titular - TRT 

9º Simone Medeiros Jalil R$ 152.902,46 titular - TRT 

10º Isaura Maria Barbalho Simonetti R$ 152.845,89 titular - TRT 

11º Luciano Athayde Chaves R$ 150.785,46 titular - TRT 

12º Tereza Cristina de Assis Carvalho R$ 149.561,65 titular - TRT 

13º Ronaldo Medeiros de Souza R$ 147.049,48 Desembargador Federal - TRT 

14º Hermann de Araújo Hackradt R$ 146.092,45 titular - TRT 

15º Ricardo Luís Espíndola Borges R$ 145.323,49 titular - TRT 

16º Joseane Dantas dos Santos R$ 145.323,49 titular - TRT 

17º Alexandre Érico Alves da Silva R$ 144.357,03 Juiz substituto - TRT 

18º Joanílson de Paula Rêgo Júnior R$ 143.391,26 Juiz titular - TRT 

19ª Zéu Palmeira Sobrinho R$ 140.240,71 Juiz titular - TRT 

20º Elizabeth Florentino Gabriel de Almeida R$ 138.153,28 Juiz titular - TRT 

21º Eridson João Fernandes Medeiros R$ 137.875,57 Desembargador federal - TRT 

22º Maria Auxiliadora Barros de Medeiros Rodrigues R$ 137.686,24 Juíza titular - TRT 

23º Manoel Medeiros Soares de Sousa R$ 137.191,03 Juiz titular - TRT 

24º Maria Suzete Monte de Hollanda Diógenes R$ 134.636,58 Juiz titular - TRT

25º Daniela Lustoza Marques de Souza Chaves R$ 97.612,08 Juiz substituto - TRT 

26º Expedito Ferreira de Souza R$ 53.316,67 Desembaargador - TJ 

27º Kolberg Luna Freire Lima R$ 52.312,17 Técnico judiciário - TRT 

28º Clistenes Mikael de Lima Gadelha R$ 50.690,33 Procurador da Defensoria Pública 

29º Alceu José Cicco R$ 48.366,98 Juiz terceira entrância - TJ 

30º Ana Nery Lins de Oliveira Cruz R$ 45.249,85 Juiz terceira entrância - TJ 

31º Elaine Cardoso Teixeira R$ 45.032,78 Promotora - 3ª entrância -MP 

32º Andrea Regia Leite Hol Mace Heronilde R$ 45.032,29 Juiz terceira entrância - TJ 

33º Pedro de Souto R$ 44.976,51 Procurador de Justiça - MP 

34º Francisca Maria Tereza Maia Diógenes R$ 44.828,38 Juiz terceira entrância - TJ 

35º Paulo Roberto Dantas de Souza Leão R$ 44.815,73 Procurador de Justiça - MP 

36º Yvellise Nery da Costa R$ 44.051,92 Promotora de 3ª entrância - MP 

37º Virginia Rego Bezerra R$ 43.802,79 Juíza terceira entrância - TJ 

38º Fatima Maria Costa Soares de Lima R$ 42.643,89 Juiz terceira entrância - TJ 

39º Fabiana Fernandes Pinheiros de Medeiros Rodrigues R$ 42.408,02 Procuradora do Estado 

40º Carlos Adel Teixeira de Souza R$ 42.050,58 Juiz terceira entrância - TJ 

41º Severina Leno Ricardo da rocha R$ 41.390,15 Juiz de terceira entrância - TJ

42º Ada Maria da Cunha Galvão R$ 41.037,65 Juíza terceira entrância - TJ 

43º Sandra Simões de Souza D Elali R$ 40.820,59 Juiz terceira entrância - TJ 

44º Francisco de Assis B Queiroz e Silva R$ 40.643,39 Juiz terceira entrância - TJ 

45º Ana Cláudia Secundo da Luz e Lemos R$ 40.486,31 Juiz terceira entrância - TJ 

Tareja Christina Seabra de Freitas Medeiros R$ 40.454,15 Juíza titular - TRT 

46º Sulamita Bezerra Pacheco de Carvalho R$ 40.426,33 Juiz terceira entrância - TJ 

47º Pedro Cordeiro Júnior R$ 40.402,26 Juiz terceira entrância - TJ 

48º Augusto de Macedo Tonel R$ 40.402,18 Promotor terceira entrância - MP 

49º Ana Cláudia Florencio Waick R$ 40.185,16 Juiz terceira entrância - TJ 

50º Rossana Maria Andrade de Paiva R$ 40.185,15 Juiz terceira entrância - TJ.
Fonte: Novo Jornal via Fator RRH

* Réus vão ficar longe de Brasília...

José Dirceu, Marcos Valério, Professor Luizinho, João Paulo Cunha e Ayanna Tenório, todos réus do mensalão, não vão ao julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), que começa na quinta-feira. É quase certo, aliás, que nenhum acusado compareça à Corte. Muitos acompanharão o julgamento pela TV Justiça, que transmite as sessões do STF ao vivo - alguns até fazendo orações.

