quarta-feira, 7 de agosto de 2013

* Confira gravação do novo CD do Ferro na Boneca!

* Henrique Alves está entre os “cabeças” do congresso nacional pela 14ª vez.

Na 20ª edição dos “Cabeças” do Congresso Nacional, divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), o deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) está no seleto grupo dos 100 políticos mais influentes do Parlamento brasileiro. A principal habilidade atribuída ao presidente da Câmara dos Deputados é a de articulador político.

Os “Cabeças” do Congresso Nacional são, na definição do Diap, queles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais colegas no exercício do mandato. O Diap leva em consideração a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações.

Henrique Alves disse ser uma honra ter o reconhecimento do Diap que elabora a lista com base em pesquisas e uma votação entre os profissionais de imprensa que fazem a cobertura jornalística da Câmara e do Senado. “Poucos parlamentares, como eu, tiveram o privilégio de integrar essa lista durante tantos anos consecutivos. É o reconhecimento do nosso trabalho”, ressaltou o presidente da Câmara.

* Fornecedores pedem que governo negocie pagamento.

Os fornecedores do Governo estadual que não recebem pagamento há dois anos se articulam para pressionar conjuntamente por uma negociação. A interlocução da cobrança será feita pela Associação Comercial e Empresarial do Rio Grande do Norte  (ACRN), que representa os microempresários, a maioria dos insatisfeitos. De acordo com o presidente da ACRN, Itamar Maciel, uma sugestão considerada “irrecusável” será proposta aos responsáveis pelas pastas da administração da governadora Rosalba Ciarlini (DEM): os débitos poderão ser quitados de forma escalonada ou divididos em parcelas a serem acordadas. Itamar Maciel estima que a dívida do Governo ultrapassa os R$ 100 milhões. 

O presidente da ACRM informou que 80 empresários procuraram a entidade para intermediar uma negociação com o governo. Essas empresas que pediram oficialmente a mediação têm mais de R$ 15 milhões para receber do Estado. Mas a Associação tem informações segundo as quais há outros empresários em situação semelhante.

“Nossa ideia não é colocar o Governo contra a parede e fazer exigências. Nós queremos abrir um canal de negociação para que esses fornecedores tenham os serviços prestados ou o fornecimento de materiais diversos pagos”, disse o presidente da ACRN. Ontem, uma reunião estava prevista para às 18h na Associação Comercial do RN, no entanto, o comparecimento foi aquém. 

* Ministério Público quer dissolução da BBom e reparação dos danos aos consumidores.

A dissolução jurídica do sistema BBom e a reparação dos danos causados aos consumidores são os dois principais objetivos da ação civil pública proposta pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual contra a Embrasystem Tecnologia em Sistemas, Importações e Exportações (nomes fantasias Unepxmil e Bbom). A demanda é assinada pelos procuradores da República Mariane Guimarães e Helio Telho e pelo promotor de Justiça Murilo de Morais e Miranda. Em ação cautelar, no mês passado, os bens da empresa já haviam sido bloqueados e as atividades do grupo suspensas por decisão judicial.

Além desses dois pedidos, na ação civil pública, o Ministério Público pede que cessem, definitivamente, as condutas ilícitas de recrutamento de pessoas e captação de recursos em forma de pirâmide, bem como a venda de rastreadores e prestação de serviços de monitoramento de veículos sem autorização do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Já para proteger os consumidores, foi pedida a condenação dos sócios da empresa, solidariamente, à obrigação de ressarcir os danos materiais e morais causados aos consumidores/investidores (o que pode se dar em liquidação de sentença). Foi requerida ainda a apresentação da relação de nomes, valores pagos e dados pessoais de todas as pessoas que adquiriram pacotes ou realizaram pagamentos para a aquisição de rastreadores.

BBOM 2
Essa já era!

* ITEP do RN inicia greve na próxima segunda.

Seguindo o exemplo dos policiais civis, que cruzaram os braços na terça-feira (06), os servidores do ITEP, que já tinham aprovado desde a última assembleia na semana passada o início da greve para às 8h da próxima segunda-feira (12), caso não houvesse avanço no diálogo com o Governo do Estado, confirmaram o indicativo de paralisação nesta noite.

A decisão também ocorre porque Governo do Estado não apresentou na reunião de ontem qualquer andamento ao anteprojeto que criará Lei Orgânica e Estatuto do órgão. Categoria quer envio da mensagem do Executivo para votação na Assembleia Legislativa o quanto antes.

* Reforma política tem apoio de 85% da população.

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) divulgou nesta terça-feira pesquisa feita pelo Instituto Ibope que aponta o apoio de 85% da população brasileira à realização da reforma política, com validade já para as eleições de 2014. Contratada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que integra o MCCE, a pesquisa dá aval à coleta de assinaturas para um projeto de reforma política de iniciativa popular defendido pelo movimento.

Segundo o levantamento, além do apoio majoritário à realização da reforma, 92% defendem que ela seja feita a partir de projeto popular, e 84% querem que tenha efeitos imediatos.