sexta-feira, 5 de julho de 2013

* Caso raro: Menino de 2 anos possui terrível doença sem diagnóstico.

Uma criança de apenas 2 anos de idade está sofrendo com uma grave deformidade em seu rosto.
  
Ele não consegue falar ou andar e sua condição está confundindo médicos que se sentem incapazes de identificar exatamente o que ocorre com o pobre Aidan Jackoviak Smith. Sua mãe, Vikki, 40, afirma que os especialistas estão trabalhando para encontrar algo, mas todos os testes dão negativo. “No início, cogitou-se a possibilidade de ser síndrome de Proteus, mas após uma biópsia, realizada há 6 meses, os resultados foram negativos”, em declaração ao britânico Daily Mail.
  
A síndrome de Proteus ficou famosa através de John Merrick, também chamado na época de Homem Elefante. Também cogitou-se que seria a Síndrome de Cloves, uma condição genética rara que provoca alterações em vasos sanguíneos e na coluna vertebral.
  
Aidan nasceu com 8 meses. Inicialmente foi levado para o Royal Victoria Infirmary, em Newcastle, Reino Unido. Vikki e o marido Karl, 35, não sabiam que seu filho havia nascido com um problema tão grave.

Aidan nasceu aparentemente normal, mas 3 semanas depois começou a apresentar deformidades graves nas pernas, costas e rosto. Após alguns exames, os médicos informaram que ele também havia sofrido lesões cerebrais.
Doença ainda sem diagnóstico.

* PMDB no Senado quer barrar reeleição e estender mandatos para 6 anos.

Após a revolta dos deputados federais do PMDB contrários à realização do plebiscito da reforma política, a bancada do Senado também passou a defender mudanças no sistema político e eleitoral que contrariam as sugestões apresentadas pela presidente Dilma Rousseff. Um grupo de senadores do partido articula a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que acabaria com a reeleição para todos os cargos eletivos e estenderia os mandatos para seis anos.

Na prática, a proposta faria com que as eleições para presidente da República, governador de Estado e deputados federais, estaduais ou distritais ocorressem junto com a votação para prefeitos e vereadores. Ou seja, seriam extintas as eleições no País a cada dois anos.

* Só faltava essa: STF poderá decretar o fim das vaquejadas.

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu nesta quinta-feira (04) uma ação direta que pede a inconstitucionalidade da prática da vaquejada no Estado do Ceará. A representação partiu do procurador da República no Ceará, Alessander Sales. Segundo a Lei Estadual nº 15.299/2013/, a vaquejada é uma atividade desportiva e cultural inicialmente associada a atividades necessárias à produção agrícola.

A lei também cria os critérios para a competição e obriga os organizadores a adotarem medidas de segurança para os vaqueiros, público e animais. Porém, a Procuradoria Geral da República (PGR) argumenta que, após sua profissionalização, a vaquejada passou a açoitar e instigar os touros, principalmente no momento antes da entrada na arena, onde são enclausurados. Tais práticas acarretam danos e constituem crueldade contra os animais, argumenta a PGR. Dessa forma, a Procuradoria pede a concessão de liminar para suspender a prática da vaquejada no estado do Ceará e requer que a lei estadual seja declarada inconstitucional. O ministro Marco Aurélio é o relator da ação no Supremo Tribunal Federal.

A decisão poderá recair também sobre outros Estados do Brasil e não apenas no Ceará.

Blog: O Brasil com 1 milhão de problema e o STF perdendo tempo com o que estar quieto! É brincadeira, um negócio desses.

Viva a Vaquejada! Essa festividade faz parte da Cultura Nordestina!

* Aí mata: Caso Telexfree: MPs criam força-tarefa para evitar desbloqueio de pagamentos.

A liminar que suspende os pagamentos da Telexfree será analisada no dia 8 por desembargadores do Acre , definiu nesta quinta-feira (4) o Tribunal de Justiça local. Mas, se a decisão for derrubada, promotorias do consumidor de outros Estados entrarão com ações para reativar o bloqueio o mais rápido possível, diz o presidente da Associação do Ministério Público do Consumidor (MPCon), Murilo Moraes e Miranda.

"Caso haja qualquer retrocesso na decisão do Acre, os MPs de todos os Estados ingressarão [ com ações ] para garantir que não haja mais pessoas ludibriadas pela Telexfree e para que se garanta um mínimo de devolução [ do dinheiro investido pelos consumidores ]", diz Miranda, promotor de Goiás. A Telexfree informa ser uma fornecedora de telefonia via internet (VoIP, na sigla em inglês) . Os pacotes, segundo a empresa, são comercializado por meio do sistema de marketing multinível (MNN) – modelo de vendas diretas em que os distribuidores ganham bônus pelos negócios fechados por outros distribuidores que atraiam para a rede.

* Cerca de 70 prefeitos potiguares se preparam para Marcha dos Municípios.

A Macha dos Municípios, que ocorrerá na próxima semana em Brasília, deverá contar com a presença de 70 prefeitos potiguares. Um dos pontos altos deverá ser o encontro dos gestores com a bancada federal potiguar, marcado para a terça-feira, às 17h.

O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, Benes Leocádio, analisa que o evento da próxima semana, marcado para ocorrer de terça a quinta-feira, será uma ratificação de todas as reivindicações já apresentadas pelo gestor público. Ele observa que há uma expectativa para o pronunciamento que a presidente Dilma Rousseff fará durante a Marcha. “Hoje (ontem) em evento na Bahia ela disse que tem um anúncio a fazer aos prefeitos”, disse o presidente da Femurn.

* Até tu Brutus: Joaquim Barbosa voa para ver jogo com dinheiro público.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, usou recursos da Corte para se deslocar ao Rio de Janeiro no final de semana de 2 de junho, quando assistiu ao jogo Brasil e Inglaterra no estádio do Maracanã. O STF diz que a viagem foi paga com a cota que os ministros têm direito, mas não divulgou o valor pago nem qualquer regulamento sobre o uso da cota. O tribunal confirmou à reportagem que não havia na agenda do presidente nenhum compromisso oficial no Rio de Janeiro durante o final de semana do jogo no Maracanã. Barbosa tem residência na cidade e acompanhou o jogo ao lado do filho Felipe no camarote do casal de apresentadores da TV Globo Luciano Huck e Angélica. Segundo a Corte, porém, apenas o ministro viajou de Brasília com as despesas pagas pelo STF. Os voos de ida e de volta foram feitos em aviões de carreira.

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo de maio deste ano mostrou que ministros têm usado recursos da Corte para viagens durante o recesso forense, quando estão de férias, e para levar as mulheres em diversos voos internacionais. O total gasto em passagens para ministros do STF e suas mulheres entre 2009 e 2012 foi de R$ 2,2 milhões. Neste período, Barbosa utilizou recursos da Corte para passagens enquanto estava de licença médica e não participava dos trabalhos em Brasília. Os dados oficiais foram retirados do portal da transparência do Supremo após a reportagem por supostas “inconsistências”. O Supremo diz que os ministros dispõem de uma cota para voos nacionais tendo como base uma decisão tomada em um processo administrativo durante a gestão de Nelson Jobim na presidência da Corte.