domingo, 24 de novembro de 2013

* Governo retoma obras de transposição do São Francisco em ritmo lento.

A presidente Dilma Rousseff disse ontem em Fortaleza que a obra de transposição do São Francisco “está andando”. Na prática, contudo, o cenário é outro: rachaduras, remendos, mato e trabalhos em ritmo lento. A reportagem da Folha de São Paulo percorreu nesta semana os dois canais da obra –o leste e o norte. Encontrou placas de concreto rachadas sendo remendadas, em vez de substituídas por novas peças.

A transposição ganhou recentemente contornos eleitorais. O presidenciável Aécio Neves (PSDB-MG) exibiu trechos abandonados no programa nacional do partido, o que levou Dilma a cobrar a aceleração das obras. Ontem, em Fortaleza, a presidente se referiu à obra mesmo sem ser questionada.

“Também a interligação do São Francisco [está andando] antes que você fale para mim que a interligação está parada”, afirmou a jornalistas. A conclusão, prevista inicialmente para 2012, foi remarcada para dezembro de 2015. A construção dos 477 km de canais é a mais cara ação federal de combate aos efeitos da seca no Nordeste.

* “SOS Municípios” promove reunião com prefeitos nesta segunda.

O movimento “SOS MUNICÍPIOS” realizará nesta segunda-feira (25), às 9h, no auditório da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN). A reunião contará com a presença da bancada dos deputados Federais e senadores.

O objetivo deste encontro é mais uma vez, debater as demandas e demais assuntos pertinentes à causa municipalista, principalmente a crise financeira. A reunião foi definida em Brasília, no dia 06 de novembro, durante a Comissão Geral que reuniu os prefeitos potiguares na Câmara dos Deputados quando foi discutida a crise financeira dos municípios.

* Mais de 196 mil estudantes fazem o Enade.

Na tarde deste domingo (24), 196,8 mil estudantes farão o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), cuja nota é usada para avaliar a qualidade da educação superior. O exame será aplicado a formandos de 904 instituições. As provas, com quatro horas de duração, terão início às 13h e serão encerradas às 17h, no horário de Brasília.

Nesta edição do Enade, será avaliado o desempenho dos estudantes de bacharelado em agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia. O exame também avalia os cursos de tecnólogo em agronegócio, gestão hospitalar, gestão ambiental e radiologia.

* População sente impacto econômico com destruição de agências bancárias.

Em plena era do desenvolvimento, onde a economia do país acompanha o ritmo tecnológico com o surgimento de novas ferramentas bancárias que possibilitam a comodidade e conforto da sociedade, com implantação de agências modernas, os municípios ganham ares de crescimento e praticidade. Pelo menos é o que deveria ter ocorrido em 38 municípios do Rio Grande do Norte, onde a ação ousada das quadrilhas destruíram estabelecimentos bancários, causando assim um impacto negativo na economia.

Somente este ano foram registradas 38 ações contra bancos e caixas eletrônicos no Estado. O número de ações contra bancos e caixas eletrônicos registrado em 2013 no RN já supera o total contabilizado em todo o ano passado. Quando as quadrilhas agem, não afetam apenas os prédios ou as finanças dos bancos, mas toda a população sofre as consequências.

Municípios importantes como Apodi, Guamaré, Afonso Bezerra, Governador Dix-sept Rosado, Grossos, Alto do Rodrigues, Serra do Mel, São José de Mipibu, Baraúna, Umarizal e Martins já foram alvos das quadrilhas e tiveram suas agências bancárias destruídas nos últimos três anos.

Para o economista José Iranilson Sales, quando ocorre uma destruição de bancos, o prejuízo para o município é muito grande. O ritmo da economia é alterado, assim como o dia a dia das pessoas.

"Para se ter uma ideia da dimensão do estrago feito com a desativação de uma agência bancária, mesmo que temporária, basta só analisar a queda na circulação de dinheiro no município. O comércio é afetado e, consequentemente, as vendas caem. A economia é uma catraca orquestrada, quando uma peça tem problemas, afeta as demais no funcionamento", destacou.

