segunda-feira, 21 de abril de 2014

* Advogados de Claudia Regina recorrerão ao TRE sobre decisão que aceitou registro de Francisco José Júnior.

O advogado Wellington Filho confirmou que recorrerá da decisão do juiz Herval Sampaio que acatou o pedido de registro do prefeito em exercício Francisco José Júnior, que disputará o pleito supelementar de Mossoró.

Defendendo a candidata Claudia Regina (DEM), que teve o pedido de registro negado, Wellington Filho traz o argumento que para ser candidato ao Executivo Francisco José Júnior teria que se desincompatibilizar do cargo até 48 horas após a homologação do seu nome na convenção.

A equipe de advogados de Claudia Regina entende que o interino de um cargo no Executivo adquire as mesmas condições de quem ele substitui.

* Conheça parte da história de Tiradentes e entenda o feriado de 21 de abril.

No feriado do dia 21 de abril é comemorado o Dia de Tiradentes, em referência ao principal ativista político da Inconfidência Mineira, Joaquim José da Silva Xavier, morto no dia 21 de abril de 1792. Executado como um criminoso, Tiradentes se transformou em um herói, logo após a Independência do país, em 1822.
 

A Inconfidência foi o movimento mais relevante do Brasil em busca do fim da colonização portuguesa. No século XVIII, com a queda na produção aurífera de Minas Gerais, o país europeu começou a cobrar elevados impostos da população brasileira. Isso revoltou a elite da região contra Portugal.
 

Tiradentes ficou conhecido por sair às ruas para conquistar a adesão do povo ao movimento. Ao contrário da maioria dos envolvidos, não fazia parte da elite. Ele era alferes e fazia parte do regimento militar dos Dragões de Minas Gerais, Tinha esse apelido por exercer também o ofício de dentista.
 

A origem pobre fez com que Tiradentes fosse condenado à morte e ao esquartejamento. Partes de seu corpo ficaram expostas ao público para desencorajar outras tentativas de rebelião. Os ativistas que tinham posses e influência conseguiram escapar da pena máxima.
Tiradentes.

* Programação da Semana Escoteira em Caraúbas.

* Campanha de vacinação contra a gripe começa amanhã.

A campanha nacional de vacinação contra gripe deste ano será realizada de 22 de abril a 9 de maio, sendo 26 o dia de mobilização nacional. A novidade deste ano é a ampliação da faixa etária para crianças de seis meses a menores de cinco anos. No ano passado, o público infantil foi de seis meses a menores de dois anos.

O público-alvo da campanha é de 49,6 milhões de pessoas e a meta do Ministério da Saúde é vacinar 80% desta população, considerada de risco para complicações por gripe. Além das crianças de seis meses a menores de cinco anos, integram este grupo pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Para esse grupo não há meta específica de vacinação.

* Prazo para fazer inscrição eleitoral termina dia 7 de maio.

Faltam apenas 23 dias para fazer a inscrição eleitoral, pedir a transferência do título de eleitor ou ainda solicitar a transferência para votar em uma seção eleitoral especial nas Eleições Gerais de 2014. O cidadão tem até o dia 7 de maio para realizar qualquer um desses serviços junto à Justiça Eleitoral e, dessa forma, estar apto a votar no pleito deste ano.

O eleitor deve procurar um cartório eleitoral mais próximo de sua residência, ou acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para fazer o pré-atendimento e agilizar a retirada ou a transferência do título. Ao acessar o serviço, também chamado de Título Net, basta preencher os campos de identificação até o final e apresentar o protocolo gerado on-line em uma unidade de atendimento da Justiça Eleitoral, com a documentação exigida.

* Juiz diz que “Larissa Rosado está indo para uma aventura jurídica arriscadíssima”

Sobre a candidata Larissa Rosado, que teve o pedido de registro negado para a disputa da eleição suplementar de Mossoró, mas não foi impedida de fazer campanha eleitoral, o magistrado Herval Sampaio considerou que a prefeitável do PSB está indo para uma situação arriscada, já que a situação dela será decidida pelo Tribunal Regional Eleitoral, a quem a defesa da peesebista recorreu, ou ao Tribunal Superior Eleitoral. “Larissa Roado está indo para uma aventura jurística arriscadíssima. Ela está inelegível e a ministra do TSE (Laurita Vaz) já adiantou esse entendimento”, destacou o magistrado.