sexta-feira, 7 de março de 2014

* Para Garibaldi, o candidato do PMDB será Fernando Bezerra ou Henrique.

Mesmo cumprindo agenda administrativa na próxima segunda-feira (10), em Caicó e Currais Novos, o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, admitiu a conversa sobre política com as lideranças do PMDB na região, mas “fora dos eventos oficiais”.

“Nós temos uma definição no tocante à candidatura ao governo. Ouvindo os prefeitos, vereadores e líderes que atenderam a convocação do deputado Henrique Alves, essas preferências recariam na coligação entre PMDB e PSB, que apontaria a candidatura ao Senado na figura de Wilma de Faria”, salientou o ministro em entrevista à Rádio Rural AM, hoje (07).

Sobre o candidato do PMDB ao governo, Garibaldi disse que “palpitaria entre o ex-senador Fernando Bezerra e o deputado Henrique Alves, que são os dois candidatos mais prováveis. Mas isso não está oficializado”.

* Livre: Wilma terá liberdade para escolher destino político.

Diferente do que se havia divulgado, a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, deve ter a liberdade necessária para escolher o seu destino político. Antes, se dizia que o presidente nacional do PSB, governador Eduardo Campos, preferia a Guerreira candidata ao governo.

Estando livre para articular, Wilma provavelmente seguirá o rumo do PMDB e se colocará como candidata ao Senado na aliança com Henrique Alves. Nesse caso, a pessebista terá uma campanha mais serena (não menos concorrida), sem os ataques frontais naturais da eleição para o Executivo.