terça-feira, 16 de julho de 2013

* Prefeitura de Caraúbas intensifica trabalhos contra o Barbeiro.

A Prefeitura de Caraúbas, através da Secretária Municipal de Saúde, realiza monitoramento de combate ao barbeiro, agente transmissor da doença de chagas. Os agentes de endemias que tem a frente o coordenador Fernando Júnior, realizaram busca interna nas residências e em locais onde o barbeiro possa se proliferar.

Além disso, a equipe atendeu uma solicitação da rádio Centenário de Caraúbas/RN, pra fazer um trabalho de dedetização em sua área já que após uma limpeza o besouro barbeiro foi encontrado nas dependências da emissora.

De acordo com o Coordenador, Fernando Júnior é preciso à participação da comunidade. “Caso haja suspeita da doença, procurem a Secretaria de Saúde ou a Coordenação de Endemias do município. Estamos aptos a atender e combater todos os tipos de endemias”, ressaltou.

 Equipe de Endemias.

* Grave acidente de carro leva a vida do "Grande" Amorim Promoções.

O promotor de eventos Josenildo Amorim morreu em um acidente na manhã desta terça-feira (16) na RN-117 entre os municípios de Caraúbas e Olho D'Água do Borges, na região Oeste potiguar. Uma colisão entre dois veículos matou o empresário e deixou uma enfermeira ferida.

O acidente ocorreu por volta das 12h15. O promotor de eventos estava a caminho de Caraúbas pela RN-117 a bordo de um Fox quando se deparou com o carro da enfermeira, um Ford KA, saindo do sítio Timbaúba. O sargento Rondes Batista, da Polícia Militar de Olho D'Água do Borges, informou que a saída do sítio fica em uma curva, o que prejudica a visibilidade da pista.

Josenildo Amorim ainda foi socorrido para Mossoró, também na região Oeste, mas não resistiu aos ferimentos. A enfermeira fraturou a perna e sofreu um corte na cabeça. A sobrinha da enfermeira teve escoriações leves. O empresário Josenildo Amorim é irmão de Josean Amorim, que é vereador de Caraúbas. Ele era proprietário da empresa Amorim Produções.
Josenildo Amorim era promotor de eventos de Caraúbas (Foto: Divulgação/Sebastian Santos) 
Eterno Amorim Produções.
Foto: Sebastian Santos.

* PMDB irá defender na reforma política o fim da reeleição, diz Alves.

Em contraste com a posição defendida pelo PT, a cúpula do PMDB decidiu apoiar o fim da reeleição a partir das eleições de 2018, informou nesta terça-feira (16) o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Alves afirmou ainda que, durante as atividades do grupo de trabalho da reforma política, o partido deve se posicionar contra as doações diretas aos candidatos.

O grupo terá três meses para apresentar sugestões de mudanças no sistema político e eleitoral brasileiro. O colegiado será coordenado pelo deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP).

“Nesta segunda, em algumas conversas com peemedebistas, duas decisões passaram a se encaminhar para o amadurecimento do PMDB. Primeiro, não permitir mais, em hipótese alguma, o financiamento direto ao candidato. E, segundo, uma tese que ganha força a cada dia no PMDB, de que a partir de 2018, respeitados os direitos atuais dos detentores, pôr fim à reeleição”, disse Alves

* Dilma volta a defender destinação dos royalties do petróleo para educação.

A presidenta Dilma Rousseff voltou a defender hoje (16) a destinação de recursos dos royalties do petróleo para investimentos em educação. Segundo ela, embora o Brasil tenha registrado avanços importantes nessa área nos últimos anos, para se tornar uma “nação desenvolvida” é preciso construir mais creches, melhorar a remuneração dos professores e garantir o cumprimento do Plano Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) – que estabelece que todas as crianças até os 8 anos de idade sejam alfabetizadas em português e tenham os conhecimentos adequados em matemática.

“Precisamos assegurar creches para as crianças que mais precisam. Quanto mais e melhores creches o Brasil for capaz de construir, mais atacamos a raiz da desigualdade e damos oportunidades iguais para cada brasileirinho e para cada brasileirinha. Para isso, é preciso recurso, dinheiro para pagar professor de forma adequada, por isso defendemos o uso dos royalties do petróleo para a educação”, disse.

* Marcha das Vadias coincide com visita do papa Francisco.

Programada para o próximo dia 27, a Marcha das Vadias deste ano vai coincidir com a visita do papa Francisco ao Rio de Janeiro para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se estenderá de 23 a 28 deste mês. Não há, entretanto, intenção de fazer uma afronta ao sumo pontífice, disse hoje (16) a historiadora e pesquisadora Nataraj Trinta, uma das organizadoras da marcha.

“Não teria por que um movimento que faz uma marcha contra a violência buscar um confronto que possa gerar um ato de violência”, ressaltou. Segundo Nataraj, o momento é propício ao diálogo. A ideia é fazer um contraponto pacífico à visita do papa, no qual serão colocadas as pautas da marcha, “que vão de encontro ao Estado laico”, completou.

marcha das vadias

* Justiça garante vaga de jovem na UFRN.

Uma decisão da Justiça Federal do RN acarretou na derrubada de uma portaria do Ministério da Educação (MEC). A estudante Keyla Nathália de Souza Aquino, 17, teve pedido de antecipação de tutela deferido para que a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) reserve sua vaga no curso de Ciência e Tecnologia. Além disso, a decisão ordena ao Estado que emita o seu certificado de conclusão do ensino médio com base nas notas obtidos no Exame Nacional de Ensino Médio, mesmo sem que ela tenha completado 18 anos.

Embora não tivesse concluído o ensino médio, em 2012, Keyla prestou as provas do Enem alcançando notas acima de 500, garantindo sua entrada na lista de aprovados. Contudo, ao escolher o curso de Ciência e Tecnologia, ela teve o acesso negado pela UFRN por não ter certificado de conclusão do ensino médio.  Segundo ela, ao procurar a Secretaria Estadual de Educação para utilizar as notas do Enem para obter o certificado de conclusão, ela foi informada de que o procedimento não seria possível porque ela é menor de 18 anos, conforme disciplina a portaria 16/2011 do MEC e a Lei 9394, que estabelece os parâmetros da Educação no Brasil.
Keyla Nathália de Souza conseguiu, na Justiça, a vaga na UFRN 
Keyla Nathália de Souza conseguiu, na Justiça, a vaga na UFRN.