domingo, 12 de outubro de 2014

* Ferreira Jr. admite candidatura a prefeito de Caraúbas em praça pública.

A noite de ontem (11), foi marcante para a nação bacurau, porém não foi a gigantesca passeata, regada a gritos, emoções e alegria, a atração principal da movimentação, esses pontos ficaram em segundo plano, pois o ponto alto da festança verde foi, quando em seu segundo discurso, Ferreira Jr. anunciou, "Eu quero dizer só mais uma coisa, se Henrique ganhar, eu sou candidato a prefeito, olhe Caraúbas se Henrique ganhar eu sou o candidato a prefeito de Caraúbas", a nação bacurau foi a loucura após as palavras do Ferrerinha.

Nesse viés podemos termos uma disputa entre Junios, em 2016.

Nossaaaaaaaaaaaaaaa!
Ferreira 2016!

* Eita: João Maia e Getúlio Rego no palanque de Ferreira e Ademar.

Calma amigo leitor, esse é apenas do desejo do candidato Henrique Alves, de ter no seu palanque em Caraúbas o vice João Maia e o deputado reeleito, campeão de votos, Getúlio Rego.

Apesar de votarem em Henrique e até ser, votado, ambos os citados não estiveram presentes em praça pública, visto as questões locais.

Durante o encontro em Mossoró, ontem, João Maia já sinalizou para a subida e Henrique vai chamar Getúlio também.

A campanha agora, é totalmente estadual, e vai prevalecer esse interesse.

É aguardar....

* Em Mossoró, José Agripino começa a se dedicar à campanha de Henrique neste 2º Turno.

O senador José Agripino Maia (DEM) começou a se engajar na campanha de Henrique Eduardo Alves (PMDB), neste 2º Turno. No 1º Turno, o líder do DEM no Rio Grande do Norte participou de algumas mobilizações, ficando de fora de comícios e carreatas onde o DEM exerce força.

Neste sábado (11), em Mossoró, Agripino discursou na reunião com prefeitos e lideranças políticas do Vale do Açu, região Salineira, Alto e Médio Oeste. Essa semana, o prefeito Fabrício Torquato (DEM) de Pau dos Ferros, decidiu oficializar seu apoio a Robinson Faria (PSD). Agripino ainda segurou o deputado estadual reeleito Getúlio Rego e o ex-prefeito Leonardo Rego, ambos do DEM de Pau dos Ferros.

Agripino com Henrique
Agripino em Campanha.

* Em Felipe Guerra o comando será de Haroldo Ferreira.

Se aqui em Caraúbas, o comando é dos Ferreiras, para as bandas de Felipe Guerra também será assim, só que lá o comando é do prefeito Haroldo Ferreira.

Na noite de ontem (11), o candidato Henrique Alves esteve na cidade de Felipe Guerra, e foi recebido pelo Prefeito Haroldo Ferreira e o seu bloco político. 

Uma gigantesca passeata foi feita para receber Henrique e João Maia.

Em Felipe Guerra, Henrique também conta com o apoio do ex prefeito Brás Costa, apoio esse que pode ser perdido após as últimas decisões de entregar a campanha de Henrique ao gestor atual.

É aguardar....
Festa bicuda para Henrique.

* Ferreira Jr. assume campanha de Henrique em Caraúbas.

Durante o encontro de Henrique Alves (PMDB), com seus apoiadores da região oeste e salineira, o candidato conversou com a comitiva caraubense encabeçada por Ferreira Jr. e composta por pelo Prefeito Ademar, Gilvandro, Pelé, Socorro Mello, Eni Praxedes, Assis Batista,Leysson Carlos.

Na oportunidade o candidato informou, sem segredos, que  em Caraúbas não teremos mais dois palanques, como houve no 1º turno, a partir de agora, o palanque de Henrique será o do prefeito Ademar Ferreira.

Na conversa, o nome do também apoiador, Eugênio Alves foi citado,contudo os votos do ex gestor, serão bem vindos mais o palanque será um só.

No 1º turno, tentou-se montar dois palanque. fato esse que não surtiu efeito algum.
É 15 carnaúba vota assim
Henrique ao lado de Ferreira e Assis.

* Henrique destaca força da coligação durante encontro com lideranças em Mossoró.

