quinta-feira, 18 de julho de 2013

* Pesquisa para presidente...


gráfico pesquisa Ibope presidente VALE ESTE 3 (Foto: Editoria de Arte / G1)

* Dilma perde 28 pontos e cai para 30%, diz Ibope; Marina tem 22%.

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta (18) pelo site do jornal "O Estado de S. Paulo" indica que a presidente Dilma Rousseff perdeu 28 pontos desde o último levantamento do instituto, em março, e teria hoje 30% das intenções de voto na disputa pela reeleição. Na simulação feita pelo Ibope, Marina Silva (sem partido), teria 22%; Aécio Neves (PSDB), 13%; e Eduardo Campos (PSB), 5%.

Pelo calendário eleitoral, as candidaturas a presidente terão de ser oficializadas pelos partidos até 5 de julho de 2014. O primeiro turno da eleição está marcado para 5 de outubro do próximo ano.

De acordo com o Ibope, a eventual candidatura pelo PT do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria mais intenções de voto que a de Dilma Rousseff, se fosse hoje a eleição. Contra os mesmos adversários, ele teria 41% das intenções de voto. Marina, Aécio e Campos teriam 18%, 12% e 3%, respectivamente.

A pesquisa foi realizada entre os últimos dias 11 e 14 e tem margem de erro de dois pontos percentuais (isso quer dizer que Lula, por exemplo, pode ter entre 38% e 42% das intenções de voto). Foram entrevistadas 2.002 pessoas com 16 anos ou mais em 140 municípios de todas as regiões.
 
Com Joaquim Barbosa
 
Em uma simulação que inclui como eventual candidato o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, Dilma teria 29%. Marina somaria 21%, Aécio, 12% e Eduardo Campos, 5%, segundo o Ibope. Barbosa teria 6%.

No mesmo cenário, com Lula como candidato do PT em vez de Dilma, o ex-presidente acumularia 39%, Marina Silva, 19%, Aécio Neves, 12%, e Eduardo Campos, 3%. Barbosa continuaria com os mesmos 6%.
 
Espontânea
 
Na parte da pesquisa em que os eleitores respondem espontaneamente (sem que o pesquisador apresente uma lista de possíveis candidatos), Dilma teria 16% das intenções de voto; Lula, 12%; Aécio, 5%; Marina, 4%; Joaquim Barbosa, 3%; José Serra (PSDB), 3%; Eduardo Campos, 1%; e Geraldo Alckmin (PSDB), 1%. Na pesquisa feita em março pelo Ibope, Dilma tinha 35% das intenções de voto espontâneas.

* Parceria garante seminário do Sebrae em Caraúbas.

Através de uma parceria entre SEBRAE, UFERSA, CDL, Prefeitura de Caraúbas/RN e ACRESEA, será realizada no próximo dia 15 de agosto um importante seminário de sustentabilidade que terá como tema: O Empreendedorismo e as sustentabilidades "Oportunidades e Desafios".

De acordo com Renato Gouveia, Gestor Projeto SEBRAE/RN no Território da Cidadania Sertão do Apodi/RN, a ideia do seminário é o fortalecimento das atividades empresariais e empreendedoras em consonância com o desenvolvimento sustentável, trabalhando aos poucos, a criação de uma cultura voltada para as boas práticas ambientais.

O evento será realizado no auditório da UFERSA e as inscrições podem ser realizadas na CDL do município ou na própria UFERSA, ao preço de de R$ 10,00 para participante comum e R$ 5,00 estudante.

* Procurador regional eleitoral emite parecer favorável à cassação da prefeita Claudia Regina.

A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte (PRE/RN) apresentou hoje um parecer contra a decisão do juiz substituto da 33ª Zona Eleitoral, Pedro Cordeiro, que anulou a cassação dos mandatos dos candidatos a prefeito e vice-prefeito de Mossoró, Cláudia Regina Freire de Azevedo e Wellington de Carvalho Costa.

