segunda-feira, 3 de novembro de 2014

* Dilma-2015: agora sem marqueteiro para disfarçar.

Seja quem for seu escolhido para ditar os rumos da economia brasileira na nova equipe ministerial, é certo que 2015 será um ano duro para a presidente Dilma Rousseff. Reeleita numa eleição acirrada e com estreita margem de votos, Dilma terá pela frente um cenário econômico desalentador, que a obrigará a tomar medidas impopulares e acalmar o mercado financeiro. Paralelamente, a menos que inicie um movimento conciliatório – e ele dê certo – nos próximos dois meses, terá dificuldades na interlocução com o Congresso Nacional, que por si só já estará alvoroçado com as denúncias do petrolão.

"A democracia brasileira vai passar por um teste de estresse, com muita disputa, uma polarização bastante intensa. Tudo conspira para que presidente tenha grandes dificuldades no Congresso, na economia e no atendimento aos anseios da sociedade", afirma o professor Carlos Pereira, da Escola de Administração Pública da FGV.

O ponto mais sensível do futuro governo é a economia. Sob efeito de uma persistente pressão inflacionária – 6,75% nos últimos doze meses e longe do centro da meta de 4,5% – o novo governo terá pela frente o desafio de reverter o baixo crescimento econômico, melhorar a condução da política fiscal para diminuir a dívida pública, estancar a crise de desconfiança dos investidores e passar credibilidade suficiente para evitar que o Brasil perca o grau de investimento recebido em 2008.

“O mais importante problema que vamos enfrentar daqui para frente diz respeito à questão fiscal. Crescimento e a inflação são itens preocupantes, mas se não arrumar a área fiscal, as demais questão passam a não ser eficazes”, diz o doutor em economia Flávio Basílio, da Universidade de Brasília (UnB). “O fiscal também é importante para garantir o grau de investimento da economia brasileira, para auxiliar o Banco Central no combate à inflação e também acaba reduzindo os juros futuros, que é uma variável relevante para a decisão sobre os investimentos do país”, completa.

Ainda no campo econômico, a presidente reeleita terá mais bombas para desarmar: o inevitável reajuste no preço dos combustíveis e o risco de problemas na oferta de energia elétrica em 2015 caso persista a escassez de chuvas. Por temer impactos no desempenho eleitoral da presidente Dilma, o governo postergou para depois do segundo turno o reajuste no preço da gasolina, desidratando o caixa da Petrobras, já que a estatal tem de importar parte do combustível que vende por não produzir nem refinar toda a gasolina exigida pelos consumidores brasileiros. Como os preços do mercado doméstico estão defasados em relação aos do mercado internacional, o prejuízo recaiu sobre o caixa da petroleira.

“Existem dúvidas se ela vai ser capaz de reequilibrar as contas públicas, porque o governo foi negligente com a macroeconômica em todo o primeiro mandato. Não temos crescimento econômico e estamos em recessão técnica. Somado a isso, o escândalo da Petrobras e o depoimento do doleiro Youssef, que mencionou diretamente tanto ela quanto o ex-presidente Lula, pode colocar grande parte do governo em suspeição e fragilizar naturalmente o novo mandato da presidente Dilma", diz Carlos Pereira, da FGV.

No setor elétrico, contribuem para a formação de mais um campo minado o baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, o aumento da necessidade das térmicas, que têm energia mais cara, e a inescapável dependência das chuvas. No mais, Dilma terá de rever as nomeações políticas – boa parte das indicações na Eletrobras e em subsidiárias são feitas pelo PMDB – e provavelmente substituir o atual ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, enfraquecido após ter sido citado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa como uma das autoridades que receberam propina do petrolão.

Além do impacto na imagem da Petrobras, a maior empresa pública brasileira, os mais emblemáticos efeitos do esquema de corrupção na estatal deverão começar a ser sentidos no próximo ano e também entram na lista de tempestades a serem administradas pela presidente Dilma Rousseff. Com a esperada homologação da delação premiada do doleiro Alberto Youssef, os nomes de deputados e senadores citados tanto por ele quanto pelo ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa deverão vir a público, comprometendo próceres do PT, PMDB e PP e abrindo espaço para o esfacelamento da base aliada da petista reeleita. A própria Dilma e o antecessor no cargo, Luiz Inácio Lula da Silva, também poderão ter sérios problemas com o Judiciário no desenrolar do caso.

