sábado, 3 de maio de 2014

* PT aprova indicação de Dilma, e Lula afirma que não há outro candidato.

O 14º Encontro Nacional do PT formalizou na noite desta sexta-feira (2), em São Paulo, a indicação da presidente Dilma Rousseff como pré-candidata à reeleição pelo partido. A oficialização da candidatura se dará somente em junho, na convenção nacional do PT.

No evento, petistas buscaram esvaziar o chamado movimento "Volta Lula", cujo objetivo era substituir a candidatura de Dilma pela do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Antes de discursar, o presidente do partido, Rui Falcão, pediu aos militantes da plateia que levantassem os crachás vermelhos de delegados para aprovar a indicação de Dilma como pré-candidata do PT. No discurso, cujo conteúdo havia sido distribuído antes aos jornalistas pela assessoria, Falcão disse que a "tarefa mais importante" do partido é reeleger Dilma presidente.

Dilma e Lula entraram juntos no auditório do centro de convenções Anhembi e foram recepcionados pela plateia de cerca de 800 delegados do PT sob aplausos e aos gritos de "Um, dois, três, Dilma outra vez".

* Petrobrás cai de 12ª para 120ª em ranking de maiores empresas.

sexta-feira, 21, sobre a perda de valor de mercado das empresas de países emergentes. O texto destaca o tombo da Petrobrás. Segundo a publicação, o valor de mercado da estatal brasileira despencou e a empresa que já foi a 12ª maior do planeta há cinco anos caiu para o 120º lugar atualmente.

"Uma das maiores quedas foi da Petrobrás, a empresa petrolífera estatal brasileira. Cinco anos atrás, era a 12ª maior empresa do mundo pelo valor de mercado. Um ano atrás, era a 48ª e hoje é a 120ª maior, com um valor de mercado de US$ 76,6 bilhões", diz o texto. O levantamento feito pelo jornal diz que entre as 100 maiores empresas do mundo há apenas 11 emergentes e nenhuma é brasileira.

"Hoje, não há nenhuma empresa emergente no Top 10 (de valor de mercado do mundo) e apenas a Petrochina permanece no Top 20", diz a reportagem. A estatal chinesa do petróleo é a 16ª maior companhia com valor de mercado do mundo. Entre as demais emergentes, praticamente todas são da China: ICBC (22º), China Mobile (31º); China Construction Bank (36º); Tencent (43º); Agricultural Bank of China (51º); Bank of China (62º); China Petroleum (80º) e Sabic (87º).

Além da Petrobrás que deixou de figurar entre as 100 maiores, o banco Itaú Unibanco, a colombiana Ecopetrol e a mexicana América Móvil também caíram e não estão mais entre os 100 primeiros do ranking citado pelo FT.

* Não acredito: Certus mostra Francisco José Júnior em vantagem.

A segunda rodada de pesquisa realizada pelo Instituto Certus, contratada pelo jornal GAZETA DO OESTE, revela que o candidato Francisco José Júnior mantém a dianteira em relação à preferência do eleitorado no pleito suplementar marcado para amanhã, 4 de maio. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 00243/2012. As entrevistas aconteceram nos dias 29 e 30 de abril e 1º de maio. Foram entrevistados 452 eleitores, estratificados por sexo, renda, idade e escolaridade.

Estimulada:

Francisco José Júnior: 48,67%
Larissa Rosado: 19,91%
Cinquentinha: 2,65%
Gutemberg Dias: 2,21%
Josué Moreira: 1,99%
Nenhum: 15,71%
Não Sabe – 8,85%

Espontânea
Francisco José Júnior: 36,28%
Larissa Rosado: 14,16%
Gutemberg Dias: 1,33%
Cinquentinha e Josué Moreira estão empatados com 1,11% cada um.

* Ingressos da Copa serão distribuídos a alunos de escolas públicas e índios.

inquenta mil ingressos de partidas da Copa do Mundo serão distribuídos neste sábado (03) a estudantes de escolas públicas e índios. Os convites para os jogos foram doados pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) para que o governo federal os repassasse a programas sociais brasileiros.

Por meio da Loteria Federal, 48 mil ingressos serão sorteados entre alunos de escolas participantes do Programa Mais Educação. De acordo com o regulamento do sorteio, estão aptas a participar do sorteio instituições de ensino localizadas nas 12 cidades-sede do Mundial e que tenham tido o mínimo de 200 matrículas em 2013. Ao todo, 901 escolas serão contempladas, cujos alunos sorteados serão acompanhados por um responsável. Estarão disponíveis, no sorteio, ingressos para todas as partidas da Copa.

* ISTOÉ/Sensus: eleição presidencial não deve ser revolvida em uma só votação.

Pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra pela primeira vez, desde que começaram a ser divulgadas as enquetes eleitorais de 2014, que a sucessão da presidenta Dilma Rousseff deverá ser decidida apenas no segundo turno.  No levantamento realizado com dois mil eleitores entre os dias 22 e 25 de abril, Dilma (PT) soma 35% das intenções de voto. É seguida pelo senador mineiro Aécio Neves (PSDB), com 23,7%, e pelo ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), com 11%. Juntos, Aécio e Campos têm 34,7% dos votos, praticamente a mesma votação de Dilma (diferença de 0,3%).

Como a pesquisa tem uma margem de erro de 2,2%, se a eleição fosse hoje o futuro presidente seria escolhido no segundo turno numa disputa entre Dilma e o tucano Aécio Neves. A mesma situação ocorre quando, diante do eleitor, é colocada uma lista mais ampla, incluindo os nomes de pré-candidatos nanicos como Levy Fidelix (PRTB) e Randolfe Rodrigues (Psol), por exemplo.

Nesse caso, a presidenta fica com 34% das intenções de votos e os demais candidatos, 32,4%. Diferença de 1,6%. Um cenário que também permite concluir pela realização de segundo turno entre Dilma e Aécio. “A leitura completa da pesquisa indica que a presidenta terá muita dificuldade para reverter o quadro atual”, afirma Ricardo Guedes Ferreira Pinto, diretor do Sensus.
voto istoe 1

voto istoe 2