sábado, 26 de janeiro de 2013

* Bom fim de noite...

Musa Fitness, Eva Andressa, assina com a revista Sexy

* MEC divulga lista de aprovados na segunda chamada do Sisu.

O Ministério da Educação divulgou neste sábado (26) a segunda chamada de aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A lista de aprovados pode ser acessada no site do Sisu. É possível ver a lista dos candidatos convocados fazendo o fitro por instituição, curso e turno. Inicialmente, a divulgação estava prevista para acontecer na segunda-feira (28).

Os candidatos selecionados terão os dias 1º, 4 e 5 de fevereiro para providenciar a matrícula na instituição de ensino que os convocou.

Os aprovados devem se informar junto às instituições de ensino em que foram aprovados sobre os documentos necessários, locais e horários para efetivar as matrículas.

Os candidatos não selecionados nesta segunda chamada podem integrar a lista de espera. O prazo de adesão vai deste sábado a 8 de fevereiro.

Quase dois milhões de candidatos se inscreveram para disputar 129.319 vagas em 3.752 cursos de ensino superior. A primeira chamada foi divulgada no dia 14, e o período de matrículas para estes candidatos foi encerrado no dia 22. Participaram da seleção para a segunda chamada os candidatos que não foram convocados na primeira chamada, ou passaram em sua segunda opção na lista de convocação divulgada no dia 14. Quem foi aprovado na primeira chamada em sua primeira opção de curso não concorreu à seleção da segunda chamada.

* Professora é presa por fazer orgia no ginásio da escola enquanto alunos filmavam a cena.

Uma professora auxiliar de 22 anos foi presa, na última terça-feira (22), em Tucson, no Estado do Arizona, nos EUA, sob a acusação de ter feito sexo em grupo dentro de um ginásio escolar, enquanto outros três estudantes assistiram à cena e a filmaram.

Clarice Lee está sendo investigada pela polícia de Tucson por ter tido relações sexuais simultaneamente com um aluno de 16 anos e outros dois de 18 anos em ginásio, que estava fora de atividade.

pesar de o local não ser utilizado pelos frequentadores da escola, a cena de sexo protagonizada por Lee foi testemunhada e filmada com aparelhos celulares por outros três alunos com idades entre 17 e 18 anos.

De acordo com a polícia de Tucson, o ato aconteceu durante o horário de almoço da instituição educacional. Os alunos envolvidos foram ouvidos e as imagens gravadas foram apreendidas.
Lee renunciou ao cargo logo após sua prisão e está sendo acusada de quatro crimes.
Professora Clarice Lee.

* MP apura irregularidade na Prefeitura de Olho D’água que paga valor inferior a um salário mínimo.

O promotor Frederico Augusto Zelaya instaurou investigação para apurar contratação irregular do serviço de limpeza da cidade de Olho D’Água dos Borges. O que o Ministério Público centra atenção é no valor de R$ 311 que está sendo pago aos funcionários para o serviço.

Nas primeiras diligências o promotor determinou que a Prefeitura encaminhe cópia do Procedimento Licitatório referente ao serviço de limpeza das ruas do referido município.

* Novas mudanças no primeiro escalão do Governo Rosalba Ciarlini.

A governadora Rosalba Ciarlini poderá fazer novas mudanças no primeiro escalão do Executivo. Disposta a ampliar o espaço do PMDB e, com isso, evitar rompimento da legenda, ela poderá exonerar o secretário de Recursos Hídricos Gilberto Jales, onde surgiria a vaga para um peemedebista.

Assessores próximos ao ministro da Previdência Garibaldi Filho afirmam que ele ainda não conversou com a governadora sobre esses novos espaços que o Executivo abrirá para o partido.

Deixando a Secretaria de Recursos Hídricos, Gilberto Jales, que foi indicado na cota pessoal da governadora, teria apenas duas alternativas: deixar o Governo ou ser acomodado na Secretaria de Agricultura, que está vaga desde a exoneração de Betinho Rosado, que retornou para a Câmara dos Deputados.