A diferença é que, a partir do próximo ano, as artimanhas do marqueteiro João Santana poderão não ser suficientes.
A presidente Dilma Rousseff toma chimarrão depois da votação do segundo turno, na manhã deste domingo (26), em Porto Alegre 
A presidente Dilma Rousseff toma chimarrão depois da votação do segundo turno.

* Roberta Fernandes da Silva é a nova Secretária de Saúde do Município de Caraúbas.

O prefeito Ademar Ferreira irá empossar nos próximos dias, seguindo a linha de mudanças em sua gestão, a nova secretária de saúde do município à assistente social Roberta Fernandes da Silva, que assume o cargo deixado pelo enfermeiro Fabrício Tavares que se afastou da pasta por incompatibilidade de horários, já que desenvolve outras atividades.  A solenidade de posse acontecerá na sede do executivo e contará com a presença de todo secretariado. 

Na manhã desta sexta-feira (31/11), houve apresentação junto ao prefeito Ademar Ferreira da nova secretária, bem como uma pequena solenidade de despedida do competente Fabrício Tavares que surpreendeu a todos pela sua competência e inúmeros serviços prestados em apenas um ano à frente da pasta. Fabrício agradeceu ao prefeito Ademar Ferreira pela confiança a ele atribuída, falou das dificuldades enfrentadas e da satisfação em ter contribuído com este governo que tanto se preocupa com a saúde de sua população. Em seu discurso a nova secretária afirmou que pretende vir para somar e contribuir com o bom trabalho já desenvolvido não só pelo ex-secretário Fabrício mais por toda equipe da secretaria. Reafirmou o comprometimento em dar continuidade aos projetos já existentes e a implantação de novos, sempre na busca pela melhor execução dos trabalhos.

Para o prefeito Ademar Ferreira, o desafio da nova secretária recairá muito pelo aumento das melhorias em alguns setores, muito embora já venha desenvolvendo um bom trabalho, Reconhece que sempre haverá demandas para serem atendidas e reclamações por parte da população que prontamente será atendida. “Não podermos desacreditar no sistema do qual fazemos parte, estamos sempre dispostos à atender a população da melhor maneira possível e acredito na profissional Roberta Fernandes pois conheço seu histórico de bons trabalhos desenvolvidos em Caraúbas e em outras cidades”, lembrou.
Currículo.
Roberta Fernandes da Silva é natural de Fortaleza/CE, mora em Caraúbas a 25 anos, é Assistente Social formada pela UERN em 1996. Durante 8 anos trabalhou na II URSAP como diretora, foi diretora administrativa da maternidade Eliza Simões por 15 anos, secretária de saúde de Caraúbas de abril de 1999 a dezembro do mesmo ano. Em 2003 foi secretária de saúde da cidade de Grossos/RN, diretora do hospital e assistente social em Olho Dágua do Borges e desde 2011 trabalha no CAPS de Caraúbas, deixando agora o cargo para assumir novamente a secretaria de saúde.

Assistente Social formada pela UERN, Roberta Fernandes tem especialização em humanização e saúde, gestão e educação e saúde pública, gestão e educação e saúde no trabalho, humanização e saúde pública, auditoria em saúde pública, especialização em regulação e saúde, especialização em amamentação. 
Fabrício se despediu da equipe.

* Rapidinhas do inoxidável...

O município a espera das palavras do vice prefeito Ivanildo Fernandes.

************************************

Entrevista será na sua residência às 8h, com direito a bolo, café e muito mais, eita!

************************************

Ivanildo foi secretário de educação no 1º governo Ademar...

************************************

Foi autor em conjunto com outros Edis de denúncias contra a gestão passada...

************************************

Foi peça importantíssima no desmonte da chapa do PT...

************************************

Foi escolhido como vice de Ademar e aceitou, mesmo depois de ter feito uma dura oposição ao próprio Ademar.

************************************

Para pessoas próximas o vice deve negar envolvimento em denúncias e explicar ou justificar a exoneração de sua esposa da atual administração.

************************************

Rompimento deve ser anunciado...

************************************

PT ou membros, continuam com cargos e secretarias no governismo...

************************************

 Ademar Ferreira vai exigir mais resultados dos seus auxiliares.

************************************

Esposa de ex prefeito também foi exonerada...

************************************

Medidas eram aguardadas pelos políticos envolvidos nas celeumas eleitorais.

