domingo, 28 de fevereiro de 2016

* 11% aprovam e 64% reprovam governo Dilma, diz pesquisa Datafolha.

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (27) no jornal “Folha de S.Paulo” indica os seguintes percentuais sobre como os eleitores avaliam o governo da presidente Dilma Rousseff (PT):
– Ótimo/bom: 11%
– Regular: 25%
– Ruim/péssimo: 64%
O Datafolha realizou o levantamento nos dias 24 e 25 de fevereiro. As somas podem passar ou ficar abaixo dos 100% por conta de arredondamentos, informou o instituto.

Segundo o instituto, Dilma atingiu o pico de desaprovação em agosto, quando tinha 71% de desaprovação. A avaliação negativa recuou nas últimas pesquisas – em dezembro, a reprovação era de 65%.

Na última pesquisa, realizada em dezembro, o governo Dilma recebeu a aprovação de 12%, que consideravam sua gestão ótima ou boa.

Impeachment

Os entrevistados também foram questionados se consideravam que, com o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff aceito pela Câmara, se os deputados devem votar pelo seu afastamento. Para que o processo siga para o Senado, onde o caso será julgado, é preciso que dois terços dos 513 deputados votem pela abertura do impeachment. Os resultados foram:
– Sim: 60%
– Não: 33%
– Indiferente: 4%
– Não sabe: 3%

A pesquisa quis ainda saber se os entrevistados entendem que Dilma deveria renunciar. Os resultados foram:
– Sim: 58%
– Não: 37%
– Não sabe: 4%

Situação da economia
 
O instituto também questionou os entrevistados sobre se, na opinião deles, a situação econômica do país melhorou, piorou ou ficou como estava nos últimos meses. Para 80% dos entrevistados, a economia piorou e apenas 5% consideram que houve melhoria na situação econômica do país.
– Melhorou: 5%
– Piorou: 80%
– Ficou como estava: 14%
– Não sabe: 1%

Os entrevistados também responderam se a própria situação econômica melhorou, piorou ou ficou como estava, se comparado aos últimos meses. 38% avaliam que a situação ficou como estava e 49% consideram que houve piora.
– Melhorou: 12%
– Piorou: 49%
– Ficou como estava: 38%
– Não sabe: 1%
dilma_cargos
Dilma!

* Para maioria, Lula foi beneficiado em casos de triplex e sítio, diz Datafolha.

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (27) no jornal “Folha de S.Paulo” indica que 58% dos brasileiros acreditam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi beneficiado por empreiteiras na construção e reforma de um apartamento triplex no litoral de São Paulo e na reforma de um sítio em Atibaia (SP), utilizado por Lula.

O Datafolha ouviu 2.768 pessoas em 171 municípios de todo o país nos dias 24 e 25 de fevereiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais e para menos. As somas podem passar ou ficar abaixo dos 100% por conta de arredondamentos.

Sobre a construção e reforma do triplex, os entrevistados foram perguntados sobre se no caso do triplex, Lula foi beneficiado por construtoras. A pesquisa teve os seguintes percentuais:
– Sim e, em troca, ajudou essas empresas: 58%
– Sim, mas sem retribuir favores: 2%
– Sim, mas não sabe se deu algo em troca: 2%
– Não: 13%
– Não sabe: 25%

Sítio em Atibaia

Da mesma forma, o instituto perguntou aos entrevistados sobre se Lula foi beneficiado por construtoras na reforma de um sítio em Atibaia, utilizado por ele e por familiares. A propriedade passou por uma reforma no fim de 2011, e a suspeita dos investigadores é de que a obra tenha sido paga por duas construtoras envolvidas no escândalo de corrupção da Petrobras.

A pesquisa teve os seguintes percentuais:

– Sim e, em troca, ajudou essas empresas: 55%
– Sim, mas sem retribuir favores: 1%
– Sim, mas não sabe se deu algo em troca: 1%
– Não: 13%
– Não sabe: 29%

Melhor presidente

Apesar de apontarem que Lula se beneficiou de construtoras investigadas pela Operação Lava Jato, ele segue sendo o presidente citado espontaneamente como o melhor da história do país, segundo o Datafolha. Na pesquisa, o petista foi citado como o melhor presidente por 37% dos entrevistados, seguido por Fernando Henrique Cardoso (15%).
– Lula: 37%
– Fernando Henrique Cardoso: 15%
– Getúlio Vargas: 6%
– Juscelino Kubitschek: 5%

Governo com mais corrupção

Os entrevistados também foram questionados pelo instituto sobre qual gestão teve o maior número de casos de corrupção. Para 34%, o governo da presidente Dilma Rousseff é o que mais teve casos de corrupção.
– Dilma Rousseff: 34%
– Lula: 20%
– Fernando Collor: 20%
– FHC: 7%
lualj
Lula lá!

