quarta-feira, 5 de junho de 2013

* Piadas de corno...

A mulher está na cama morrendo, dando as últimas suspiradas, e o marido está ao lado falando-lhe e afagando as mãos carinhosamente: -Meu amor, quando você for embora, vou ficar tão sozinho! -Aaaaii....Não, não quero isso para você! Ai, procure boa mulher e case-se outra vez! -Mas como? Não vou encontrar alguém como você, meu bem! -Aaaii... aii que dor! Vai sim, e você pode até dar-lhe os meus (clubs) tacos de golfe para ela poder jogar com você! -Não meu amor, não poderei porque teus tacos são para pessoa de mão direita,.... e ela é canhota!

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Oração do corno Tomara que eu nunca seja... Mas se for... Tomara que eu nunca desconfie de nada... Mas se eu desconfiar... Tomara que eu nunca tenha certeza... Mas se eu tiver certeza... Tomara que eu não faça nada... Que é pra não magoar os sentimentos da minha amada!!!

* Bens de Edvaldo Fagundes são bloqueados pela justiça federal.

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte determinou o bloqueio de bens de 32 empresas e 29 pessoas ligadas ao Grupo Líder na cidade de Mossoró e região, tendo em vista que tais pessoas e empresas foram incluídas, por decisão judicial, na ação de execução fiscal que tinha como ré originária apenas a empresa Tecidos Líder Indústria e Comércio Ltda.

A decisão foi proferida pela Juíza Federal Emanuela Mendonça Santos Brito, da 8ª Vara Federal, que, atendendo ao pedido formulado pela União (Fazenda Nacional), concluiu que todas as 32 empresas e as 29 pessoas integram um mesmo grupo empresarial, sob a gestão de Edvaldo Fagundes de Albuquerque, real proprietário das empresas alcançadas pela indisponibilidade de bens. Os bens de todo grupo foram bloqueados até o montante do débito no valor de R$ 212.517.491,77, referente à execução fiscal ajuizada pela União.

* Justiça condena o deputado federal João Maia a pagar R$ 4 milhões e ele pode ficar inelegível.

O presidente estadual do Partido da República (PR), João Maia, está correndo o risco de perder o mandato de deputado federal no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por irregularidades – como Caixa 2 – constatadas nas eleições de 2010. Contudo, esse não é o único problema que o parlamentar enfrenta com a Justiça Eleitoral com relação às contas de campanha. No ano passado, ele já foi condenado por ter desrespeitado normas na doação financeira. Por isso foi multado em R$ 4 milhões e ainda pode ficar inelegível por oito anos.

O processo é consequência do fato de João Maia ter doado para os comitês do PR de Deputados Estaduais e Deputados Federais um montante acima do permitido pela Justiça Eleitoral, que é de 10% dos seus rendimentos brutos do ano anterior – ou seja, de 2009. Segundo a Justiça Eleitoral, como comprovou ter uma renda bruta de R$ 2,9 milhões, João Maia só poderia ter doado R$ 295 mil ao PR, partido que já presidia em nível estadual naquele ano.

Contudo, o parlamentar doou bem mais: R$ 1,151 milhão. Ou seja, extrapolou em R$ 846.548,38 o limite máximo de 10% previsto na Lei das Eleições – e, daí, o motivo de ter sido condenado a uma multa que, inclusive, é duas vezes o valor de seu rendimento anual.

Na época, o presidente estadual do PR até apresentou uma defesa sobre o caso. Explicou que os valores doados por ele, mesmo estando acima do limite legal, foram destinados ao Comitê Financeiro Estadual para Deputado Federal do Partido da República e, como ele foi o único candidato ao cargo, se caracterizariam como utilização de recursos próprios, não se sujeitando ao limite previsto.

* Essa vai ser lotação...

 

* Ruas continuam sendo recuperadas pela municipalidade caraubense.

A prefeitura Municipal de Caraúbas continua recuperando ruas no seu perímetro urbano. Esse trabalho vem sendo realizado de forma incansável pela Secretaria de Obras do município.

 

Na manhã de hoje (05) às máquinas se espalharam por algumas ruas da cidade para amenizar os efeitos deixados pelas últimas chuvas. Ruas como João Praxedes, e adjacentes, no Leandro Bezerra, estão sendo recuperadas, assim como ruas no Haroldo Maia e em vários outros pontos da cidade.


A municipalidade vem contando com todo apoio da Pedreira Potiguar que vem doando toda matéria prima para a recuperação das ruas e cedendo em alguns momentos suas máquinas para realização dos serviços.


