sexta-feira, 20 de março de 2015

* Prefeitura de Martins realizará concurso público.

A Prefeitura de Martins, através da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, está finalizando os estudos para contratação de empresa pública que realizará o concurso de provimento para cargo e empregos públicos da Prefeitura de Martins.

Em virtude dos altos custos apresentados pelas empresas públicas realizadoras dos certames ligados a universidades estaduais e federais, a prefeitura de Martins juntamente com mais nove municípios da região, reunidos em consórcio, envidarão esforços para que as provas ocorram no mesmo dia, com vistas à diminuição das despesas administrativas.

A empresa escolhida por todos os municípios foi à conceituada Comissão Permanente de Vestibular – COMPERVE, instituição da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. É imprescindível lembrar-se da imparcialidade e seriedade com que a COMPERVE realizou inúmeros concursos de nível federal, estadual e municipal com transparência e lisura.

A Prefeita Olga Fernandes sancionou no dia 13 de março de 2015 projeto de lei nº 600/2015 que atualizou o quadro de pessoal do município, com vistas a adequar o regular funcionamento dos serviços públicos essenciais de acordo com as disponibilidades financeiras do executivo, observado os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF.

O número de vagas está sendo finalizado pela Secretaria de Administração e Recursos Humanos, uma vez que a lei atualizou o quadro com a quantidade de servidores geral do município, sendo necessário retirar dos quantitativos os servidores já concursados que permanecem no quadro.

Pelas projeções iniciais serão oferecidas em torno de 100 (cem) vagas com salários que variam de R$ 788,00 (setecentos e oitenta e oito reais) a R$ 6.000,00 (seis mil reais), para as mais diversas áreas de atuação do serviço público.
PMMartins_concurso
PMM.

* Florinda Meza briga com filhos de Roberto Bolaños por herança.

Florinda Meza, a eterna Dona Florinda do seriado Chaves, decidiu comprar briga com os filhos de Roberto Bolaños, que morreu em novembro do ano passado, aos 85 anos. De acordo com a revista TV Notas, a atriz e os filhos do seu marido não estariam se entendendo com a herança deixada por ele. 

Os filhos de Bolaños querem mais dinheiro do que o que foi deixado para eles e estão alegando que o humorista escreveu o testamento quando já estava doente, por isso não teria condições de fazer uma divisão justa. Florinda não gostou nada da história. 

Bolaños, que criou Chaves e Chapolin, teria deixado uma fortuna avaliada em US$ 15 milhões para ser dividida entre Florinda, com quem era casado, e os seis filhos que ele teve com Graciela Fernández, a primeira mulher do ator. 

Florinda esteve no Brasil neste ano e falou sobre a morte de Bolaños no Programa do Ratinho, do SBT: "Na verdade, minha vida está bagunçada. Não é fácil se recuperar de uma perda tão grande. Você simplesmente se conforma em sobreviver. Não tem como se recuperar. O que me resta a viver é muito difícil, não haverá tempo suficiente para se recuperar"
Dona Florinda.

* Bandidos se dão mal em Severiano Melo.

A Polícia Militar prendeu parte de uma quadrilha de assaltantes de agências dos Correios nesta sexta-feira (20) no Município de Severiano Melo. A ação aconteceu por volta das 10h50, quando policiais que realizavam um patrulhamento de rotina perceberam uma movimentação estranha em uma casa. Ao serem abordados, três homens tentaram fugir, mas foram presos. Já um quarto homem fugiu em um Ford Eco Esport de cor preta. A PM segue em diligências para capturar o outro suspeito que está foragido.
IMG-20150320-WA0047-800x418
No momento da prisão.
190 RN.

* Estado Islâmico reivindica ataques a mesquitas no Iêmen.

O grupo militante Estado Islâmico, que tomou grandes áreas do território do Iraque e da Síria, reivindicou a autoria de ataques com homens-bomba em duas mesquitas usadas por muçulmanos xiitas no Iêmen nesta sexta-feira (20), de acordo com uma publicação no Twitter.

Pelo menos 126 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas nas explosões na capital Sanaa. Ambas as mesquitas são conhecidas por serem majoritariamente usadas pelo grupo muçulmano xiita huthis, que tomou o controle do governo iemenita.

O governo norte-americano divulgou uma nota condenando fortemente o atentado e dizendo que não pode confirmar que os suicidas eram afiliados ao Estado Islâmico.