Essa não será a única mudança a curto prazo que está sendo estudada pela governadora Rosalba. A crise na rede pública estadual de saúde, aguçada com as recentes matérias nacionais, mostrando imagens de deficiência no Hospital Walfredo Gurgel, colocam a atuação do secretário Isaú Gerino na berlinda. Assessores próximos a governadora já dão como certa a exoneração do auxiliar.

Nas vagas abertas na Secretaria de Agricultura e na de Saúde há um nome que poderá ser acomodado pela governadora: o ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rego, filho do deputado Getúlio Rego. É certo que ele será aproveitado no primeiro escalão Executivo, a dúvida é sobre o cargo.

* Prefeituras devem atualizar cadastro do gestor do Bolsa Família.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) orienta que as prefeituras realizem atualização cadastral da pessoa responsável pela gestão do Programa Bolsa Família, conforme a Instrução Operacional 57 da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania do Ministério do Desenvolvimento Social (Senarc/MDS). O documento foi publicado em 8 de janeiro de 2013 e indica o procedimento completo para informar a mudança dos gestores.
 
O gestor municipal do Bolsa Família é o responsável pela coordenação das atividades do Cadastro Único (CadÚnico) e da gestão do Programa. Ele deve ser designado formalmente pelo prefeito e em caso de substituição, o prefeito deverá realizar alteração no Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família (SIGPBF) e após preenchimento dos dados, será gerado ofício que deve ser encaminhado ao Senarc.

* Vergonha: Médicos protestam contra falta de material...

O Sindicato dos Médicos realizar logo mais  às 8h30, as marcha do “Fio de Aço”, partindo da Associação Médica do RN até o Hospital Walfredo Gurgel. O protesto ganhou vários nas redes sociais e de entidades de classe, como o Sindicato dos Odontologistas do RN (SOERN) – órgão representativo dos dentistas potiguares.

O protesto está sendo chamado de Fio de Aço em alusão à falta desse material para fechar um paciente durante cirurgia de emergência no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal. Situação extrema que levou o cirurgião Jeancarlo Cavalcanti, que também é presidente do Conselho Regional de Medicina do RN, a filmar o caso.

* Sem novidades: PT diz que Dilma Rousseff é candidata à reeleição.

Em mais uma tentativa de sepultar os rumores de uma eventual candidatura ao Planalto de Luiz Inácio Lula da Silva em 2014, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou nesta sexta-feira que uma de suas principais metas à frente da sigla será reeleger Dilma Rousseff e destacou que o antecessor da atual presidente também tem trabalhado para reconduzi-la ao posto.

Nos últimos dias, foram divulgadas informações de que Lula teria entrado em conflito com a atual mandatária do Palácio do Planalto em torno de questões de governo, sobretudo em relação à falta de diálogo de Dilma com a sociedade. Os boatos alimentaram a tese de que o líder do PT poderia disputar a sucessão presidencial no ano que vem.

O presidente do PT negou os rumores e afirmou que a candidatura da presidente não foi questionada em nenhum momento. Ele culpou a oposição ao governo federal pela tentativa de criar uma disputa fictícia entre Dilma e Lula.

* Ministro do Supremo mantém regras atuais do FPE por mais 5 meses.

O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, concedeu parcialmente liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO 23) para determinar que as regras de distribuição do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE) continuem em vigor por mais 150 dias. A decisão mantém os termos do cálculo das quotas efetuado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em caráter emergencial, “desde que não sobrevenha nova disciplina normativa”. A decisão foi divulgada na noite do último dia 24 de janeiro.

Em sua decisão, o ministro listou os projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional em regime de urgência com vistas a substituir os dispositivos considerados inconstitucionais pelo STF. Este fato, na leitura do ministro Lewandowski, demonstra a preocupação dos congressistas com a situação e afasta a caracterização de omissão legislativa apontada na ação. A liminar foi concedida parcialmente e será submetida ao referendo do Plenário, que poderá ratificá-la ou não.

A ação foi ajuizada pelos governadores dos Estados da Bahia, Maranhão, Minas Gerais e Pernambuco com o objetivo de manter os critérios de distribuição do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE), fixados pela Lei Complementar (LC) 62, de 28 de dezembro de 1989, até que sejam adotadas providências para disciplinar a matéria.