sábado, 15 de dezembro de 2012

* Haroldo Ferreira e Paulo Guilherme são diplomados como prefeito e vice-prefeito de Felipe Guerra/RN.

Aconteceu na manhã de ontem (14, no Fórum Desembargador Newton Pinto, na cidade de Apodi,região Oeste do Rio Grande do Norte,a diplomação dos candidatos a vereadores,vice-prefeitos e prefeitos eleitos no pleito eleitoral do dia 7 de Outubro de 2012 das cidades de Felipe Guerra, Apodi, Severiano Melo, Rodolfo Fernandes e Itaú.

Numa solenidade bastante prestigiada pela classe política, empresarial e social da região oeste do estado do Rio Grande do Norte.  Entre os destaques da diplomação, o prefeito eleito da cidade de Felipe Guerra, Haroldo Ferreira (PSD) e o vice-prefeito Paulo Guilherme (PTB) um dos mais jovens vice-prefeitos do estado do Rio Grande do Norte. Estiveram prestigiando a diplomação dos prefeitos eleitos, o Secretário de Turismo do Rio Grande do Norte, Renato Fernandes e o deputado estadual George Soares.

O prefeito eleito da cidade de Apodi,Flaviano Monteiro em seu breve discurso representando os prefeitos eleitos da 35ª Zona Eleitoral da Comarca de Apodi, falou dos desafios da nova gestão do prefeitos,ressaltando que todos os prefeitos eleitos da região da 35ª Zona Eleitoral todos foram eleitos pela primeira vez.Amanhã mais cobertura da solenidade de diplomação.
Prefeito Haroldo Ferreira, Jaqueline Guerra,Vereador diplomado Luiz Agnaldo e Vice-prefeito Paulo Guilherme. 

* Flamengo e Corinthians mantém maiores torcidas do país.

Pesquisa Datafolha confirmou a tendência de crescimento da torcida corintiana no país. Desde 2009, quando o time voltou a disputar a Série A do Brasileiro, o número de seguidores do Corinthians só aumentou.

O último levantamento revela que as torcidas do Flamengo e do Corinthians estão numericamente empatadas como as maiores do país.

Questionados sobre "qual é o time de futebol de sua preferência", 16% dos entrevistados disseram que torcem pelo Flamengo, mesmo número daqueles que afirmaram ser corintianos.

Foram realizadas na última quinta-feira (12) 2.588 entrevistas em 160 municípios brasileiros, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Opinaram pessoas com 16 anos ou mais.

O Datafolha pesquisa sobre o número de torcedores desde 1993 e foi a primeira vez que a torcida corintiana atingiu o patamar de 16%.

Em 2010, já havia um empate técnico entre as maiores do Brasil: Flamengo, com 17%, e Corinthians, com 14%. A margem de erro era de dois pontos percentuais.

Em dezembro de 2009, novo levantamento divulgado logo depois de o Flamengo conquistar o Campeonato Brasileiro pela última vez apontou o time carioca com 19% da preferência nacional dos torcedores.

Já a equipe da capital paulista registrava 13%. Desde então, sua torcida só cresceu.

Os corintianos continuam superando os flamenguistas na preferência das pessoas que moram no Sudeste, região mais populosa do país (20% contra 13%), mas o time do Rio consegue equilibrar com larga vantagem no Nordeste (22% contra 12%) e também no Norte e no Centro-Oeste (23% ante 13%).

Comparando com os rivais da capital paulista, o percentual de corintianos é o mesmo que o de são-paulinos e palmeirenses somados.

A terceira maior torcida do Brasil continua sendo a do São Paulo, com 9%, seguida da palmeirense, com 7%, e da vascaína, com 5%.

* Prefeitura de Martins é investigada por contratos temporários firmados em ano de eleição.

A Prefeitura de Martins está sendo investigada por rescisões de contratos temporários feitos no ano eleitoral. A suspeita do Ministério Público é que o rompimento dos contratos tenha relação com a própria disputa municipal.

O promotor Vinícius Lins Leão, responsável pela investigação, solicitou a Prefeitura de Martins, requisitando o envio da lista de todas as pessoas que foram contratadas pelo município, bem como de todas as pessoas que tiveram o contrato encerrado no ano de 2012, acompanhado dos motivos para dispensa de cada funcionário.

* Senado terá semana decisiva para FPE, royalties e orçamento.

O Senado terá uma semana movimentada a partir desta segunda-feira (17). Na pauta, estão assuntos polêmicos e urgentes, como a criação de novas regras do Fundo de Participação dos Estados (FPE), a definição sobre o veto à Lei dos Royalties e a aprovação da lei orçamentária para 2013.

Mais urgente do que a apreciação do veto à Lei dos Royalties é a definição das novas regras de rateio dos recursos do Fundo de Participação dos Estados, em discussão no Senado.

Por determinação do STF, o Congresso tem que aprovar, até 31 de dezembro, mudanças na base de cálculo e no critério de distribuição dos recursos do FPE. O Supremo declarou inconstitucional a atual forma de repartição do fundo e determinou seu congelamento, a partir de 1º de janeiro de 2013, caso não sejam aprovadas novas regras até dezembro.