O Iêmen vive o risco de uma guerra civil desde janeiro deste ano, quando o presidente Abd Rabo Mansur Hadi denunciou uma tentativa de golpe. Grupos radicais disputam o poder no país.
Homens carregam feridos retirando-os de dentro de uma mesquita após a explosão de uma bomba em Sana, no Iêmen. Ataques suicidas a bomba em duas mesquitas durante o período de orações da tarde deixaram dezenas de mortos e centenas de feridos (Foto: Khaled Abdullah/Reuters)
Barbaridade.

* Eita: Cunha "nem mais 10 ministérios resolveriam os problemas de Dilma com o PMDB"

Num instante em que Dilma Rousseff afirma que não cogita fazer uma reforma ministerial, o peemedebista Eduardo Cunha desdenha: “Se der mais dez ministérios para o PMDB, o problema vai continuar igual”, disse ao blogue do Josias de Souza. Segundo o presidente da Câmara, a dificuldade de relacionamento do seu partido com o PT e o governo não decorre da distribuição de cargos, mas da ausência de compartilhamento das decisões.

* Câmara vai à Justiça contra o ex-ministro Cid Gomes.

A Câmara dos Deputados, por meio da Procuradoria Parlamentar, entrou ontem (19) com duas representações contra o ex-ministro da Educação Cid Gomes. Ao depor no plenário da Casa para explicar as declarações que fez na Universidade Federal do Pará, quando disse que havia no Congresso “400 ou 300 achacadores”, Gomes pediu desculpas, mas voltou a fazer acusações contra os deputados e o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Uma das representações apresentadas pelo procurador, deputado Cláudio Cajado (DEM-BA), foi protocolada na Justiça Federal em Brasília. Nela, a procuradoria pede reparação por danos morais contra o ex-ministro, sem estipular o valor da indenização, mas sugere que o juiz destine o dinheiro para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

* Operação Lava-Jato causa impacto nos bancos e alerta Banco Central.

A Operação Lava-Jato, que investiga um esquema de propinas e de desvio de recursos da Petrobras, já está provocando estragos no sistema financeiro. Ontem, o Banco Central revelou que tem monitorado cada vez mais de perto as operações bancárias envolvendo as construtoras que estão sob a mira da Polícia Federal e da Procuradoria-Geral da República.

O temor da autoridade monetária é de que uma eventual quebradeira das empreiteiras provoque uma onda de calotes, colocando em risco bancos que concederam empréstimos vultosos a essas empresas.
20150103025115_cv_lavajato1471074_753931201353903_7472098162614945788_n_gde
Petrobras.

* Papa diz que pena de morte é fracasso do Estado de Direito.

O papa Francisco afirmou hoje (20) que “a pena de morte é o fracasso do Estado de Direito”, em uma carta que entregou ao presidente da Comissão Internacional contra a Pena de Morte, durante audiência no Vaticano.

Francisco, que se reuniu com Federico Mayor Zaragoza e uma delegação da comissão, agradeceu no documento “o compromisso por um mundo livre da pena de morte e pela contribuição para o estabelecimento de uma moratória universal das execuções, tendo em vista a abolição da pena capital”.

Na carta, o papa afirma que para o Estado de Direito “a pena de morte representa um fracasso, porque obriga a matar em nome da justiça” e porque “nunca haverá justiça com a morte de um ser humano”.
papaangelus
Papa Francisco.

* PM e Força Nacional fazem intervenção na Penitenciária de Parnamirim.

Cerca de 300 homens da Polícia Militar, representada pelo Batalhão de Choque e pelo Bope, e da Força Nacional fizeram na manhã desta sexta-feira (20), por volta das 8h, uma intervenção na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), sem resistência por parte dos apenados. Durante toda a manhã foi realizada uma revista minuciosa nas celas. A ação contou ainda com o apoio do Corpo de Bombeiro Militar e de 15 agentes penitenciários.

A Penitenciária Estadual de Parnamirim tem uma população carcerária de 522 detentos, divididos em dois pavilhões: Pavilhão 1 com 281 detentos e Pavilhão 2 com 241 detentos. Durante a vistoria realizada na manhã de hoje foi encontrado cerca de 140 aparelhos celulares, 30 carregadores de celular, uma balança de precisão, certa quantidade de maconha, 40 materiais cortantes (facas artesanais), sete relógios e mais de cem chips de celular. Além disso, um túnel de sete metros de profundidade foi localizado no refeitório do pavilhão 1. Já estão sendo tomadas as medidas necessárias para fechar o túnel. A vistoria segue durante a tarde desta sexta-feira.
pmparnamirim
PM em ação.