domingo, 14 de abril de 2013

* Concurso Banco do Brasil 2013 - inscrições prorrogadas.

O Banco do Brasil está realizando nova seleção externa regional (edital 1/2013), com o objetivo de formar cadastro de reserva para o cargo de Escriturário, que é o estágio inicial da carreira administrativa na instituição. As oportunidades são para lotação nas dependências do banco situadas nos Estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além de contemplar parcialmente os Estados do Amazonas, Minas Gerais e Santa Catarina. O cargo exige nível médio e idade mínima de 18 anos completos até a data da contratação.

A remuneração oferecida é de R$ 1.892,00 para uma jornada de 30 horas semanais, lembrando ainda que os contratados terão possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, planos assistenciais e previdenciários complementares, além de participação nos lucros ou resultados.

* Garibaldi afirma que não tem compromisso político com Rosalba.

Se de um lado o presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, continua esperando a descentralização na prática do Governo Rosalba, seu primo e aliado político, no PMDB, o ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, trata de deixar claro que, o partido dos dois não tem compromisso político com a governadora.

Isso fica claro, quando Garibaldi é abordado sobre a indicação do novo secretário estadual de Agricultura, do PMDB. Ele, logo, frisa que Júnior Teixeira, não é uma indicação propriamente dita, do PMDB. “A indicação não foi isoladamente do PMDB, foi uma composição dos partidos da base como o DEM, o PR, o PMN”, lembra Garibaldi.

Ao ser perguntado se, mesmo assim, com filiados no governo, o caminho natural do PMDB não seria apoiar a governadora Rosalba Ciarlini para o Governo do Estado, nas eleições de 2014, o ministro foi taxativo. “Não significa que na eleição de 2014 o PMDB vá apoiar Rosalba, de modo nenhum”, declarou.

Para explicar seu ponto de vista, Garibaldi recorre ao discurso do próprio primo e presidente do PMDB, Henrique Alves. “O nosso presidente Henrique Alves, tem defendido e dito que o PMDB só vai tratar as eleições de 2014, em 2014, por isso, vamos esperar para se tomar uma decisão”, disse ao Correio da Tarde.

* Representante do MP afirma que a Polícia não investiga poderosos.

Há uma boa justificativa para o fato de existirem bem menos pessoas presas atualmente no Brasil por decorrência de investigações do Ministério Público do que aqueles que são detidos pela Polícia Civil, conforme apontou diretor da Associação Nacional dos Delegados de Polícia, Magnus Barreto. E o motivo disso não tem nada a ver com o fato do MP poder ou não investigar. Segundo o presidente da Associação dos Promotores de Justiça do RN (Ampern), Eudo Leite, o motivo é que o MP investiga crimes praticados por poderosos, enquanto as polícias prendem pessoas mais humildes.

“Magnus tem alguma razão no que está dizendo pelo simples fato de que quem está investigando os crimes de corrupção, de colarinho branco, os poderosos, é o Ministério Público. A Polícia está investigando só preto, pobre e prostituta. Portanto esses vão para cadeia normalmente no Brasil”, afirmou o presidente da Ampern.

Segundo Eudo Leite, “os políticos, a classe econômica poderosa nesse país, a gente tem uma grande dificuldade de colocar na cadeia. Mas o MP tem feito um trabalho exemplar. Tem investigado, tem acusado. Tem conseguido prisões para permitir que o processo possa andar, prisões preventivas, que permitem a não destruição de provas”.

Além disso, o fato das condenações não terem sido deferidas até o momento, em muitos casos, não é consequência da investigação, mas sim do ritmo processual mesmo. “Condenação ou não, aí é um problema do sistema judicial brasileiro. É um problema de cultura. É um problema do processo ser muito mais complexo, ter grandes advogados, que cria uma grande dificuldade para o processo tramitar adequadamente. Na verdade, os poderosos, a quem o MP atinge, realmente, há muito mais dificuldade para que eles sejam condenados”, analisou.

* China já contabiliza 55 contagiados por nova variedade da gripe aviária.

As autoridades chinesas confirmaram neste domingo (14) que o número de contagiados pela nova variedade do vírus H7N9 (gripe aviária) no país é de 55, após dez novos casos terem sido detectados no fim de semana – os quatro últimos na província oriental de Zhejiang.

Segundo a agência oficial “Xinhua”, três dos novos quatro casos ocorreram na cidade de Huzhou, na província citada, e o último em Hangzhou, também em Zheijiang, onde infecções já haviam sido registradas anteriormente.

* Prefeito Ademar Ferreira vistoriou melhorias no matadouro municipal.

Na última sexta feira (12), o prefeito Ademar Ferreira (PMDB), acompanhado do secretário de obras e serviços público, João Marcolino, visitou o matadouro público municipal. Na oportunidade o gestor vistoriou os serviços já realizados de limpeza no local.

Durante a inspeção Ademar mais uma vez cobrou do secretário de obras, uma maior agilidade no tocante a reforma da unidade no seu âmbito geral, “Apesar de já perceber as melhorias aqui no matadouro, quero a reforma o quanto antes secretário”, indagou Ademar.

Os trabalhos continuam no matadouro, homens e máquinas continuam trabalhando de forma permanente para amenizar os problemas do matadouro municipal.

Na próxima semana será feito todo tramite burocrático para o inícios das obras na parte interna do imóvel.
Ademar vistoriou a limpeza....
Ademar deu orientações ao secretário...
 Máquinas trabalhando...

* Vacinação contra gripe começa amanhã em todo o país.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começa amanhã (15) em todo o país. A meta é imunizar 31,3 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários – gestantes, idosos com mais de 60 anos, crianças entre 6 meses e 2 anos, profissionais de saúde, índios, população carcerária e doentes crônicos.

Uma das novidades é a inclusão de mulheres em puerpério (período de até 45 dias após o parto) nos grupos prioritários para vacinação. Outra mudança vai possibilitar que pessoas com doenças crônicas tenham acesso à vacina por meio de postos de saúde e não apenas nos centros de referência. Basta apresentar uma prescrição médica no ato da imunização.

A campanha segue até o dia 26 de abril. No próximo sábado (20), todos os 65 mil postos de saúde do país vão funcionar para um dia de mobilização. Serão distribuídas cerca de 43 milhões de doses que, este ano, protegem contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1) ou gripe suína, A (H3N2) e B.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina é segura e só é contraindicada para pessoas com alergia severa a ovo. A dose, segundo a pasta, contém o vírus em sua forma inativa, e não há risco de uma pessoa contrair gripe em razão da imunização.