domingo, 15 de maio de 2016

* Em instantes, terá início festa das mães no Balneário Apanha Peixe II.

Terá início em instantes as festividades alusivas ao dia das mães das comunidades que giram no entorno da comunidade de Mariana/Caraúbas.

O evento será no Balneário do Apanha Peixe II e contará com a presença de muitos políticos e lideranças locais.

Entre os convidados estará Novinho Praxedes, esse pré candidato a prefeito de Caraúbas.

Mais detalhes nas próximas postagens.
Mazinho de Dodó ao centro será o anfitrião.

* Solidariedade ameaça romper com Temer.

O deputado Fernando Francischini (PR), vice-presidente do Solidariedade, reforçou o tom de ameaça a Temer em retirar o partido da base. “Não temos condições de ficar num governo que quer recriar a CPMF e cortar aposentadorias”, disse o deputado, segundo a Natuza Nery, na coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Na sexta-feira 13, o presidente nacional do SD, o deputado Paulinho da Força (SP), classificou como “estapafúrdia” a ideia defendida pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para a reforma da Previdência. “Apesar da queixa, o partido amplia seu espaço. Paulinho da Força, chefe da sigla, já havia levado o Incra. Agora terá a Secretaria de Relações do Trabalho”, diz a colunista.

* Ação pede à Justiça corte de metade do salário de Dilma.

ntegrantes de movimentos pró-impeachment pediram à Justiça Federal do Distrito Federal que seja determinado o corte pela metade do salário da presidente afastada Dilma Rousseff, bem como a proibição de uso por ela do avião presidencial, bem como de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para deslocamentos em agenda. A ação popular questiona ato do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que manteve o salário de R$ 27,8 mil e lhe concedeu direito a uso de aviões para o deslocamento.

Em relação ao salário de Dilma, é mencionado que a Lei 1079 de 1950, que regula o processo de impeachment, prevê que durante o afastamento o presidente tenha direito a apenas metade da remuneração.
dilma_acuada
Dilma.