Para os defensores, a presença de seus clientes "é desnecessária e desaconselhável". "Marcos Valério não vai porque não foi intimado e não é tradição de julgamentos nos tribunais o réu comparecer", disse o criminalista Marcelo Leonardo, que representa o empresário mineiro, suposto operador do mensalão. "Entendo que não é necessário nem adequado (Valério ir ao STF). Ficaria exposto em demasia, sem necessidade."

O criminalista Alberto Zacharias Toron, que defende o deputado João Paulo Cunha (PT-SP), faz coro com Leonardo: "Ele não tem obrigação de ir e não é praxe o réu comparecer ao julgamento". Para Toron, a ausência de Cunha no julgamento "é uma atitude respeitosa com a Corte". "Quem é intimado são apenas os advogados, isso é corriqueiro", afirmou. "Não está no meu querer ou não querer. Ele (João Paulo) até poderia ir, mas é praxe não ir. O fato é que o STF não o intimou e, para a defesa, ele ir ou não é indiferente."

* MP investiga contratos de shows.

Pelo menos, doze prefeituras do Rio Grande do Norte, que realizaram festas, nos últimos anos, com a contratação de bandas, estão na mira do Ministério Público Federal e Estadual. O MPF/RN possui, atualmente, oito procedimentos administrativos que investigam o repasse de verba federal para sete prefeituras. O dinheiro custeou  festejos juninos. Já o MP/RN instaurou inquérito contra, pelo menos, seis prefeituras.

Segundo as informações divulgadas pela Assessoria de Comunicação do MPF "ainda não é possível afirmar se há desvio de recursos públicos, pois os procedimentos ainda estão em fase de apuração". O MPF não liberou o valor dos contratos investigados. Um levantamento feito pela TRIBUNA DO NORTE no portal da Transparência do Governo Federal mostrou que nos anos de 2010 e 2011, o Ministério do Turismo liberou R$ 5,5 milhões para realização de festividades em diversos municípios potiguares.
 
A promotora citou que o MP/RN instaurou inquéritos as comarcas do MP/RN em Caicó, Macau, Guamaré, São Miguel, Alto do Rodrigues e Parnamirim. No âmbito do MPF, existem procedimentos abertos no caso de Riachuelo, Felipe Guerra, São Miguel, Campo Grande, Jardim do Seridó, Assú (dois) e Caraúbas. Ainda não há prazos para a conclusão dos inquéritos, nem no MP/RN, nem no MPF/RN.

Em outros estados do Nordeste,  a contatação de bandas também está sendo investigada. Na Paraíba, há pouco mais de um mês, o Ministério Público Estadual (MP/PB) denunciou três prefeitos e 34 empresas, entre as quais algumas "fantasmas", constituídas com a finalidade de desviar dinheiro público e fraudar procedimentos de contratação de serviços para a realização de eventos festivos (Ano Novo, São João e São Pedro, Carnaval e Carnaval fora de época, aniversários de emancipação das cidades).

* Prefeitos de Lajes e Passa e Fica perdem o mandato por infidelidade partidária.

Em Sessão Plenária na tarde desta segunda-feira (30), a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte julgou procedente duas ações de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária sem justa causa, ajuizadas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), contra os prefeitos Pedro Augusto Lisboa (esq), do município de Passa e Fica, e Luiz Benes Leocádio de Araújo, de Lajes. Ambos os prefeitos perderam os mandatos, tendo em vista que a Corte não reconheceu a ocorrência de motivos que estivessem abrangidos pelas possibilidades de desfiliação sem perda do mandato previstas na Resolução 22.610/2007, do Tribunal Superior Eleitoral.

Na ação proveniente de Passa e Fica, o prefeito Pedro Augusto Lisboa, eleito pelo Partido Progressista (PP), alegou que se desfiliou da agremiação para filiar-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) por ter sofrido grave discriminação pessoal, em razão da perseguição política do atual presidente estadual do PP, desrespeito do Diretório Nacional do PP, além de total desorganização partidária e mudança constante de comissão provisória do diretório estadual. Pedro Augusto alegou, ainda, que representantes do partido teriam se mobilizado para tentar regularizar a sua situação, mas não conseguiram, e que o Presidente Nacional do PP teria autorizado a saída de todos os prefeitos e vereadores insatisfeitos.

No caso do município de Lajes, o prefeito Luiz Benes Leocádio de Araújo, eleito pelo PP, alegou que pediu desligamento do partido, em virtude de instabilidade causada pelas sucessivas mudanças de comando do PP, através de sua Comissão Executiva Provisória Estadual do RN, e que o partido não estava lhe dando apoio político, nem ao seu grupo político. Argumentou ainda que o Partido Progressista além de ser desorganizado e não respeitar os seus filiados entregou a direção estadual a pessoas que não eram comprometidas com o crescimento da representação democrática, o que teria criado um clima insustentável e de antagonismo político.