quarta-feira, 13 de novembro de 2013

* Exumação do corpo de Jango pode desvendar mistério.

Trinta e sete anos após ter sido atribuída a um ataque cardíaco, a morte do ex-presidente João Goulart, o Jango, ocorrida no exílio, em 6 de dezembro de 1976, volta a chamar a atenção da mídia e da população. Para prestar honras a Goulart, nessa quarta-feira (13), os restos mortais do ex-presidente serão exumados de seu jazigo na cidade de São Borja (RS). De lá, o corpo segue para Brasília, onde será homenageado e, após isso, passará por exames para finalmente tentar desvendar o mistério por trás de sua morte.

Após um pedido da família de Goulart, realizado no dia 18 de março, a Comissão Nacional da Verdade (CNV) decidiu investigar a morte do ex-presidente. Uma portaria, assinada pela ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, e publicada no dia 7 de novembro no Diário Oficial da União, criou o grupo composto por representantes da própria secretaria, da CNV e da Polícia Federal para coordenar as investigações.

Exilado pela ditadura militar na década de 60, Jango morou no Uruguai e depois na Argentina, onde veio a falecer. A causa oficial da morte nunca convenceu a família, que acusa o governo militar da época, de Ernesto Geisel, de ter envenenando o ex-presidente.

* Agencia do Banco do Brasil da cidade de Apodi é destruida por bandidos.

Cerca de 20 bandidos fortemente armados invadiram a cidade de Apodi na madrugada de hoje dia 12. Os assaltantes foram até a agencia do Banco do Brasil e instalaram dinamites no cofre principal da agencia e explodiram. As guarnições da Rádio Patrulha e GTO.  perceberam a ação do grupo, iniciando-se uma intensa troca de tiros que duraram aproximadamente 50 minutos. No confronto o Soldado da Policial Militar Gurgel, foi atingido por três disparos de fuzil nos membros inferiores, e socorrido para o hospital, o mesmo já se encontra em Mossoró com estado de saúde estável, mas com risco de perder uma das pernas.
 
O Soldado Gurgel estava de folga, e igualmente a vários companheiros, foi para sede da Companhia, onde de lá saíram em apoio aos companheiros de farda que estavam na intensa troca de tiros.
 
A ação teve início por volta das 02:30hs da madrugada, quando os criminosos chegaram em quatro veículos. Eles estavam fortemente armados e praticamente destruíram a agência. O impacto causado pelos explosivos foi tão grande que chegou a derrubar uma parede de uma casa vizinha ao banco. Apesar do confronto, Os assaltantes conseguiram abrir o cofre e levar uma grande parte do dinheiro do banco.
 
Na fuga, os assaltantes abandonaram um dos veículos e seguiram em uma camionete de cor branca no sentido Sítio Soledade. A policia do Ceará foi acionada para tentar interceptar uma possível chegada do bando no estado.

Agência ficou destruída... 

Local onde ficava o cofre...
Ex agência de Apodi.