domingo, 6 de dezembro de 2015

* Aquecimento do planeta pode deixar cidades debaixo d’água, diz estudo.

Nesta semana, lideranças do mundo se reuniram na COP 21 para discutir o que pode ser feito para conter as mudanças climáticas. Um estudo mostra que o aquecimento do planeta pode provocar um aumento no nível dos oceanos, que deixaria várias cidades debaixo d’água. A saída, segundo ambientalistas, é investir em energias renováveis que não poluem o meio ambiente, como energia solar e eólica.

* Ciro Gomes dispara: “Temer é o capitão do golpe”.

Enquanto aliados da presidente Dilma Rousseff (PT) e os políticos a favor do impeachment contra a petista saia do papel acirram suas disputas políticas, o ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes (PDT-CE) vê na tentativa de golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

Disparando críticas contra o presidente da Câmara, Ciro chamou o deputado Eduardo Cunha de “ladrão”, acusou o vice-presidente Michel Temer de estar conspirando a favor do impeachment da presidente Dilma. À jornalista Mariana Godoy, o pedetista disse que Temer é “sócio em tudo” de Cunha.
cirogomes
 Ciro Gomes.

* Nota atribuída a agressor de médico em Tibau do Sul circula na internet.

Horas depois de um vídeo começar a circular pelas redes sociais e que mostra a agressão realizada por um homem identificado como Guilherme Mendes de Faria contra o médico Antônio Andrade, num posto de saúde em Tibau do Sul, uma nota atribuída ao agressor também começou a circular.

Confira a íntegra da nota:
Na sexta-feira, 4 de dezembro, no município de Tibau do Sul, me dirigi ao posto de saúde para receber atendimento devido a um acidente que acabara de sofrer. Nervoso e numa ação impensada, cometi um ato de agressão ao Dr. Antônio Andrade.

Peço desculpas aos profissionais do Posto de Saúde, à Classe Médica, à sociedade e, especialmente, ao Dr. Antônio Andrade e todos os seus familiares por minha atitude.

Peço desculpas, também, aos meus pais, minha esposa, meus irmãos, familiares, amigos e, especialmente, às minhas filhas, que estão sofrendo com tudo isso e, injustamente, sendo responsabilizadas pelo meu ato.
Não tenho como fazer o tempo voltar atrás para apagar e evitar meu ato.

Esclareço ainda, que sou residente e domiciliado em Natal, onde exerço minhas atividades profissionais, me encontro na cidade, bem como que nunca treinei qualquer esporte ligado às artes marciais.

Finalizo externando meu mais profundo respeito por toda classe médica, da qual meu pai faz parte e nela construiu toda sua vida, como também meus irmãos, cunhado e sogro. Reforço minhas desculpas ao Dr. Antônio Andrade.

Ressalto, por fim, que estou ciente da consequência do meu ato e estou à disposição para todos os esclarecimentos necessários.

Natal/RN, 06/12/2015.

Guilherme Mendes de Faria
  Vídeo mostra homem agredindo médico idoso (Foto: Reprodução)
Agressão.

* Rede e PSOL decidem não apoiar o impeachment.

Partidos de oposição ao governo Dilma Rousseff no Congresso Nacional, a Rede Sustentabilidade e o PSOL não apoiarão o pedido impeachment acolhido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A decisão tem um peso simbólico, já que, juntas, as duas siglas somam apenas dez deputados – ao todo a Casa é composta por 513 parlamentares.

Já o PSB, que conta com 36 deputados federais e indicará quatro integrantes para a comissão que avaliará o impedimento, deve definir sua posição na segunda-feira. A maioria da cúpula do partido e os governadores rechaçam a iniciativa. A posição do líder da bancada, Fernando Bezerra Filho (PE), porém, ainda é uma incógnita. Caberá a ele a palavra final sobre os quatro nomes que representarão o PSB na comissão.

* Miltinho Câmara vem se recuperando bem pós cirurgia.

Apesar de ainda está em uma situação bem delicada dada a gravidade da lesão sofrida, Miltinho Câmara vem tendo uma evolução muito satisfatória no pós cirurgia, essa ocorrida no dia de ontem (05).

Os médicos tem avaliado o quadro do paciente de forma intensiva.

Miltinho Câmara que sofreu um grave acidente na última sexta feira (04), segue na UTI e em coma induzido contudo vem evoluído bem de acordo com os boletins médicos.