Para o procurador Paulo Sérgio Rocha houve um “rejulgamento indevido da causa”, o que ofende o Código de Processo Civil e o Código Eleitoral, já que não havia qualquer hipótese para o recurso impetrado pela prefeita e o vice fossem aceitos.

O parecer da Procuradoria Eleitoral foi apresentado em um recurso interposto pela Coligação “Frente Popular Mais Feliz”, que teve como candidata Larissa Rosado (PSB), que pediu ao Tribunal Regional Eleitoral para manter a cassação. A referida coligação alega que a decisão anulando a cassação é incorreta pois não havia contradição na sentença condenatória, de autoria do juiz titular José Herval Sampaio Júnior, que reconheceu a prática de abuso do poder econômico, político e nos meios de comunicação social, por parte de Cláudia Regina e seu vice.

Para anular a decisão do juiz titular, o juiz substituto sustentou que a governadora do RN deveria ter sido citada para intervir na ação, por ser a responsável pelas condutas de abuso de poder das quais teriam se beneficiado Cláudia Regina e seu vice. No entanto, o procurador Paulo Sérgio Rocha sustenta que a ação movida contra a atual prefeita de Mossoró foi motivada por suposta prática de abuso de poder, tipo de ação em que a legislação não obriga a participação de todas as pessoas envolvidas no ato abusivo, no caso, a governadora Rosalba Ciarlini.

O parecer diz que a governadora ficou fora da ação corretamente, já que sua participação não era necessária, ainda que ela seja a responsável pelos atos abusivos que beneficiaram os então candidatos Cláudia Regina e Wellington de Carvalho Costa.

Além disso, para o procurador o recurso impetrado pela prefeita contra cassação são manifestamente protelatórios, ou seja, o recurso “não teve o objetivo de integrar ou esclarecer a sentença, mas de rediscuti-la, promovendo um indevido rejulgamento da causa”. Por conta disso, diz o procurador, os embargos não suspendem nem interrompem o prazo para outros recursos.

Por não haver mais prazo, a sentença do juiz eleitoral titular José Herval Sampaio Júnior deve se tornar definitiva, isto é, se o caráter protelatório for reconhecido pelo TRE, não haverá mais recursos possíveis contra a cassação.

O relator do caso é o juiz Eduardo Guimarães.

* Noeide Sabino volta a comandar Prefeitura de Equador.

A prefeita Noeide Sabino e o vice-prefeito Joady Gomes, ambos do DEM, irão reassumir a Prefeitura de Equador. O plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que havia paralisado desde a semana passada o julgamento da Ação Cautelar nº 7609 recebeu o voto do jurista Verlano Queiroz sendo acompanhado pelo jurista Carlo Virgílio Fernandes e os desembargadores Amilcar Maia e João Batista Rebouças.
noeide equador
Prefeita.

* Caraúbas deu adeus ao empresário Amorim Produções.

Na tarde de ontem (17), uma verdadeira multidão se reuniu para dar o último adeus ao empresário Amorim Produções.

Ruas e avenidas ficaram super lotadas com pessoas e veículos que acompanharam o cortejo até o cemitério público local.

Amorim deixou sua marca em Caraúbas em diversos seguimentos entre eles, artísticos e de empreendedorismo.

No sepultamento a comoção era generalizada, amigos e parentes de diversos locais marcaram presença.

O filho Vinícius Amorim deve continuar tocando os investimentos do pai.
 Alunos aguardando o cortejo...
 Funcionários...
 Amigos...
 Amigos...
 Uma verdadeira multidão...
 Parentes e amigos...
 Chegando ao cemitério...
 Um grande empreendedor se foi...
 Políticos...
Prefeito Ademar também  esteve presente...
O último adeus, descanse em paz!

* Brasil é o sétimo colocado no mundo em casos de homicídios.

O Brasil é o sétimo colocado no mundo em casos de homicídios. A cada 100 mil habitantes, 27,4 são vítimas de crimes. No caso de jovens entre 14 e 25 anos, o número aumenta para 54,8. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), compilados pelo Mapa da Violência 2013: Homicídios e Juventude no Brasil, divulgado hoje (18), pelo Centro de Estudos Latino-Americanos (Cebela) todos os dez países com os mais altos índices de homicídios entre jovens estão na região da América Latina e do Caribe.

