sexta-feira, 12 de outubro de 2012

* Mineiro decide apoiar Carlos Eduardo...

Durante reunião com o diretório municipal, militantes e correlegionários do Partido dos Trabalhadores (PT), com a presença do deputado estadual Fernando Mineiro ficou definido o apoio à candidatura de Carlos Eduardo (PDT) na disputa do 2º turno para a Prefeitura de Natal.

A resolução do Diretório Municipal d o PT propõe um "voto crítico" a Carlos Eduardo. A definição oficial pelo apoio ao ex-prefeito foi anunciada durante entrevista coletiva com a presença de Fernando Mineiro, da deputada federal Fátima Bezerra e do presidente do PT em Natal, Carlos Araújo.

"Nós vamos apoiar para a vitória com Carlos Eduardo, sem qualquer interesse no futuro governo. Estamos prontos para integrar a campanha", declarou Mineiro.

Para a deputada federal Fátima Bezerra a escolha foi pela aproximação entre os projetos e a oposição ao DEM. "Pela aproximação que temos com o PDT e os partidos da base federal foi o diferencial na escolha, além da oposição local ao governo do DEM", declarou a deputada.
Cúpula petista.

* Crise: FPM: primeiro decêndio de outubro é 8,5% menor em relação ao ano passado.

A redução no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) se mantém. O primeiro decêndio de outubro foi creditado nas contas municipais ontem. E, o repasse é 8,5% menor em comparação ao mesmo período de 2011. Isso em valores reais – corrigidos pela inflação. Os cálculos são da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

O montante total deste primeiro decêndio do mês é de R$ 1.831.761.684, descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, o valor é R$ 2.289.702.105.

No acumulado do ano, o FPM é de R$ 51,3 bilhões em valores reais. Nesse mesmo período do ano passado, o Fundo havia acumulado R$ 52 bilhões. A redução real é, portanto, de 1,4%.

* Haddad lidera com 48% e Serra tem 37%.

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, tem 48% das intenções de voto, 11 pontos porcentuais a mais que o tucano José Serra (37%), segundo a primeira pesquisa do instituto Ibope no segundo turno.

Em votos válidos - excluídos os entrevistados que pretendem votar nulo ou em branco -, Haddad venceria por 56% a 44%, se a eleição fosse hoje. Na pesquisa espontânea, aquela em que os eleitores manifestam sua preferência antes de ler os nomes dos candidatos, o placar seria de 45% a 35%. A margem de erro do levantamento, encomendado pela TV Globo, é de três pontos para mais ou para menos.

Segundo Márcia Cavallari, diretora executiva do Ibope, o candidato petista tem vantagem mais larga nas periferias das regiões Sul (58% a 26%) e Leste (61% a 25%). Haddad também vence na região Norte, por 52% a 36%. Já Serra está na frente no Centro (52% a 39%) e nas zonas Oeste e Sul 1, onde o resultado é de 50% a 32% e de 50% a 36%, respectivamente.
Fernando Haddad recebe apoio dos peemedebistas em São Paulo
Fernando Haddad recebe apoio dos peemedebistas em São Paulo.

* Crise nos municípios: MP teve que obrigar Alexandria e Felipe Guerra a pagar salários.

Depois de Tenente Laurentino, o Ministério Público teve que garantir o pagamento do funcionalismo nos municípios de Alexandria e Felipe Guerra.

O MP ajuizou Ação Civil Pública pedindo à Justiça que determine o pagamento de salários atrasados do pessoal do magistério, aposentados e pensionistas da rede pública municipal de Alexandria. O pagamento deverá ser feito pelo Instituto de Previdência e Assistência do Município de Alexandria – Ipama, responsável pela previdência municipal.

O não pagamento foi confirmado pelo Presidente do Ipama, Raimundo de Evandro Paiva, que resulta em  descumprimento da Lei 11.738/2008, que regulamenta a implementação do piso salarial nacional aos profissionais aposentados e pensionistas do magistério público da educação básica municipal.

O Poder Judiciário acolheu, em caráter liminar, ação cautelar ajuizada pelo Ministério Público Estadual, por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Apodi, e determinou o bloqueio de todas as contas bancárias da Prefeitura de Felipe Guerra, município localizado na Região Oeste Potiguar.

A ação do Ministério Público visa resguardar o pagamento dos servidores públicos municipais, cujos salários estão com até cinco meses de atraso, e, ainda, garantir a continuidade dos serviços públicos considerados essenciais à população.

* Candidatos de cinco cidades vencem por apenas um voto.

Nas urnas de cinco cidades, o resultado das eleições municipais foi definido por apenas um voto: Exu (PE), Correntes (PE), Caiçara (PB), Álvaro de Carvalho (SP) e Moiporá (GO).

Em Exu, o prefeito Léo Saraiva (PTB) foi reeleito com 10.023 votos, vencendo Jailson Bento (PSB), que recebeu 10.022 votos.

Já o candidato Edimilson da Bahia (PSB) teve 4.621 votos e será prefeito de Correntes (PE), deixando seu concorrente Júnior (PR) para trás com 4.620 votos.

Em Caiçara, o candidato Cícero Francisco da Silva (PSB) foi eleito com 2.736 votos contra 2.735 do seu concorrente Severino de Lima Bezerra (PMDB), conhecido como Bola.

Em Álvaro de Carvalho, o candidato Marcos Del (PSDB) venceu as eleições com 843 votos. Seu concorrente Cicero Martins (PP) recebeu 842 votos. Em Moiporá, o candidato Nilson (PSDB) venceu Wolnei (PSB) por 682 votos a 681 votos.