************************************

Clima entre aliados (Rosa e Robinson) está calmo na transição.

************************************

Roberta Fernandes já dar as cartas pela pasta da saúde...

************************************

Fabrício está dando todo suporte e repassando tudo de forma clara e transparente...

************************************

O mesmo acontecendo com Auriceia Fernandes à lamanda Gumaia.

************************************

Robinson Faria vai se encontrar com Dilma na próxima quarta feira (05).

************************************

Empresa concluiu obra da galeria Major Cesário, prefeitura vai receber a obras.

************************************

Matadouro e Mercado Público serão licitados ainda em 2014, obras terão início em 2015.

************************************

Em virtude do Estado de Emergência, Ministério Público irá a justiça se prefeitura tentar realizar festa social em Janeiro, aí mata!

************************************

O fogo amigo tá comendo no centro, eita trairagem grande!

************************************

Caraúbas continua entre as poucas prefeituras do RN que estão pagando em dia seus servidores.

* E tome pressão no Coração Valente.

Em reunião da Executiva Nacional do PT, em Brasília, lideranças do partido cobraram nesta segunda-feira (03) uma relação mais direta entre o partido e a presidente Dilma Rousseff nos próximos quatro anos de governo.

Durante o primeiro mandato, a presidente foi criticada por integrantes por não ouvir a sigla na tomada de decisões estratégicas de governo e por não participar mais intensamente das discussões internas.

"O PT deve buscar participar ativamente das decisões acerca das primeiras medidas do segundo mandato, em particular sugerir medidas claras no debate sobre a política econômica, sobre a reforma política e em defesa da democracia nos meios de comunicação", diz texto de resolução divulgado após a reunião.

De acordo com deputados e senadores do PT, a primeira medida para tornar essa “integração” uma realidade, será um convite para que Dilma participe da próxima reunião do Diretório Nacional da legenda, nos dias 28 e 29 de novembro, em Fortaleza. De acordo com o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PB), a relação com a presidente “tem melhorado”, mas precisa ser “lubrificada”.

“Quando a gente fala em ampliar o diálogo, é também reforçar o papel do PT no governo. Vamos ter a reunião do diretório e convidamos a presidente Dilma. Agora, já está melhorando. A presidente Dilma já deu ao nosso presidente [Rui Falcão] status maior para participar do governo. Então, é só aprimorar e lubrificar um pouco mais esses esforços”, afirmou.
Vicentinho (esq.) e Rui Falcão concedem entrevista coletiva (Foto: Nathalia Passarinho/ G1) 
Vicentinho (esq.) e Rui Falcão concedem entrevista coletiva.

* Mais um da quadrilha em casa...

A defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados João Paulo Cunha (PT-SP), condenado no processo do mensalão, informou nesta segunda-feira (03) que pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) na última quinta-feira (30) permissão para cumprir o resto de sua pena em casa.

Preso em fevereiro deste ano, ele atualmente cumpre a pena no regime semiaberto: trabalha durante o dia num escritório de advocacia e dorme todas as noites no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), prisão localizada no setor industrial de Brasília.

Com pena total fixada em 6 anos e 4 meses de prisão por corrupção passiva e peculato, João Paulo Cunha já cumpriu 9 meses, mas teve outros 115 dias remidos (descontados) por trabalhar. Cada dia de serviço desconta três de prisão. A progressão de regime é permitida após cumprimento de um sexto da pena, para quem tem bom comportamento.

A autorização para a prisão domiciliar depende agora de decisão do relator da execução penal no STF, ministro Luís Roberto Barroso, que analisa as condições para a progressão de regime, possibilidade alcançada na última sexta (31). Antes de decidir, Barroso pode pedir um parecer ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, como fez com José Dirceu (leia abaixo).

Segundo o advogado de João Paulo que acompanha a execução penal, Conrado Donati Antunes, o ex-deputado deverá morar em Brasília e poderá se deslocar somente até o entorno do Distrito Federal. Ele também deverá continuar trabalhando no escritório de advocacia na capital federal.
permissão para cumprir o resto de sua pena em casa. 
Larápios.

* Henrique vai colocar em pauta aumento do FPM.

De acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), votar o aumento do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é inevitável. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 426/2014 aguarda para ser pautada no Plenário da Casa. Ela precisa ser aprovada em dois turnos para depois ser promulgada.