El Salvador lidera o ranking de índices de homicídios seguido de Ilhas Virgens, de Trinidad e Tobago, da Venezuela, da Colômbia, da Guatemala, do Brasil, do Panamá, de Porto Rico e das Bahamas.

Segundo o estudo, esses índices são explicados pela incidência de problemas estruturais de origem política, econômica e social, como desigualdade e falta de acesso a serviços básicos combinados ou não a conflitos armados, como os que acontecem na Guatemala, em El Salvador e na Venezuela. No caso dos homicídios de jovens, o Brasil tem taxa mais de 500 vezes maior do que a de Hong Kong, 273 vezes maior do que a da Inglaterra e do Japão e 137 vezes maior do que a da Alemanha e da Áustria.

* Cromossomo responsável pela síndrome de Down é “desligado” em laboratório.

Cientistas americanos conseguiram “desligar” o cromossomo responsável pela síndrome de Down numa experiência feita com células humanas em laboratório. A pesquisa, publicada na “Nature”, abre caminho para uma revolução no tratamento da condição dentro de alguns anos.

Os seres humanos nascem com 23 pares de cromossomos, incluindo os dois cromossomos que definem o sexo (XX ou XY), num total de 46 em cada célula. As pessoas com síndrome de Down têm três – em vez de duas – cópias do cromossomo 21. Este terceiro cromossomo provoca sintomas como dificuldade de aprendizado, o surgimento precoce de doenças como o mal de Alzheimer e um risco maior para problemas circulatórios e cardíacos.

E foi justamente esse cromossomo “extra” que os cientistas conseguiram “desligar”.

A terapia genética, que usa genes para tratar doenças, vem sendo testada para problemas causados por um único gene problemático. Mas, até agora, a ideia de conseguir silenciar os efeitos de um cromossomo inteiro parecia além do campo das possibilidades, mesmo no laboratório.

* É brincadeira: Estado desiste de nova convocação de professores.

O Governo do Estado desistiu de chamar os 600 professores que estavam previstos para o mês de julho. Foram convocados 600 professores e especialistas do último concurso no dia 3 de maio, época em que foi confirmada a chamada de outros 600 no prazo de 60 dias. Contudo, segundo a secretária estadual de Educação, Betânia Ramalho, os outros 600 só serão chamados “se for estritamente necessário”.

Em coletiva à imprensa no dia 19 de abril, o Governo do Estado já havia informado que 1.200 profissionais seria convocados em duas etapas com objetivo de dar um melhor ordenamento ao processo. O impacto financeiro seria de aproximadamente R$ 3 milhões por mês.

Segundo o Governo do Estado, o déficit imediato da época era de cerca de 500 professores, mas a previsão já era de aumento desse número em abril, devido à possibilidade de aposentadorias. Agora, mesmo com o encerramento da chamada feita em maio, em que mais de 500 professores e especialistas foram nomeados, a previsão de chamada desses 600 novos profissionais foi alterada.

* Jogando para tocida: Henrique Alves: “PMDB quer corte de 14 ministérios já”.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, publicada nesta quinta-feira, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou que há um “consenso” sobre o número “exagerado” de ministérios no governo. Para ele, a presidente Dilma Rousseff deve trabalhar em uma reforma que reduza de 39 para 25 o número de pastas. “Com a vontade de enxugar a máquina, de fazê-la mais objetiva, em torno de 25 ministérios seria do tamanho do Brasil”, afirmou.

Henrique pede, ainda, que Dilma converse mais com os congressistas, retomando as reuniões do conselho de líderes partidários criado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Há quanto tempo não se reúne o conselho político? Eu não me lembro”. Para Henrique Alves, “está faltando boa política” no governo. O deputado faz uma advertência: “Não há uma boa gestão sem uma boa política.” Dilma vai recuperar a popularidade até o final deste ano, mas só se remanejar seu ministério já, cortando pastas, afirma o peemedebista.