O candidato do PMDB ao Governo do Estado, Henrique Alves, destacou o fortalecimento da coligação União pela Mudança na campanha do segundo turno. “Nunca uma coligação saiu tão fortalecida. Elegemos 18 deputados estaduais e seis federais. Agora, no segundo turno, são apenas dois candidatos disputando o Governo. Aquele que ganhou com 80 mil votos de diferença e aquele que perdeu. Eu sou o que ganhou em todas as regiões do estado”, disse.

A mobilização do candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB) teve um ponto central neste sábado (11), em Mossoró, com a reunião dos prefeitos e lideranças políticas do Vale do Açu, região Salineira, Alto e Médio Oeste. O ministro Garibaldi Filho, o senador José Agripino participaram do encontro.

Henrique aproveitou a oportunidade para agradecer aos aliados que trabalharam em favor de candidatura no segundo turno, lembrando o sucesso do trabalho com os quase 80 mil votos que obteve a frente do adversário, o vice-governador Robinson Faria (PSD). Senadores, vereadores, prefeitos, correligionários, deputados federais e estaduais do Rio Grande do Norte lembraram projetos e ações do candidato e criticaram a ausência de iniciativas do adversário, vice-governador Robinson Faria (PSD).
henrique mossoro
Henrique Alves.

* Aécio dispara e abre 17 pontos de vantagem sobre Dilma, mostra pesquisa Istoé/Sensus.

Primeira pesquisa ISTOÉ\Sensus realizada depois do primeiro turno da sucessão presidencial mostra o candidato Aécio Neves (PSDB) com 58,8% dos votos válidos e a petista Dilma Rousseff com 41,2%. Uma diferença de 17,6 pontos percentuais. O levantamento feito entre a quarta-feira 7 e o sábado 10 é o primeiro a captar parte dos efeitos provocados pelas revelações feitas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa sobre o detalhamento do esquema de corrupção na estatal. “Além do crescimento da candidatura de Aécio Neves, observa-se um forte aumento na rejeição da presidenta Dilma Rousseff”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Segundo a pesquisa, o índice de eleitores que afirmam não votar em Dilma de forma alguma é de 46,3%. A rejeição de Aécio Neves é de 29,2%. “O tamanho da rejeição à candidatura de Dilma, torna praticamente impossível a reeleição da presidenta”, diz Guedes. A pesquisa também capta, segundo o diretor do Sensus, os apoios políticos que Aécio recebeu durante a semana, entre eles o do PSB, PV e PPS.

As 2000 entrevistas feitas em 24 Estados e 136 municípios mostra que houve uma migração do eleitorado à candidatura tucana mais rápida do que as manifestações oficiais dos líderes políticos. No levantamento sobre o total dos votos, Aécio soma 52,4%, Dilma 36,7% e os indecisos, brancos e nulos são 11%, tudo com margem de erro de 2,2% e índice de confiança de 95%. Nos votos espontâneos, quando nenhum nome é apresentado ao eleitor, Aécio soma 52,1%, Dilma fica 35,4% e os indecisos são 12,6%. “A analise de todos esses dados permite afirmar que onda a favor de Aécio detectada nas duas semanas que antecederam o primeiro turno continua muito forte”, diz Guedes. O tucano, segundo a pesquisa ISTOÉ\Sensus, vence em todas as regiões do País, menos no Nordeste. No PSDB, a espectativa é a de que a diferença a favor de Dilma no Nordeste caia nas próximas pesquisas, principalmente em Pernambuco, na Bahia e no Ceará. Em Pernambuco devido o engajamento da família de Eduardo Campos na campanha, oficializado na manhã do sábado 10. Na Bahia em função da presença mais forte do prefeito de Salvador, ACM Neto, no palanque tucano. E, no Ceará, com a participação do senador eleito Tasso Jereissati.
aecio dilma
PESQUISA ISTOÉ|Sensus
Realização – Sensus
Registro na Justiça Eleitoral – BR-01076/2014
Entrevistas – 2.000, em cinco regiões, 24 Estados e 136 municípios do País
Metodologia – Cotas para sexo, idade, escolaridade, renda e urbano e rural
Campo – de 07 a 10 de Outubro de 2014
Margem de erro – +/- 2,2%
Confiança – 95%