quinta-feira, 23 de maio de 2013

* Caso Spider vença Weidman, luta com Jones acontecerá neste ano.

Campeão absoluto dos médios do UFC, Anderson Silva irá colocar o cinturão em jogo pela décima primeira vez, no dia 6 de julho, contra Chris Weidman, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Presidente do UFC, Dana White já declarou que o brasileiro de 38 anos ainda tem dez lutas no contrato e ao que tudo indica, o “patrão” já está contando com uma vitória de “Spider” e tem planos ambiciosos para a lenda, ainda em 2013. 

“Anderson tem uma luta programada no dia 6 de julho contra o Chris Weidman e muitas pessoas acreditam que esse combate é uma grande ameaça para o seu recorde e tudo mais. Porém, se ele passar por esse teste contra o Weidman, nós poderemos ver uma super luta com o Jon Jones ainda esse ano”, garantiu Dana ao programa “Game Time”, da rádio CBS de Atlanta.

Enquanto Anderson Silva é o maior recordista de defesas de cinturão da história (10), Jon Jones acabou de igualar o feito de Tito Ortiz, na categoria dos meio-pesados, com cinco defesas.

* Ex-ministro afirma que irmã de Micarla poderá assumir mandato de João Maia.

O Jornal de Hoje destaca que o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) José Augusto Delgado afirmou hoje que a irmã da ex-prefeita de Natal Micarla de Sousa, Rose de Sousa, poderá assumir o mandato do deputado federal João Maia, presidente do PR, se este for cassado pela Justiça Eleitoral por uso de Caixa 2 na campanha para a Câmara dos Deputados de 2010, quando Maia foi reeleito. Para que Rose assuma o mandato, além da cassação de João Maia, será necessário que Rose se filie novamente ao Partido Verde, a quem pertence o mandato. Ela se desfiliou oficialmente da legenda ainda no ano passado. Caso Rose não se filie à legenda, quem assumiria o mandato seria o jornalista Marcos Cesar Cavalcante, segundo suplente da coligação.

A declaração do ex-ministro José Augusto Delgado, que também é ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça, além de advogado atuante, é esclarecedora porque, em sua opinião, a desfiliação de Rose não significa a perda automática da condição de suplente. “Se ela se filiar (novamente) antes, em qualquer decisão entendo que sim, que ela é quem assumiria o mandato, numa eventual cassação do mandato de João Maia”. Contudo, segundo José Augusto Delgado, para que isso ocorra, a nova filiação da irmã de Micarla ao PV deve acontecer “antes de qualquer decisão transitada em julgado”. “Porque o partido aceitou a filiação dela. Isso não está regulado na lei, mas é uma lógica”, completa José Augusto Delgado. “É questão interna partidária”, acrescentou.

João Maia foi denunciado pelo Ministério Público Eleitoral por uso de Caixa 2 na campanha passada. O processo se encontra com o juiz eleitoral Nilson Cavalcanti, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O procurador regional eleitoral, Ronaldo Pinheiro de Queiroz, autor do parecer contra João Maia, disse ter constatado a “presença de indícios de que ele teria arrecadado recursos, bem como realizado gastos, em prol de sua campanha de forma irregular e clandestina”. Nas alegações finais, Ronaldo salientou a opinião do MPE de que as denúncias são “inquestionáveis” e de que não “há dúvida” de que houve o Caixa 2.

* Marcha das Vadias organiza protesto pelo fim da violência contra mulher.

A Marcha das Vadias, protesto pelo fim da violência contra a mulher, ocupará a rua Augusta (centro de São Paulo) neste sábado (25). A concentração está marcada para o meio-dia na praça do Ciclista, na avenida Paulista. O início do trajeto, que passa pela rua Augusta e vai até a Praça Roosevelt, começa às 14h.

Este é o terceiro ano consecutivo que o protesto é realizado em São Paulo, mas o termo “vadia” ainda suscita diversas perguntas na página do evento no Facebook: “Homens podem ir à marcha?”; “É preciso tirar a roupa?”; “Posso levar meu filho pequeno?” são algumas das questões feitas na rede social.

