sexta-feira, 29 de novembro de 2013

* Zé Lezin em Caraúbas...

Em Janeiro.

* Olho D'água Park Hotel convida...

Final de ano chegando e pensando nisso o Olho Dágua Park Hotel está preparando mais um dia especial para os seus clientes e amigos,

Domingo dia 1º de Dezembro, um dia com muita animação e diversão.

Grupo DDI do Pagode,esta de volta ao Olho D'Água Parque hotel, na RN 233 entre Caraúbas e Apodi.

Um grupo que vem fazendo sucesso por onde passa, tocando os mais variados estilos musicais.

A Banda se apresentará a partir das 12h00 do próximo domingo.

Então você que quer curtir um final de semana diferente ao lado de seus amigos e familiares, o local ideal é o Olho D'água Park Hotel.

Onde você vai poder se divertir bastante,tomar aquele banho em um moderno parque aquático, saboreá aquela cerveja gelada, além dos mais variados tipos de comida, na melhor area de lazer do interior do Rio Grande do Norte em Caraúbas.

Reúna sua família e venham passar um dia diferente no Olho D'água Park Hotel. 

FINAL DE SEMANA É NO OLHO DÁGUA PARK HOTEL

* Palhaçada: Cláudia e vice são cassados pela décima vez em Mossoró.

A juíza titular da 34ª Zona Eleitoral de Mossoró, Ana Clarisse Arruda Pereira, prolatou as últimas sentenças que tinha, relativas a processos eleitorais do pleito de 2012 em Mossoró.

As decisões foram registradas ao final da tarde de hoje no Cartório Eleitoral da 34ª Zona Eleitoral.

Nas duas sentenças, ela condenou novamente a prefeita e vice de Mossoró, Cláudia Regina (DEM) e Wellington Filho (PMDB), à cassação e outras sanções.

Assim, ambos totalizam dez cassações. São quatro na 34ª Zona e seis na 33ª Zona, que tem a titularidade do juiz José Herval Sampaio Júnior.

Nesse ínterim, eles obtiveram três liminares, que lhes devolveram ao cargo após sentenças que determinaram afastamento com “efeito imediato.

* MP pede cassação de 13 que mudaram de partido.

O Ministério Público Federal ingressou ontem na Justiça com ações para cassar os mandatos de 13 deputados federais que recentemente trocaram de partido. Entre eles estão dois dos principais aliados da ex-senadora Marina Silva, recém-filiados ao PSB. É a primeira vez que processos dessa natureza são propostos pela cúpula da Procuradoria. De acordo com o procurador-geral Eleitoral, Eugênio Aragão, os deputados mudaram de partido fora das hipóteses legais que autorizam a infidelidade.

Caso as ações tenham sucesso no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a principal legenda prejudicada será o PSB do governador de Pernambuco e presidenciável, Eduardo Campos, que perderá 3 de suas 25 cadeiras na Câmara. No início de outubro, Campos obteve o apoio de Marina, que fracassou na tentativa de criar sua própria legenda, a Rede Sustentabilidade.