quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

* Eike Batista faz acordo com credores internacionais para salvar petrolífera.

O empresário Eike Batista fechou acordo com credores internacionais para salvar a OGP (antiga OGX), do ramo petrolífero, que entrou com pedido de recuperação judicial este ano. Segundo nota divulgada na noite de ontem (24) pela companhia, o acordo prevê a conversão da dívida de US$ 5,8 bilhões em ações e a injeção de US$ 200 milhões a US$ 215 milhões pelos investidores. A manobra é um importante passo para recuperação da companhia e, após sua execução, os credores da empresa passarão a deter perto de 90% dela, enquanto Batista verá sua participação cair para 12%.

A dívida da empresa consiste em US$ 3,8 bilhões detidos pelos principais credores, US$ 1,5 bilhão de indenização por anulações de contrato e US$ 500 milhões de pagamentos a outros fornecedores. Segundo a empresa, o acordo permitirá a extinção da dívida e o regresso às atividades de exploração e produção de petróleo. A proposta de reestruturação precisa ainda ser aprovada pelos credores e pelo juiz responsável pelo processo.

* Marina é vice na chapa de Eduardo.

A ex-senadora Marina Silva (PSB) deve mesmo disputar a vice na chapa do governador de Pernambuco e eventual candidato a presidente da República, Eduardo Campos (PSB). A aliança teria sido fechada em outubro deste ano como parte das articulações entre PSB e Rede para campanha presidencial de 2014. Nos bastidores, os socialistas falam da composição majoritária como certa, enquanto os “marineiros” estão mais cautelosos quando instigados a falar sobre o assunto.

No momento, garantem os representantes da Rede, a prioridade é o debate em torno do acordo programático, documento que irá fundamentar o programa de governo de Eduardo Campos. Na linha de frente das articulações do partido com a Rede, o secretário-geral do PSB nacional, Carlos Siqueira, optou pela prudência.
20131226-081022.jpg
Boa chapa!