Por parte da municipalidade local, estão sendo locadas máquinas tipos trator e caçamba para solucionar essa problemática, além de disponibilizar todo sua infraestrutura de outras máquinas.


O prefeito Ademar Ferreira já sinalizou para realizações de obras, no tocante a calçamentos para o segundo semestre do ano em curso, pois o gestor é consciente que só com novas pavimentações o problema será resolvido na sua totalidade.

Rua João Praxedes sendo recuperada...
 Máquinas trabalhando...
 Matéria prima chegando...
 Apoio total da Pedreira Potiguar...
Acesso a Praça de Eventos sendo recuperado.
ACPMC.

* Passeio de carroças deu início ao Arraiá das Caraubeiras.

Foi realizada nesta terça-feira (04) a abertura oficial da edição 2013 do Arraiá das Caraubeiras, que consiste numa série de eventos juninos promovidos pelas escolas e entidades do município de Caraúbas/RN.

Um passeio de carroças percorreu algumas das principais ruas da cidade, rumo à Quadra Municipal de Esportes "José Ricardo". Lá aconteceu uma quadrilha improvisada e teve a apresentação da Quadrilha Estilizada "Companhia Pai Fernandes", da cidade de Governador Dix-Sept Rosado/RN.
 
Nas próximas semanas, várias festas de São João e passeios de carroças serão realizados, tanto na zona urbana quanto nas localidades rurais.   

  Mobilização percorreu várias ruas da cidade de Caraúbas/RN.
  Quadrilha da cidade de Governador Dix-Sept Rosado/RN fez uma bela apresentação.
 
 Caraúbas.net.

* Henrique Alves e ministro Mantega discutem plano para dívidas dos agricultores do Nordeste.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, discutiu a renegociação das dívidas dos produtores rurais nordestinos durante encontro com o ministro da Fazenda, Guido Mantega. O presidente do Senado, Renan Calheiros e o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), relator da Medida Provisória 610/2013 que trata de ações emergenciais para a região da seca no nordeste, também participaram do encontro. Eles pediram ao ministro para incluir  na MP, em análise no Congresso, as novas medidas para pequenos e médios produtores, entre elas, condições de refinanciamento e de pagamento iguais aos critérios aplicados ao agricultores do Pronaf.

As medidas, anunciadas pela presidente Dilma Rousseff  ontem (04), um dia após visita ao Rio Grande do Norte, ainda dependem do envio de mensagem do poder Executivo ao Congresso. “Entendemos que a melhor forma e mais viável de envio do plano para o semiárido seria através da MP que já trata do mesmo assunto”, disse o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves. O ministro do Planejamento, Guido Mantega, ficou de analisar e discutir as sugestões dos parlamentares com a equipe do governo.

A renegociação de dívidas dos agricultores do nordeste, com base em novos critérios, foi anunciada pela presidente Dilma Rousseff durante o lançamento do Plano Safra 2013/14. O plano vai suspender a execução de dívidas bancárias dos agricultores até o final de 2014, além de oferecer descontos para a liquidação de operações vencidas e renegociações. Já o pacote de medidas específicas para renegociar as dívidas dos agricultores do semiárido deve ser enviado ao Congresso na próxima semana. O presidente da Câmara explicou que a intenção da presidente Dilma era mandar um projeto de lei sobre o assunto, mas Henrique Alves, Renan Calheiros  e Eunício Oliveira querem abreviar essa tramitação para que a medida tenha efeito mais imediato diante da situação crítica dos agricultores nordestinos. A validade da MP 610 termina em agosto.

* Nota de pesar da Secretaria de Educação Caraubense

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento da Educação e do Desporto comunica com Pesar o falecimento da jovem Kátia Micaele Fernandes, aluna da Escola Municipal Jonas Gurgel.

À família, nossas condolências nesse momento de dor em virtude dessa perda prematura, inexplicável aos olhos do homem, mas compreensível diante da vontade de Deus.

A todos, externamos nossos votos de Pesar. Pequena Kátia, Descanse em Paz!
 Equipe da Secretaria Municipal de Educação.

* Foragido da Cadeia Pública de Caraubas é recapturado no Beco do Cacete em Mossoró.

O Serviço Reservado da Polícia Militar,com apoio do GTO e do Oficial de dia,Aspirante Muniz,recapturou na tarde desta terça feira,04 de junho de 2013,o foragido da Cadeia Pública de Caraúbas, Leonardo Tomaz de Aquino, 21 ansos de idade,residente na Avenida Alberto Maranahã no Bom Jardim em Mossoró.