Segundo reportagens da Agência Brasil e da Agência Câmara, esta matéria é uma das prioridades elencadas por Alves. Durante a XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, em maio deste ano, ele recebeu milhares de prefeitos na rampa do Congresso e prometeu não somar esforços para conseguir mais recursos aos governos municipais. Desde então, a promessa tem sido cumprida, pois ele interferiu também para que a Comissão Especial que analisou a PEC tomasse decisão o mais rápido possível.

“A situação dos Municípios hoje é dramática, insustentável. [Os Municípios] receberam muitas demandas, muitas obrigações, contrapartidas, estão sem orçamento, sem autonomia. Certamente vamos votar na próxima semana”, disse o presidente.

* Assalto dos 94 milhões é lembrado em o Mossoroense.

Pouco mais de 32 anos completados do maior assalto da história do Rio Grande do Norte, o "Roubo da Emergência", como ficou conhecido a ação ousada protagonizada por membros da família Carneiro, de Caraúbas, que tomou de assalto 94 milhões de cruzeiros, que seriam destinados ao pagamento dos trabalhadores da Frente de Emergência contra a Seca, na região do Médio e Alto Oeste.

O assalto ocorreu na RN-117, na altura da comunidade da Timbaúba, entre as cidades de Caraúbas e Olho d'Água do Borges, na região do Médio Oeste potiguar. O dinheiro era levado num veículo tipo Brasília, por funcionários da Coletoria Estadual e estava em dois malotes.

No momento do assalto, parte da quadrilha estava num Opala ocupado pelo assaltante carioca Sidney Negão, contratado exclusivamente para liderar o assalto, e por mais três irmãos da família Carneiro.

O contexto histórico do assalto vai de encontro com um momento de transição política, compreendido entre o final da ditadura militar e o ressurgimento da democracia, conforme explica o historiador e pesquisador Tasso Sales Menezes, que durante décadas estudou profundamente o assalto e suas consequências políticas e sociais.

"O assalto aconteceu em maio de 1982, na efervescência da pré-campanha eleitoral para prefeito, vereador, deputado estadual e federal, senador e, pela primeira vez desde o AI-5 (Ato Institucional nº 05), para governador, encerrando um ciclo de biônicos indicados pelo regime militar para governar os estados", destacou o historiador.

Para o historiador, as consequências do assalto dos 94 milhões foram muito grandes para o RN e, principalmente, para o município de Caraúbas, até então no anonimato e, devido à ação, a cidade passou a ser conhecida nacionalmente, uma vez que virou notícia nacional e internacionalmente.

"A cidade de Caraúbas, com o assalto ocorrido em seu município e protagonizado por filhos da terra das caraubeiras, passou a ser vista em todo o território nacional, por mídias faladas, escritas e televisivas, como uma das mais perigosas do Nordeste. Esse ícone negativo foi muito ruim para o município, que precisou de décadas para retirar essa fama", contou.

Ainda de acordo com o historiador, o assalto virou tema de diversos trabalhos acadêmicos, alguns deles viraram livros, que são lidos e procurados por milhares de pessoas em todo o Brasil.

"Sem sombra de dúvidas, foi um dos acontecimentos que mais marcaram a história do município de Caraúbas e do Rio Grande do Norte, que é passado de geração a geração", concluiu.

"A ideia era roubar 600 milhões, porém uma colisão alterou os planos da quadrilha", diz historiador

As pesquisas realizadas pelo historiador Sales Menezes são baseadas em registros da Polícia Civil, mediante depoimentos dos mais de 50 presos que tiveram seus nomes arrolados nas investigações e em testemunhos de pessoas que assistiram de perto a todo o desenrolar das investigações.

Para o historiador, que dentre as inúmeras pesquisas teve como base também o livro escrito por José Viana Ramalho, "Dudé", condenado a 20 meses de prisão pela participação no roubo, a ideia da quadrilha era realizar uma ação mais gigantesca ainda.

"A ideia era tomar de assalto 600 milhões de cruzeiros, direto do avião, quando ele pousasse no Aeroporto Dix-sept Rosado, em Mossoró. Entretanto, um acidente de trânsito envolvendo a quadrilha impediu o roubo", explicou.

Em recente entrevista a um veículo de comunicação da capital, o cantor evangélico José Vantuiu Carneiro, "Vanzinho Carneiro", que participou do pelotão de choque da quadrilha e que foi condenado a mais de 140 anos de prisão, revelou que o dinheiro foi roubado para financiar a campanha de Raimundo Amorim Fernandes, o “Zimar Fernandes”, candidato a prefeito de Caraúbas, e não para capitalizar o bando ou para compra de armas, como são comuns nesse tipo de crime.

