quinta-feira, 1 de novembro de 2012

* Presidente é mais bem avaliada que 25 dos 26 prefeitos das capitais brasileiras.

Nas eleições municipais  de 2012, as pesquisas de intenção de voto do IBOPE Inteligência avaliaram as administrações públicas nas esferas federal, estadual e municipal. Os resultados mostram que a presidente Dilma é melhor avaliada em quase todas as capitais, quando comparada aos gestores municipais e aos Governadores dos Estados.

Àquelas onde a avaliação federal supera os 70% de aprovação são Fortaleza (73%), Macapá (73%), Belo Horizonte (72%) e Manaus (72%).  Já, as capitais onde a presidente registra seus piores índices são Vitória (50%), Salvador (51%), Aracaju (51%), Goiânia (53%) e Curitiba (54%). Entretanto, mesmo nestas cinco praças que apresentam os piores índices, a aprovação da presidente figura à frente das gestões municipais e estaduais.

Governadores

Quando confrontadas a avaliação da esfera  federal com as estaduais, os governadores se saem melhor em apenas duas capitais: Rio Branco (AC) e Recife (PE), cujos índices de aprovação somam 72% e 68%, respectivamente, enquanto a presidente mantém seu índice em 66% e 61%, respectivamente. Vale a ressalva de que os índices não consideram toda a população dos estados, mas apenas os moradores destas capitais.

Prefeitos

Entre todas as 26 capitais avaliadas, apenas a prefeitura de Rio Branco se equipara à popularidade do governo federal, com aprovação de 67% dos eleitores, sendo que a gestão Dilma tem 66% de aprovação.
Avaliações positivas (ótima + boa) para as administrações públicas nas capitais:
Capital
Período
de campo
Presidência
da República
Governo
do Estado
Prefeitura
Fortaleza (CE)
21 a 23/10
73
49
28
Macapá (AP)
20 a 22/10
73
30
37
Belo Horizonte (MG)
29/09 a 1/10
72
60
53
Manaus (AM)
17 a 19/10
72
69
24
Boa Vista (RR)
22 a 24/09
68
43
10
Palmas (TO)
15 a 17/09
68
32
19
São Luís (MA)
16 a 18/10
68
28
31
João Pessoa (PB)
17 a 19/10
67
46
62
Campo Grande (MS)
13 a 15/09
66
64
61
Rio Branco (AC)
14 a 16/08
66
72
67
Porto Alegre (RS)
25 a 27/09
65
44
56
Belém (PA)
16 a 18/10
64
46
20
São Paulo (SP)
22 a 24/10
63
46
20
Teresina (PI)
17 a 19/10
63
26
48
Natal (RN)
15 a 17/10
62
8
1
Florianópolis (SC)
14 a 16/10
61
40
50
Recife (PE)
20 a 22/09
61
68
17
Rio de Janeiro (RJ)
29/09 a 1/10
60
40
57
Cuiabá (MT)
17 a 19/10
59
29
9
Maceió (AL)
11 a 13/09
57
26
50
Porto Velho (RO)
20 a 22/10
57
26
31
Curitiba (PR)
17 a 19/10
54
51
36
Goiânia (GO)
10 a 12/09
53
25
41
Aracaju (SE)
11 a 13/09
51
24
22
Salvador (BA)
17 a 19/10
51
18
5
Vitória (ES)
17 a 19/10
50
34
23

* Secretaria Municipal iniciou o Planejamento das atividades de Combate a Dengue.

Foi Realizado na ultima terça (30/10) uma reunião de Avaliação e de planejamento das Atividades de Combate à Dengue para o ano de 2013. O encontro contou com a presença dos Agentes de Endemias e foi conduzida pelos Enfermeiros Rafael Eduardo e Júnior Moreira. As atividades irão ter maior ênfase durante os meses de Dezembro/2012 e Março de 2013, sendo que haverá a continuidade de ações durante todo o ano de 2013. Esta medida visa conscientizar a população das formas de prevenir a Dengue antes do período chuvoso. É necessário que a população também faça a sua parte.
Combate já!

* Vai uma bruxa aí...

Os famosos entraram mesmo no clima do Halloween. Depois de Karina Bacchi, Gisele Bündchen mostrarem fotos de como estão comemorando o Dia das Bruxas, agora foi a vez de Andressa Soares, a Mulher Melancia.

Mas Andressa quis mesmo foi 'causar' usando sua arma mais eficaz na composição da fantasia, cuja foto ela postou na rede social: seu vasto bumbum. A funkeira posou para a foto no meio de dois castiçais, onde usava sapatos, meia-arrastão e calcinha e de topless. Na legenda da imagem, ela escreveu: “Eitaaaaa”.
Mulher Melancia mostra sua abundância em clima de Halloween
A bruxa...

Mulher Melancia mostra sua abundância em clima de Halloween
Ninguém quer o esqueleto!
Mulher Melancia mostra sua abundância em clima de Halloween
 Ainda tem as velinhas...
O fuxico.

