sexta-feira, 30 de agosto de 2013

* Uma geladinha: Cerveja ajuda a aumentar o colesterol bom no sangue.

Hoje à noite, tomar uma gelada no happy hour terá um motivo especial: o cuidado com a saúde. Duas pesquisas recentes, realizadas na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e na Universidade Autônoma de Barcelona, na Espanha, mostram que o consumo moderado de cerveja eleva o nível de colesterol bom (HDL) no sangue, o que é benéfico ao coração.

Moderação, nesse caso, significa nada mais do que duas latas (350ml cada) por dia para homens e uma para mulheres. A princípio, o álcool é o responsável pelo benefício do aumento do HDL, que também pode ser obtido com outras bebidas alcoólicas, desde que respeitada a quantidade máxima diária de 30 gramas de etanol.

— Um dos efeitos colaterais do álcool, quando ingerido em excesso, é o aumento de gordura no fígado, que pode trazer danos cerebrais e circulatórios — diz a nutricionista esportiva e fisiologista Andrea Zaccaro de Barros.

* Aí mata...KKKKK



* Convite importante da municipalidade local.

Atenção, pessoal! A Banda CAFÉ irá abrilhantar a festa, mas a plebe rude pode ficar sossegada que as demais bandas só irão tocar forró.

* Xiii: Governo diz que Ministério Público insiste nos gastos elevados.

O Governo do Estado acusou o Ministério Público (MPE) de, em meio à crise, manter gastos em patamar elevado, “como se vivesse numa verdadeira ‘Ilha da Fantasia’ “.  O texto acima foi explicitamente citado no recurso interposto pelo Executivo no Supremo Tribunal Federal (STF), com fim de suspender a decisão da desembargadora Zeneide Bezerra, que havia acatado o pedido de repasse integral do orçamento do MPE. O processo interposto pelo Governo, denominado “suspensão de segurança”, foi deferido pelo presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa.

Ele transcreveu, na decisão, as críticas do Governo ao Ministério Público. Há ainda o registro, entre as alegações, sobre a postura permanentemente “irredutível” dos promotores em não participarem dos esforços do ente federado para enfrentamento da crise. As declarações entre ambas instituições parecem contraditórias. Ontem, o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, declarou não haver se negado em dialogar sobre possíveis alterações no âmbito do Orçamento  Geral do Estado (OGE) de 2013. E que, ao contrário, diante da dificuldade em contatar a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), acenou como pôde para sugerir o encontro.

* Miséria: Governo propõe salário mínimo de R$ 722,90!

O novo valor do salário mínimo deverá ser R$ 722,90. O anúncio foi feito  pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Ela esteve no Congresso para entregar ao presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), a peça orçamentária de 2014. O texto deve ser votado pela Câmara e pelo Senado até o fim do ano.
 
O reajuste passa a valer em 1º de janeiro de 2014. O valor atual do mínimo é R$ 678. “O novo valor incorpora a regra de valorização do salário mínimo que tem sido uma política importante de alavancagem da renda das famílias no Brasil, que tem nos levado a patamares de qualidade de vida muito superiores”, disse Belchior.

* Chuvas vão se prolongar no Rio Grande do Norte.

A meteorologia aponta para a ocorrência de pancadas de chuvas durante o fim de agosto e começo de setembro no litoral e parte do Agreste do Rio Grande do Norte, período que, em situações normais de inverno e estiagem, não chove com tanta intensidade na região Nordeste. A informação é do chefe do Setor de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do  Norte (Emparn), Gilmar Bristot.

Após dias sem chuvas fortes no Rio Grande do Norte, Natal e Região Metropolitana tiveram precipitação de 16,1mm, entre a noite de ontem e manhá de hoje (29). “Os modelos de previsão para a primeira quinzena de setembro apresenta meio que uma surpresa, pois estão colocando, pelo menos nos primeiros dias, concentração boa de chuva para o litoral, mas não para o interior, que vai continuar seco”, disse Gilmar Bristot.

O meteorologista disse que até o dia 5 de setembro não existe previsão de chuva no semiárido, mas há previsão de concentração de chuvas na área litorâneas e do Agreste, com chuvas entre 10mm e 30mm. Para Bristot, as previsões são de uma situação atípica. 

“O que está provocando a situação é que o oceano Atlântico nas regiões próximas ao Nordeste, as águas oceânicas estão com anomalia, mais quente do que o normal. Estamos praticamente com todo o Atlântico Sul, desde a África, passando pela região Sudeste, um grau acima da média”, disse.

* População do RN ultrapassa os 3,37 milhões de habitantes, diz IBGE.

O Rio Grande do Norte ultrapassou os 3,37 milhões de habitantes, segundo os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referente a junho deste ano. A informação foi foi publicada na edição desta quinta-feira (29) do Diário Oficial da União.

Já a população estimada do Brasil é de 201.032.714 habitantes. De acordo com o levantamento, há 7.085.828 habitantes a mais do que registrados em julho de 2012. São Paulo é o estado mais populoso com 43,6 milhões de habitantes, seguido por Minas Gerais com 20,5 milhões de residentes e Rio de Janeiro com 16,3 milhões de pessoas que declaram moradoras da região.