"Além do fator histórico, o assalto ao carro pagador da emergência gerou muitas histórias que são contadas em Caraúbas e região, entretanto, muito tempo depois, essas histórias soam como uma mancha negativa para alguns e um fato heroico para outros, movimentando assim a criatividade de quem as conta e aguçando a imaginação de quem as escuta", concluiu Tasso Sales Menezes.

Detalhe do assalto

- Local do assalto: RN-117 na comunidade de Timbaúba, em Caraúbas;
 
- Data:maio de 1982
 
- Valor do roubo: 94 milhões de cruzeiros (o maior já ocorrido no RN);
 
- Protagonistas do assalto: Sidney Negão, Vanzinho e Maurício Carneiro
 
- Mais de 50 pessoas presas.

* Vereador Salomão Gomes é Reeleito em Felipe Guerra.

O vereador Salomão Gomes (PR) foi reeleito presidente da câmara municipal de Felipe Guerra, para o biênio 2015/2016. A chapa única foi votado por todos vereadores da Situação e Oposição (9 votos). A unanimidade da votação e tranquilidade, marcou a sessão nesta manha de Segunda-Feira (03).

A reeleição se tornou possível, após que o projeto de resolução Nº002/2014 que pede a alteração no Regimento Interno da Câmara Municipal de Felipe Guerra foi aprovado, e dessa forma o vereador/presidente da câmara, pode se reeleger para mais 2 anos. 

A Mesa Diretora ficou formado da seguinte forma: Presidente Ver. Salomão Gomes, Vice-Presidente Ver. Ronaldo Pascoal, 1° Secretário Ver. Djalma Laurindo e 2° Secretária VerªJoedna Canela.
Salomão é filho do saudoso Luiz Benevides Carneiro. 
Pindoba Notícias.

* Presidente do TSE encaminha pedido de auditoria sobre apuração das eleições.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, enviou hoje (03) à Secretaria de Tecnologia do tribunal, setor responsável pela apuração das eleições, o pedido do PSDB de auditoria especial do resultado da eleição presidencial.

Segundo o TSE, caberá ao secretário de Tecnologia, Giuseppe Gianino, prestar informações sobre a necessidade e viabilidade do pedido. Após o parecer do secretário, o pedido voltará para a presidência do tribunal para ser analisado, individualmente, por Toffoli, ou pelo plenário.

Na semana passada, ao protocolar o pedido, o partido disse que tem “absoluta confiança” de que o tribunal garantiu a segurança do pleito, mas pretende tranquilizar eleitores que levantaram, por meio das redes sociais, dúvidas em relação à lisura da apuração dos votos.

* Robinson Faria anuncia equipe de transição.

O governador eleito do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD) anuncia nesta segunda-feira (3) os nomes da equipe de transição para a gestão estadual. O grupo será liderado pelo vice-governador eleito Fábio Dantas (PCdoB) e contará com 12 integrantes. A equipe de transição começa a trabalhar essa semana e irá priorizar o diálogo com a atual gestão e o levantamento de dados. “Vamos fazer um balanço das ações do atual governo em todas as áreas para conhecer a realidade da administração pública do Rio Grande do Norte e iniciar o planejamento do nosso governo”, destaca Robinson.

O coordenador Fábio Dantas contará uma equipe de transição formada por técnicos e pessoas ligadas ao governador eleito Robinson Faria e ao Partido dos Trabalhadores (PT). O decreto que marca o início da transição do governo deve ser assinado ainda esta semana pela atual governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Conheça o perfil da equipe de transição
1-Fábio Dantas
Vice-governador eleito, Advogado e Deputado Estadual
2-Julianne Faria
Bacharel em Direito e Analista de Sistema
3- Fernando Mineiro
Deputado estadual, Biólogo e Especialista em Educação
4- Adriano Gadelha
Servidor público federal e Assessor da senadora eleita Fátima Bezerra
5-Tatiana Mendes Cunha
Advogada, Procuradora da Assembleia Legislativa e ex-Consultora Geral do Estado
6- Mário Sergio de Oliveira Gurgel
Analista de Sistemas com formação em Gestão da Informação, Estatística e Gestão de Pessoas e ex-Subsecretário de Recursos Humanos do RN
7- Leonardo Yure de Carvalho Silva
Administrador e Gerente da Caixa Econômica Federal no RN
8- Kalina Leite Gonçalves
Delegada de Polícia Civil e Interventora da Fundac
9- Frederico Lara Menezes
Contador, ex-Contador Geral do Estado, ex-secretário-adjunto da Controladoria e atual Secretário Geral da Assembleia Legislativa
10- José Aldemir Freire
Economista e Chefe da Unidade Estadual do IBGE
11- Maria de Salete Dantas Gurgel
Auditora do SUS no município de Mossoró
12- Luis Henrique Souza e Silva
Advogado e assessor de Robinson Faria.