* Paulinho Freire é empossado como prefeito de Natal

O vice-prefeito Paulinho Freire já foi empossado como prefeito de Natal na sede da Câmara Municipal. Ele chegou ao local acompanhado do presidente da Câmara, Edivan Martins, e do vereador Júlio Protásio.

A sessão de posse, que seria no gabinete da presidência, aconteceu no plenário da Casa, que contou com um número significativo de vereadores. Alguns secretários da atual gestão também foram ao local para acompanhar a posse.
Após a posse, Paulinho Freire concedeu entrevista coletiva
Paulinho Freire em entrevista.

* Enem vai mobilizar mais de 566 mil pessoas no trabalho de logística.

A edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deve mobilizar 566.617 pessoas no trabalho de logística. A avaliação será realizada em 1.615 municípios em todo país no próximo fim de semana (3 e 4 de novembro). Do total, 540 estão no  Nordeste;  466, no Sudeste; 192, no Norte e 170, no Centro-Oeste. 

A Região Nordeste também concentra o maior número de locais de prova (5.237 salas), seguida pela Sudeste (466). Ao todo, o exame ocorrerá em 15.076 locais.

O Enem é a oportunidade para 5.791.290 estudantes brasileiros que farão as provas ingressarem em universidades federais, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ou faculdades particulares, por meio de bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Distribuídas em 48.341 malotes, as provas percorrerão 9.788 rotas, que compreendem 305 mil quilômetros. No transporte, serão usados 2,2 mil veículos.

A segurança do exame vai mobilizar homens do Exército, da Polícia Federal, Polícia Rodoviária e Polícia Militar. Além disso, contará com a participação de quase 20 mil  agentes de escolta das secretarias de Segurança Pública de todos os estados. Para reforçar o esquema de segurança, o Ministério da Educação (MEC) vai usar lacres eletrônicos para o fechamento de 10 mil malotes de provas, cerca de 25% do total.

* Aí mata: Diretor da Josué de Oliveira deixa o cargo por falta de pagamento.

A situação está cada dia pior para os lados do prefeito Alcivan Viana (PMDB), a crise financeira que envolve o município trouxe mais uma baixa em seu governo, trata-se do ex diretor Alexsandro Gurgel, da Escola Municipal Josué de Oliveira.

Alexsandro Gurgel vinha realizando um grande trabalho a frente da referida escola, entretanto a falta de pagamento levou o gestor a pedir a sua exoneração.

Além da saída de Alexsandro, outros servidores já foram demitidos ou pediram sua exoneração, motivos falta de dinheiro.

Alcivan Viana está vendo sua avaliação a cada dia ficar mais precária e extremamente mal vista pela população e sobretudo pelos seus funcionários.

Com relação a direção da Escola Josué de Oliveira, já existe alguns nomes, porém a secretária Vânia Praxedes disse que a situação ainda está pendente e será resolvida até segunda feira.

Alcivan que chegou a ter uma aprovação de mais de 60%, junto a população, ver ela despencar no término do seu mandato.

* 3ª Câmara do TJRN nega recurso à Câmara no caso das contas do ex-prefeito Carlos Eduardo.

A Terceira Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte negou por unanimidade o recurso impetrado pela Câmara Municipal de Natal contra a liminar do TJRN que suspendeu os efeitos da votação do Legislativo municipal desaprovando contas do ex-prefeito Carlos Eduardo, na gestão de 2008. Foram três votos pelo parecer de que a CMN "não poderia apreciar questões da prestação de contas que não foram incluidas no relatório técnico do Tribunal de Contas do Estado".

O primeiro a votar na 3ª Câmara Civil foi o desembargador Vivaldo Otávio Pinheiro, relator do processo. Eel citou diversos entendimentos de ministros do Supremo Tribunal Federal apontando que as contas anuais não podem ignorar o entendimento do TCE. "O relatório da Câmara Municipal teve por base saques dos recursos previdenciários, operação de crédito com a venda da conta única do Banco do Brasil e atos administrativos aumentaram a folha de pessoal. A Câmara tomou por base algo que não constava no relatório do TCE. Houve violação do devido processo legal", destacou o desembargador, pelo "exiguo prazo de defesa" oferecido pela Cãmara ao ex-prefeito .

A juíza convocada do Tribunal de Justiça, Sulamita Pachedo, foi a segunda a votar e também foi contra o recurso da Câmara Municipal de Natal. Ela observou que a Câmara não poderia apontar outros pontos de supostas irregularidades sem o parecer do Tribunal de Contas do Estado. "O TCE fez análise, evidente que a Câmara pode trazer outros questionamentos. A questão é se inexiste um parecer prévio do TCE dos pontos levantados pela Câmara, é possível fazer um julgamento? O parecer é necessário porque traz um estudo técnico aprofundado. Não vejo como a Câmara fazer análise sem o parecer (do TCE)", disse a juíza.

O juiz André Medeiros, também convocado para o julgamento do recurso, acompanhou o voto do relator e da colega. Ele destacou: "Não estamos negando o poder da Câmara de fiscalizar, mas deve observar os princípios da legalidade. Tanto o parecer prévio (do TCE) quanto o direito de defesa".