* Se precisar, serei candidato a presidente em 2018, diz Lula em festa do PT.

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem (27) no Rio de Janeiro que, se o PT entender que é necessário, ele será candidato à Presidência em 2018. A afirmação foi feita durante festa de comemoração dos 36 anos do partido, na cidade do Rio. Em um discurso de quase 40 minutos, Lula criticou a oposição e a imprensa que, segundo ele, estão tentando atingi-lo “com mentiras, com vazamento de informações e a criminalização” por meio de notícias, sem que haja qualquer julgamento.

“Eles pensam que, com essa perseguição, vão me tirar da luta. Eles não conhecem o PT. Se quiserem me derrotar, não vão me derrotar mentindo. Terão que me enfrentar nas ruas, conversando com o povo brasileiro”, disse Lula. “Se eles quiserem voltar ao poder, vão ter que aprender a ser democráticos, disputar eleições e acatar o resultado. Se eles quiserem, se preparem para 2018. Afiem suas garras e vamos disputar democraticamente”, acrescentou.
lula_pt
Lula lá!

* BBOM promete devolver dinheiro de investidores.

A empresa de marketing multinível BBOM, do grupo Embrasystem, disponibilizou um Plano de Recuperação do dinheiro investido que pode ser aderido por qualquer pessoa que já tenha participado de seus negócios. No entanto, os investidores precisam aderir à nova modalidade de atuação da empresa para, aos poucos, receber o dinheiro gasto no passado.

A justificativa da Bbom é de que o grupo Embrasystem está com os valores bloqueados na Justiça desde 2013 (sub judice), e criou a Bbom+, de venda de microfranquias, propondo o Plano de Recuperação.

O projeto Bbom+ contempla uma versão considerada, pelos criadores, inovadora do sistema de vendas diretas no Brasil. Nele, além de produtos da própria empresa, existem também artigos de várias companhias do Brasil que são parceiras do projeto – este autorizado pelo Judiciário nas modalidades praticada.

Segundo a assessoria de comunicação do grupo, a ideia é que os antigos parceiros da marca participem do plano de recuperação e adesão à nova modalidade de trabalho, para que possam trabalhar, vender e receber o montante investido anteriormente de acordo com seu novo desempenho.

Acesse a reportagem completa no link: http://novojornal.jor.br/cotidiano/bbom-promete-devolver-aos-poucos-dinheiro-de-investidores
bbom
BBOM.
Destaque do Novo

* Criminosos explodem caixa eletrônico e invadem delegacia em Tibau.

G1/RN – Um grupo fortemente armado invadiu a cidade de Tibau, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, e arrombou um supermercado, explodiu o caixa eletrônico do Banco do Brasil e ainda invadiu a delegacia e roubou as armas do policiais militares. O crime aconteceu na madrugada deste domingo (28).

De acordo com testemunhas, o gurpo era formado por cerca de dez homens. As ações aconteceram simultaneamente. Enquanto parte dos criminosos arrombava o supermercado e explodia o caixa eletrônico, outros arrombavam a delegacia. Pelo menos dois homens invadiram a delegacia e renderam um policial que havia acabado de chegar do patrulhamento.

Os criminosos levaram um fuzil e uma escopeta da Polícia Militar e quando saíram, furaram os pneus das duas viaturas que estavam no estacionamento do Pelotão da Policia Militar. A polícia não informou o valor roubado do caixa eletrônico e do supermercado. Os criminosos fugiram.
superG!
Pelos aíres literalmente.

* Estudantes podem aderir à lista de espera do ProUni até amanhã.

Os estudantes que não foram pré-selecionados para as bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) podem aderir à lista de espera até amanhã (29). A lista será usada pelas instituições de ensino para ocupar as bolsas de estudo que não foram preenchidas nas etapas anteriores.

O ProUni oferece bolsas de estudo de até 100% do valor da mensalidade em instituições particulares de educação superior, com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta primeira edição de 2016, o programa teve 1.599.808 candidatos inscritos para concorrer a 203.602 bolsas.

Para aderir à lista, basta acessar o site do ProUni e confirmar a participação. A relação dos candidatos participantes será divulgada no dia 3 de março. Todos os estudantes incluídos na lista deverão comparecer, entre os dias 8 e 9 de março, às instituições de ensino e entregar a documentação que comprova as informações prestadas na inscrição.