segunda-feira, 28 de abril de 2014

* DEM reforça equipe jurídica e Claudia Regina e José Agripino avisa: “ela vai recorrer a todas as instâncias”

Presidente nacional e estadual do Democratas, o senador José Agripino Maia afirmou que a candidata Claudia Regina (DEM) não desistirá de concorrer ao pleito suplementar mossoroense.

“Ela vai recorrer a todas as instâncias”, disse o líder nacional, ressaltando que o DEM já contratou o advogado Gustavo Severo, de Brasília, para reforçar a equipe jurídica da candidata. José Agripino Maia afirmou que está mantendo conversas constantes com Claudia Regina e mantém a determinação de estar na disputa. “Vamos recorrer em todas as instâncias que a lei permitir. Ela não vai desistir e nem retirar o nome”, comentou.

* TRE nega recurso de Larissa Rosado e Claudia Regina, as duas candidatas permanecem com registro negado.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande negou os recursos impetrados pelas defesas das candidatas Claudia Regina (DEM) e Larissa Rosado (PSB), que tentavam reverter a decisão de primeira instância para que possam disputar o pleito suplementar de Mossoró.

Em ambos os casos, a votação foi a unanimidade pela manutenção da negativa do registro, decisão adotada pelo juiz Herval Sampaio, da 33 Zona Eleitoral.

* Laíre Rosado será o nome para substituir Larissa Rosado.

Caso o Tribunal Superior Eleitoral não julgue o recurso da deputada estadual Larissa Rosado (PSB) amanhã, a coligação liderada pelo PSB já tem o plano B. Será o ex-deputado federal Laíre Rosado.

No entanto, os peessebistas ainda preferem aguardar até essa terça-feira na expectativa de que a ministra do TSE Laurita Vaz coloque o processo de Larissa Rosado, em que ela é acusada de “abuso de poder midiático” para votação.

* Recurso contra Francisco José Júnior será julgado amanhã.

Só deverá ser avaliado amanhã (terça-feira, 29), no horário regimental das 14h, o recurso que questiona o acatamento de pedido de registro de candidatura a prefeito de Mossoró, do prefeito provisório Francisco José Júnior (PSD).

O relator do processo é o juiz Verlano de Medeiros.

No âmbito da 33ª Zona Eleitoral, o juiz titular José Herval Sampaio Júnior acatou a petição da Coligação Liderados por Mossoró, que abriga a postulação de Francisco José Júnior.

Entretanto advogados da prefeita cassada e afastada, que não obteve registro à nova candidatura, Cláudia Regina, entraram com recurso contra a decisão do magistrado.

Hoje, o TRE julgou os recursos relativos à própria Cláudia e Larissa Rosado (PSB), mantendo negativa de registro e decisões acessórias definidas por Herval Júnior (veja AQUI).

* Collor pergunta: “Quem me devolverá o que me foi tomado?”

O ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) usou a tribuna do Senado nesta segunda-feira (28) para comemorar a última absolvição no processo a que respondia no STF (Supremo Tribunal Federal) por acusações à época em que era presidente, e questionar: “quem vai me devolver o que me foi tomado?”.

Collor citou que a “angústia” e o “padecimento” por 22 anos que acabaram com a inocência declarada pelos ministros na última quarta-feira (24). Collor foi absolvido pelo STF por falta de provas no processo em que era acusado de chefiar um esquema receber propina para facilitar licitações.

“Após mais de duas décadas de expectativa e inquietações, de injustiças, quem poderá me devolver agora tudo que perdi? Quem poderá me devolver? A começar pelo meu mandato e o compromisso público que assumi, a tranquilidade perdida, a retratação proporcional, a injustiça sem culpa, vitimado sem dolo e responsabilidade por atos inventados”, questionou ao UOL.