O economista estima que aproximadamente 70% dos moradores são afetados com a desativação de uma agência bancária. "Em Baraúna, onde a população passou mais de um ano com a agência desativada por conta de uma explosão, foi improvisado um posto de atendimento na agência central do Banco do Brasil em Mossoró. A população tinha que se deslocar mais de 30 quilômetros para ser atendida", concluiu.

População apodiense prejudicada com fechamento do Banco do Brasil procura atendimento em outros municípios

Desde a madrugada do dia 12 de novembro, quando uma quadrilha fortemente armada estourou o prédio da agência do Banco do Brasil de Apodi, os clientes ficaram sem ter atendimento no local e passaram a procurar outros municípios para realizar suas transações bancárias.
Banco do Brasil de Apodi                        Ex agência de Apodi.

* Ex-ministro José Dirceu impõe disciplina a companheiros de cadeia.

Agência Estado - Acostumado a dar ordens, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu impõe a disciplina na prisão. Levanta bem cedo, faz ginástica, organiza temas para "debates" e virou o "rei da cela". É ele o mandachuva que passa as tarefas para os companheiros e decreta a hora de fazer exercícios, de ler, de caminhar e de jogar conversa fora. Na manhã desta quinta-feira, 21, antes da saída do deputado e ex-presidente do PT José Genoino - que passou mal e foi hospitalizado -, Dirceu deu voz de comando a Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido. Maníaco por limpeza, ele pegou um balde de água, sabão e vassoura e puxou Delúbio para ajudá-lo na faxina na cela "S 13", número do PT. "A gente chega lá e sai triste com a situação, mas também motivado, porque meu pai não se entrega. É um guerreiro", afirmou o deputado Zeca Dirceu (PT-PR), filho do ex-ministro.

Quem vai visitar Dirceu e seus companheiros tem a impressão de que está num quartel. A sala de visitas é modesta, com mesa e cadeiras, e todos vestem roupas brancas. No Centro Penitenciário da Papuda, a cela que abriga os condenados do PT foi a cantina do presídio, hoje reformada. Até esta quinta-feira, era Dirceu - hipocondríaco de carteirinha - quem cuidava do horário dos remédios de Genoino, conferia se ele se alimentava direito e procurava animá-lo. "A Dilma defendeu você", disse ao deputado, na noite de quarta-feira, numa referência à entrevista na qual a presidente Dilma Rousseff afirmou estar preocupada com a saúde do amigo petista.

No manual de autoajuda de Dirceu, o importante é manter "a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo". Para se distrair no cárcere, o ex-chefe da Casa Civil do governo Lula lê O Capital e suas Metamorfoses, do economista Luiz Gonzaga Belluzzo. "O ensaio é uma tentativa de resgatar Karl Marx como pensador da prisão a que ele foi submetido ao longo do século 20", definiu o autor. Depois de ler, Dirceu gosta de saber a opinião dos colegas de cela - como Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL (hoje PR) e Romeu Queiroz, ex-deputado do PTB - sobre as eleições de 2014 e os rumos da política.

* PR rompe com o Governo, João Maia é aclamado candidato ao Governo, mas deputado não confirma disputa.

O encontro do PR, onde definiu pelo rompimento com o Governo Rosalba Ciarlini, durou três horas e chamou atenção não apenas pela saída da base governista, o que já era esperado, mas, principalmente, pelo pré-lançamento da candidatura do deputado federal João Maia ao Governo.

A defesa do nome do líder do PR para o Executivo foi feita pelo empresário Marcelo Alecrim, pelos prefeitos de São Gonçalo, Jaime Calado, e de Ceará-Mirim, Antonio Peixoto, e pelo deputado estadual George Soares.

No entanto, no seu discurso de quase 20 minutos, o deputado João Maia não confirmou entrar na disputa. Disse apenas que dos nomes postos “certamente, é o mais preparado”. “Mas sei esperar a fila”, disse João Maia.

Ao final, ao questionar se o PR deveria romper com o Governo, o aplauso da platéia confirmou a saída da base governista.

* Henrique intensifica atendimento as lideranças do interior.

Como presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves tem diminuído o tempo que tinha antes, para receber prefeitos e lideranças do interior do Estado. Desde que assumiu a maior cadeira do Congresso Nacional, o líder peemedebista potiguar tem se resumido a prefeitos em Brasília, e nos fins de semana, recebendo deputados estaduais e lideranças com peso no tabuleiro de 2014.