Leonardo foi preso em uma residência,no Beco do Cacete bairro Bom Jardim e com ele a polícia encontrou um revólver calibre 38 municiado, e uma pequena quantidade de crack.

Ele foi levado à DENARC onde foi feito um TCO,pela droga e depois encaminhado `1ª DP.

O acusado estava foragido da justiça há cerca de sete meses e segundo ele durante esse período nunca se ausentou de Mossoró.

O Foragido cumpre pena por tráfico de drogas e homicídios.

Depois de ser ouvido na Primeira Delegacia de Polícia,pelo Delegado Fábio Montana, Leonardo Tomaz,foi recambiado para a Cadeia Pública de Caraúbas,onde deverá cumprir o resto de sua pena.
  Leonardo Tomaz.
Câmera 2.

* Projeto que acaba com residência oficial do Governo tem parecer favorável da CCJ.

O benefício do chefe do Executivo estadual morar em residência oficial e ter todas as despesas custeadas pelos cofres públicos poderá ser extinto no Rio Grande do Norte. A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou Proposta de Emenda Constitucional que proíbe despesas públicas com aluguel para residência da governadora e do vice.

Atualmente, por mês o Estado gasta em média R$ 68.500 com a residência oficial, incluído o aluguel no valor de R$ 13.550 e as despesas com alimentação, funcionários, telefone, energia e água. De todos esses itens o custo mais alto é a alimentação, custando por mês cerca de R$ 26 mil.

O gasto anual com a residência oficial do Governo, instalada no bairro de Morro Branco, é cerca de R$ 820 mil.

Pelo projeto aprovado na CCJ do Legislativo estadual, por unanimidade, a partir da posse e durante todo o mandato, o governador e o vice-governador devem manter residência na capital do Estado. É vedada a realização de despesa pública para custear despesas pessoais com a residência do governador, do vice-governador e de suas famílias.

De autoria do deputado estadual Kelps Lima (PR), a PEC define ainda que os governantes e seus familiares de primeiro grau poderão ter a sua disposição policiais para garantirem a segurança, mantendo a proibição desses profissionais desempenharem qualquer outra função que não a afim.

* Rosalba elogia Dilma e alerta: “Fui eleita pelo povo do RN; não pelo povo do DEM”.

O Jornal de Hoje destaca que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) afirmou na manhã desta terça-feira, em entrevista ao “Jornal da Cidade” (94 FM), que ao adotar uma postura “republicana” em relação ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT) e ao elogiar a presidenta, está pensando mais no seu governo do que no seu partido, o Democratas, presidido, no Rio Grande do Norte e nacionalmente pelo senador José Agripino Maia.

Rosalba disse ainda que o DEM vive “um momento difícil” e que “encolheu bastante” nos últimos anos. No entanto, defendeu a crítica construtiva do partido como necessária ao País e também o direito dela se manifestar favoravelmente ao governo da presidente Dilma Rousseff. “Estou pensando mais no governo. Eu fui eleita pelo povo do Rio Grande do Norte, não pelo povo do Democratas. O Democratas é o meu partido, foi por esse partido que eu fui prefeita, senadora e governadora, mas eu fui eleita numa conjunção de forças e foi o povo do RN, independente de partido, que me fez governadora”, afirmou a governadora, ao justificar sua postura em favor da presidente Dilma.

* Câmara conclui votação e projeto para criação de municípios vai ao Senado.

Com a rejeição de cinco dos seis destaques apresentados ao projeto de lei complementar do Senado, que estabelece regras para a criação, incorporação e desmembramento de municípios, a Câmara concluiu ONTEM (04) a votação da matéria. O único destaque aprovado retira do texto o dispositivo que proibia o desmembramento de municípios localizados em terras da União.

Aprovado pelo Senado em 2008, o projeto terá que ser novamente apreciado pelos senadores, já que a Câmara aprovou um substitutivo ao texto, com várias alterações. A aprovação do destaque que permite o desmembramento de cidades em terras da União desagradou lideranças governistas. O líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse que a proposta pode abrir brechas para criação de cidades em terras indígenas, ou em terrenos do Exército e da Marinha, por exemplo.

Já os defensores da emenda, explicaram que se a proibição não fosse retirada do texto, a criação de novos municípios poderia ficar “engessada”, já que seria um empecilho para a criação de municípios. Ao fim da sessão da Câmara, que foi acompanhada por centenas de manifestantes defensores da aprovação do projeto, o presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), autorizou que os manifestantes descessem das galerias para cumprimentar os deputados em plenário.