sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

* Procuradoria pede ao STF para abrir inquérito contra Agripino Maia.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu nesta semana ao STF (Supremo Tribunal Federal) a abertura de mais um inquérito para investigar o presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN), por peculato qualificado e lavagem de dinheiro. Segundo a Folha de São Paulo, esse é o terceiro pedido de abertura de investigação da PGR (Procuradoria­Geral da República) contra o parlamentar.

A solicitação foi distribuída nesta sexta (19) no tribunal e terá como relatora a ministra Rosa Weber. O pedido é para investigar um possível funcionário fantasma, Victor Neves Wanderley, no gabinete de Agripino no Senado. A partir de 2009, Wanderley foi nomeado ao cargo de assessor parlamentar e, em datas próximas ao dia do pagamento, realizou saques em espécie e depósitos na conta de um primo de Agripino Maia, Raimundo Alves Maia Júnior – as informações foram obtidas por quebra de sigilo bancário.
agripino_salao
Agripino Maia.

* Em Caraúbas, Leonardo Miranda vai lançar CD Gospel no próximo domingo (20).

No próximo domingo (20), o caraubense Leonardo Miranda estará realizando o lançamento de seu primeiro CD. O ato de lançamento acontecerá durante a tradicional missa dominical do período da manhã , que é realizada as 08h00min no Santuário Sagrado Coração de Jesus e a noite, no culto da I Igreja Batista de Caraúbas a partir das 19h00min. 

Intitulado de "Eu Adorador" o CD terá o preço de R$ 10,00 e todo adquirido com sua venda será destinado para o Centro de Recuperação Espiritual para Dependentes de Drogas (CREED). Localizado no município de Pau dos Ferros/RN, a instituição que há vários anos vem salvando vidas de homens de toda região oeste, incluindo Caraúbas, vem sofrendo com a estiagem que vem castigando nossa região e com isso passando por dificuldades, sobretudo financeira para manter os dependentes internados. 

Sonho antigo de Leonardo em ajudar o CREDD, instituição que o recuperou do vício do alcoolismo agora começa a se tornar realidade com o lançamento do seu CD, que foi todo produzido com ajuda de doação de parceiros e apoiadores do seu trabalho com dependentes químicos. 

Desde que se recuperou do vício, Leonardo iniciou um trabalho com dependentes na cidade de Caraúbas, muitas vezes encontrando pessoas debilitadas pelas drogas e as levando para se recuperar no Centro em Pau dos Ferros/RN. Com esse trabalho, Miranda já salvou vidas de diversos caraubenses e ganhou o respeito da população local.
Uma história com a marca de Cristo.

* Dilma define Nelson Barbosa para o Ministério da Fazenda.

A presidente Dilma Rousseff, depois de várias consultas, bateu o martelo em torno do nome do ministro Nelson Barbosa para comandar o Ministério da Fazenda no lugar de Joaquim Levy. Como informou o blog do Camarotti mais cedo, ele teve uma conversa com a presidente mais cedo para acertar sua mudança de pasta.

A escolha de Nelson foi uma solução caseira. Isso porque, apesar de terem sido especulados nomes do mercado, o governo estava com dificuldades de achar alguém que aceitasse a missão.

Nelson Barbosa é um nome que teve o aval do ex-presidente Lula, o que sinaliza para uma inflexão na política econômica. Dilma estava sendo pressionada a fazer um aceno a sua base e havia uma torcida no Palácio do Planalto pela saída de Joaquim Levy.
Cai Levy entrou Barbosa.

* E tome crise: Joaquim Levy sai atirando no governo.

Joaquim Levy finalmente revelou um mínimo de hombridade e, em entrevista ao Estadão, bateu no governo:

“Nunca entendi porque o governo só fala de fiscal. Desde que entrei, até antes, sempre falei de um conjunto de reformas para mudar a economia. Se não mudar a economia, vamos continuar patinando. Então, tem um conjunto de reformas, mas o governo nunca falou dessas reformas. O governo só fala do fiscal. Por quê? Eu não sei. Nunca entendi. Parece que tem medo de reforma, não quer nenhuma reforma”.

O Estadão perguntou para onde ele vai depois de sua demissão. Ele respondeu:

“Eu vou para o Hotel Brisas”.
levy_ministro
Ex Ministro da Fazenda.

* Procuradoria quer proibir vacina contra o HPV em todo o País.

O Ministério Público Federal em Minas Gerais ajuizou ação civil pública pedindo que a Justiça Federal proíba a rede pública de Saúde de aplicar a vacina contra o HPV em todo o território nacional. A ação também pede a nulidade de todos os atos normativos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que autorizaram a importação, produção, distribuição e comercialização da vacina no país. A ação foi distribuída para a 2a. Vara Federal de Uberlândia.

Além da proibição da vacina, a Procuradoria da República pede a suspensão de qualquer campanha de vacinação, inclusive por meio de propaganda em veículos de comunicação. O Ministério Público Federal requereu também que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) seja condenada a publicar resolução tornando a aplicação da vacina proibida em todo e qualquer estabelecimento de saúde, público e particular.
vacina gestante
Vacina na mira!

* Oito pessoas são presas por fraude em licitação de restaurantes populares.

Tribuna do Norte – Oito pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (18), quando ocorreria a licitação para o fornecimento as restaurantes populares do Rio Grande do Norte. A abertura das propostas ocorreria na sede da Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social do RN (Sethas). Segundo o Ministério Público, as oito pessoas foram presas em flagrante.

De acordo com informações preliminares, os envolvidos são empresários e representantes de empresas que fornece refeições. Eles são suspeitos de combinarem preços anteriormente para apresentarem durante a licitação, de aproximadamente R$ 21.118.284,00 para o fornecimento e distribuição de refeições para o programa Restaurante Popular do Rio Grande do Norte.

O esquema foi descoberto antes que a licitação fosse finalizada e a Polícia Civil junto ao Ministério Público realizou as prisões no local onde haveria a abertura das propostas. Todos foram levados para a Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deicot), onde prestarão esclarecimentos. A Polícia Civil dará mais informações sobre o caso ainda nesta sexta-feira.