Para quem tem dúvidas, as criadoras do evento na internet explicam: “todos são bem-vindos e, não, não é preciso ir com pouca roupa para participar.”

“Como lutamos pela autonomia sobre nossos corpos e escolhas, seria um contrassenso sugerir como as pessoas devem se vestir pra ir à marcha”, dizem elas, que preferem não se identificar.

As integrantes também explicam o uso irônico do termo “vadia” para protestar contra a responsabilização das mulheres que são vítimas de violência.

“Qualquer ação minimamente desviante dos padrões de comportamento impostos às mulheres as torna passíveis de serem rotuladas como ‘vadias’ –o que levaria ao direito de violentá-las. Mas o único culpado pela agressão é o agressor –não é a roupa, não é o comportamento da mulher”, dizem.
 
Segundo as brasileiras, as Marchas das Vadias são independentes. “Cada país, estado, cidade, município faz como pode e quer. É importante que seja assim, pois cada lugar tem suas especificidades. O que não significa que não haja troca, diálogo.”

* Caraúbas tem a 9ª melhor saúde bucal do Brasil.

O município de Caraúbas está mais uma vez de parabéns quando o assunto é saúde bucal. Na manhã de hoje (23), o prefeito Ademar Ferreira (PMDB), recebeu o Oficio Nº 145/2013, do Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Norte (CRO/RN), na qual convida o referido gestor para participar de uma solenidade no próximo, dia 13 de junho do corrente.

Na oportunidade o município de Caraúbas irá receber uma Menção Honrosa, pela participação no Prêmio Brasil Sorridente- Ano 2012.

Caraúbas ficou com a 9ª colocação nacional quando a sua saúde bucal.

Essa não é a primeira vez que a municipalidade caraubense recebe premiação no tocante a sua saúde bucal, no ano de 2012, o município ficou com 11ª colocação, nesta área. Assim sendo, o município subiu duas colocações no Brasil Sorridente.

A saúde vem sendo ao longo dos últimos 4 anos, uma prioridade do governismo caraubense e esse prêmio só vem a confirmar tudo isso. Neste viés o prefeito Ademar comentou a premiação, “Saúde é a uma das nossas maiores prioridades, temos investido pesado nesta questão e esse prêmio só vem a nortear ainda mais a nossa administração, nessa área”.

 Em Caraúbas, a saúde bucal é levada a sério.
ACPMC.

* Aprovado projeto que torna mais rigorosa a lei antidrogas.

A Câmara dos Deputados aprovou há pouco projeto de lei que modifica o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas (Sisnad). De autoria do deputado Osmar Terra (PMDB-RS), a proposta prevê o aumento da pena para o tráfico, de cinco para oito anos, a possibilidade de internação involuntária de usuários a pedido da família e de agentes públicos e a isenção fiscal às empresas que empregarem dependentes químicos em recuperação.

De acordo com deputado Osmar Terra, depois das negociações com a Casa Civil da Presidência da República, o projeto foi modificado para estabelecer que a internação involuntária poderá ocorrer a pedido da família e com recomendação médica e, na ausência de parentes, poderá ser requerida por agente da área social também depois de avaliação médica.

Sobre o aumento da pena, Terra explicou que houve mudança no conceito de organização criminosa para poder atingir as chamadas bocas-de-fumo. “O governo aceitou que a associação de até quatro pessoas para tráfico já entrará no aumento de pena”, explicou.

O relator da proposta, deputado Givaldo Carimbão (PSB-AL), ressaltou que a punição mais rigorosa, com o aumento da pena para o tráfico, é necessária para diminuir as mortes provocadas pelas drogas no país.

Desde o início da tarde, o plenário tenta votar a matéria, mas deputados contrários a diversos pontos do texto obstruíram a votação. Neste momento, a Casa analisa os 13 destaques que visam a alterar o texto principal aprovado.