Neste fim de semana, Henrique abriu agenda para prefeitos e lideranças do interior. Ele passou toda a manhã de sexta-feira (22) na agência Faz Propaganda, no bairro Petrópolis, onde conversou com seus aliados. Henrique tem negado veementemente, mas há quem aposte que seu nome poderá entrar na convenção do PMDB em junho do próximo ano, como candidato ao Governo do Estado.
O empresário Ferreira Júnior foi um dos atendidos na semana passada.

* Deputado Fábio Faria defende instalação de campus do IFRN em Umarizal.

Em discurso no Plenário da Câmara, o deputado federal Fábio Faria (PSD/RN) defendeu a instalação de um campus do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia (IFRN) na cidade de Umarizal, distante 345 km de Natal. A cidade, segundo o parlamentar, reúne todas as qualificações para receber uma escola de ensino técnico.

“A cidade de Umarizal é uma cidade importante do Médio Oeste, que recebe alunos de vários municípios próximos que querem ampliar as chances de entrar no mercado de trabalho e sabem que os cursos técnicos são uma ponte importante por qualificá-los. Apesar de ser uma referência para mais de 85 mil pessoas, só tem dois cursos de nível superior e nenhum curso técnico. Por saber do compromisso do governo federal em ampliar as oportunidades educacionais com o objetivo de melhorar a distribuição de renda, estamos solicitando ao ministro da Educação, Aloízio Mercadante, que inclua Umarizal na próxima expansão do IF no Rio Grande do Norte”, afirmou o deputado durante o discurso.

* Prefeitura de Caraúbas realizou melhorias na comunidade de Apanha Peixe.

 A Prefeitura de Caraúbas através da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos realizou melhorias na iluminação pública na comunidade de Apanha Peixe, além de toda manutenção já rotineira em outras comunidades e na cidade, a equipe responsável pelo setor colocou na avenida principal da comunidade poste com pétalas que deram  um novo visual na comunidade.

Durante toda semana passada forma intensificados os serviços de limpeza pública e pinturas de meio fios, visto que a comunidade vivenciava a Festa da Igreja de Cristo.

Os serviços realizados pela municipalidade contou com o apoio de voluntários da comunidade e com a parceria do vereador Neguinho de Grosso (PMDB) e seu filho Raniery.

Os trabalhos terão continuidade pois será erguida uma nova base elétrica na quadra de esporte, onde a mesma dará suporte a nova iluminação do canteiro central.

"O nosso objetivo é apoiar e melhorar a vida do nosso povo tanto na zona urbana quanto na rural, espero que essa nova iluminação possa melhorar no desenvolvimento e na segurança da comunidade de Apanha Peixe", comentou o prefeito Ademar Ferreira.
 Técnico trabalhando...
 Meio fio sendo pintado...
 Vereador Neguinho de Grosso realmente vestindo a camisa...
 Pétalas iluminadas...
 Nova iluminação na avenida...
Após os trabalhos uma confraternização na casa do amigo Raniery.

* Fundador do PT condena mensaleiros e aplaude decisão do STF.

Em entrevista ao Jornal do Comércio, de Porto Alegre, o ex-governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, defendeu a prisão dos petistas condenados no mensalão e disse que não crê que o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) tenha sido político. — Funcionou o que deveria funcionar. O STF julgou e a Justiça determinou a prisão, então cumpra-se a lei —analisou Dutra.

Um dos fundadores do PT e ex-ministro das Cidades no primeiro governo Lula, Dutra classificou o desfecho da ação penal 470 como uma resposta aos processos de corrupção que, historicamente, “permeiam a política nacional”. Contrariando a tese majoritária do partido, o ex-governador sequer criticou a decisão do presidente do Supremo, ministro Joaquim Barbosa, de ordenar a prisão de José Genoino, José Dirceu e Delúbio Soares em regime inicialmente fechado. “Até pode ser questionado, mas as instituições têm seus funcionamentos internos. O que não se pode admitir é o toma-lá-dá-cá nas práticas dos mensalões de todos os partidos, nas quais figuras do PT participaram”, avaliou o petista.