* Eita: Dilma terá reunião na quarta com o ministro Garibaldi e Henrique.

Na próxima quarta-feira, a cúpula do PMDB vai se reunir para discutir a participação no governo, já que Edison Lobão (MA), das Minas Energia, e Garibaldi Alves (RN), da Previdência, estão voltando ao Senado. Caciques do PMDB, como o senador Eunício de Oliveira (CE) e o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), derrotados pelo PT nos seus estados, estão com uma conta sem tamanho para apresentar ao Palácio do Planalto na reforma ministerial.
HA-570x395
Henrique e Garibaldi.

* Bons e velhos aliados: Rosalba recebe hoje Robinson para iniciar a transição.

A governadora Rosalba Cialini (DEM) recebe a chapa eleita: o governador Robinson Faria (PSD) e seu vice Fábio Dantas (PCdoB), nesta segunda-feira (03). Na pauta, o início da transição. 

Nesse momento teremos só flores.
Rosalba-e-Robinson
Após janeiro a macaca canta.

* Ivanildo Fernandes teve trânsito livre no governo em que é o vice.

O vice prefeito Ivanildo Fernandes teve trânsito livre na municipalidade que se elegeu vice. Além de indicar secretários, o mesmo sempre contou com total atenção do prefeito Ademar Ferreira.

Acredito que o vice irá ser diplomático em suas palavras.

Até por que fez parte do governo de forma direta.

* Calma Robinson Faria: Serei o melhor governador que o RN já teve.

O novo governador eleito do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, não adotará o discurso de retrovisor que muitos políticos utilizam quando assumem a gestão de algum cargo. Ele disse que se assumiu o compromisso de que vai procurar a solução para os problemas  do Rio Grande do Norte.

- “Sou contra esse discurso e é por isso que aposto numa gestão técnica para solucionar os problemas. Eu não tenho amarras quando defendo minha equipe técnica, pois sei que ela estará comprometida com o povo potiguar. Ninguém tenha dúvidas, pois serei o melhor governador que este Estado já teve“, disse Robinson.

Vamos aguardar...

* Ivanildo Fernandes vai falar...

Na manhã de hoje (03), o vice prefeito Ivanildo Fernandes (PT), convidou através da sua página pessoal toda imprensa escrita da nossa cidade.

A entrevista coletiva será realizada amanhã (04), na residência do mesmo.

É aguardar....

Confira:
Amanhã as 8 horas estarei recebendo em minha residência a imprensa escrita para uma entrevista, sobre os últimos acontecimentos políticos e administrativos da nossa cidade. Icemcaraubas Gidel de Morais, Ricardo Adriano Nascimento, Francileno Gois, Gilmar Marques de Souza, João Marcolino Neto, e meu amigo Lopes Vieira.
 

Foto de Ivanildo Fernandes Fernandes.
Ivanildo vai falar...

* Aí mata: Casal foi flagrado faz sexo em público na Praia de Ponta Negra.

O Jornal de Hoje destacou que um casal foi flagrado fazendo sexo na Praia de Ponta Negra, em Natal. Eles não ficaram inibidos com as pessoas que caminhavam pela areia, inclusive só pararam quando as começaram a gritar.
Nossa!

* Em Mossoró, moradores interditam trecho da BR-110.

Usando pneus, pedaços de madeira, galhos de árvore e até colchões velhos, cerca de 50 pessoas atearam fogo nos obstáculos e interromperam o trânsito na BR-110 no município de Mossoró. Uma fila de carros e caminhões se formou no local. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar (PM) estão no local para negociar o fim do protesto e a liberação da via.

A justificativa d protesto é contra a retirada de duas lombadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).
10392348_688863991209153_5049414892094008218_n
BR parada.