Apesar das boas notícias, a corrente de oração segue em prol dos restabelecimento do "homem da bandeja".

Força Baixim!
Miltinho Câmara, bora rapaz, vamos sair dessa!

* Agripino: “Saída é o impeachment de Dilma”

O senador José Agripino foi reconduzido na última quinta-feira para um período de mais três anos na presidência do DEM, partido que faz oposição à presidente Dilma Rousseff. Ele terá um papel central nas articulações do Congresso Nacional, a partir deste momento em que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, deflagrou o processo de impeachment.

José Agripino participa destas conversas no Senado com uma convicção, a saída para a crise econômica e política do país está no impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para ele, a presidente não tem condições de fazer um governo de “coalização nacional”.

“A saída para isso é o impeachment. Ela [a presidente Dilma Rousseff] não renúncia, não muda a forma de governar, não conquista a condição de ser um governo de salvação nacional. E o país está só afundando”, disse ele à Tribuna do Norte (CLIQUE AQUI e confira a entrevista completa).
agripino_TN
Agripino Maia.

* Médico é agredido por paciente em unidade de saúde em Tibau do Sul.

Um médico foi agredido por um paciente dentro da unidade mista de saúde de Tibau do Sul, no litoral sul do Rio Grande do Norte, na noite da última sexta-feira (5). De acordo com informações de funcionários da unidade que preferiram não se identificar, um homem que estava na fila de espera de atendimento reclamou da demora e agrediu o médico.

Segundo os funcionários, o médico agredido foi identificado como Antônio Andrade, que estava de plantão na unidade. De acordo com os relatos, o homem responsável pelas agressões chegou a unidade de saúde com um ferimento na cabeça acompanhado com por outro homem que se identificou como cirurgião. Os dois se dirigiram ao médico de plantão e pediram para utilizar a sala de atendimentos da unidade para realizar um procedimento.

Ainda de acordo com os funcionários, o médico autorizou que o cirurgião utilizasse a sala para tratar o agressor, no entanto, apenas depois que ele acabasse de atender uma paciente que já estava na sala. Segundo o relato dos funcionários, foi neste momento que o homem assumiu uma postura agressiva e começou as agressões.

O homem agrediu o médico com socos e chutes no corredor da unidade de saúde e continua a bater no médico mesmo depois dele cair no chão. As agressões só pararam quando o homem foi contido por outros dois homens.

* STF se manifestará sobre políticos sócios de emissoras de rádio ou TV.

O STF (Supremo Tribunal Federal) terá que se manifestar sobre a situação de deputados e senadores sócios de emissoras de rádio ou TV. Uma provocação sobre esse assunto foi protocolada na corte neste sábado (05) pelo PSOL. Chamada de ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental), a petição foi elaborada em parceria com o Intervozes, entidade que milita na área de comunicação.

Em novembro, o Ministério Público Federal (MPF), com aval do procurador-geral, Rodrigo Janot, desencadeou ações civis públicas contra 40 parlamentares citados nos registros oficiais como sócios de emissoras de rádio ou TV
 
Os 32 deputados e 8 senadores alvos do MPF estão listados na petição preparada para o STF. Entre eles estão alguns dos mais influentes políticos do país, como os senadores Aécio Neves, presidente do PSDB e retransmissor da rádio Jovem Pan em Betim (MG); José Agripino (DEM-RN), cuja família controla a Record em Natal; Fernando Collor (PTB-AL), com a Globo em seu Estado; Jader Barbalho (PMDB-PA) e Tasso Jereissati (PSDB-CE), ambos sócios de retransmissoras da Band.

* Partidos têm até 14h desta segunda-feira para indicar comissão do impeachment.

Com reunião de instalação marcada para 18h de amanhã no plenário da Câmara dos Deputados, os partidos da base aliada e da oposição têm até as 14h desta segunda-feira (07) para definir os parlamentares que integrarão a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff e vai elaborar um parecer sobre a denúncia por crime de responsabilidade, aceita na semana passada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O PT confirmou que o líder do partido na Câmara, Sibá Machado (AC) e o líder do governo, José Guimarães (CE), integrarão a comissão. Sozinho, o partido tem direito a oito assentos e ao mesmo número de suplentes. O PT informou que os nomes restantes serão escolhidos na reunião de bancada do partido, na manhã desta segunda-feira.