sexta-feira, 3 de junho de 2016

* Em Caraúbas mais um crime de homicídio.

A cidade de Caraúbas está vivendo um clima de terror na área da segurança pública.

Nessa triste realidade, acabou de acontecer mais um crime de homicídio.

Uma frentista do posto Mizinho, de nome Olivia, foi assassinada nas imediações do seu local de trabalho.

As primeiras informações são desencontradas contudo a vítima teria sido atingida por nove disparos.

A equipe do Dr. Erick Gomes têm mais esse crime para investigar.
 
No local do acontecido.

* Agora lascou: Cientistas acreditam que zika possa ser transmitido por beijo e sexo oral.

Cientistas levantaram a possibilidade de o vírus da zika ser transmitido pelo sexo oral –ou talvez até pelo beijo– em um artigo da revista médica “New England Journal of Medicine”, citando um caso na França.
Um único incidente pode parecer pouco. Mas até o começo deste ano só havia um caso registrado de transmissão sexual do vírus: em 2008, um pesquisador que voltou da África infectou sua mulher no Colorado (EUA).

Agora cientistas acreditam que a transmissão sexual seja uma via importante da epidemia de zika na América.

Casos da infecção foram registrados em dez países onde não há mosquitos que transmitem o vírus, incluindo Alemanha, Itália, Portugal e Nova Zelândia.

O caso francês é de um homem de 46 anos que esteve no Rio de Janeiro e voltou a Paris no dia 10 de fevereiro, depois de apresentar sintomas do zika ainda no Brasil.

Ele e sua parceira de 24 anos tiveram relações sexuais sete vezes entre os dias 11 e 20, cada uma envolvendo sexo vaginal sem ejaculação e sexo oral com ejaculação.

O casal estava usando o sexo oral como forma de evitar uma gravidez, disse Yazdan Yazdanpanah, especialista em doenças infecciosas do National Institute of Health, pesquisador em Paris e um dos autores do artigo.

* Servidores ativos da Educação do RN têm pagamento antecipado.

O pagamento dos servidores da Educação, que estava previsto para ser realizado na próxima segunda-feira (06), foi antecipado para este sábado (04). Os demais pagamentos vão acontecer seguindo o mesmo cronograma já divulgado, no qual todos os servidores ativos da administração direta e indireta receberão os salários até o dia 8 de junho.

Após os funcionários da Educação, terão os vencimentos depositados dia 7 (terça-feira) os servidores Saúde e o sistema de Segurança; os servidores das demais secretarias e órgãos recebem o pagamento dia 8 (quarta-feira). Os servidores dos órgãos que possuem receita própria (Detran, Caern, Idema, DEI, Jucern e Potigás) já receberam os salários do mês de maio.

A partir do dia 9, o Governo vai aportar para a cobertura de déficit previdenciário aproximadamente R$ 102 milhões. Esse valor se somará aos R$ 60 milhões oriundos da contribuição patronal (22%) e do servidor (11%). Estes recursos são necessários ao pagamento dos inativos e pensionistas efetuados e creditados em conta nos dias 9, 10 e 11 de junho.
Pagamento.

* Em Caraúbas, ofertas de verdade é no Praxedes Supermercado.

* Comando da PM pede devolução de capitão após críticas a delegados.

G1/RN – O Comando Geral da Polícia Militar pediu a devolução do capitão Styvenson Valentim aos quadros da instituição. Styvenson estava cedido para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) onde coordenava a Lei Seca. De acordo com o coronel Dancleiton Pereira Leite, comandante geral da PM, o pedido foi feito após o capitão criticar a atuação de delegados de Polícia Civil no estado. Em um áudio que circulou no Whatsapp o capitão afirmou que “policial civil ganha muito bem para não fazer nada. Delegado ganha 23 mil reais para não fazer nada”.

O comandante geral da PM explicou que as críticas criaram um clima instável entre o capitão Styvenson e a Polícia Civil. “As operações da Lei Seca geralmente terminam na delegacia de polícia e as declarações dele criaram um clima ruim, mesmo ele tendo se retratado. Por isso achamos prudente evitar esse contato dele com a Polícia Civil. Entendemos que essa é a melhor atitude, inclusive, para preservá-lo”, disse.
capitao-styvenson-e-enredado-por-estacionar-irregularmente-ele-nega1452866082
Lei seca!

* Olho D'água do Borges: MPRN recomenda que Prefeitura se abstenha de cobrar taxa indevida.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio da Promotoria de Justiça de Umarizal, recomendou ao prefeito do município de Olho D'água do Borges que, em futuras licitações, se abstenha de cobrar pela retirada do edital de licitação preço superior ao do custo de sua reprodução gráfica.

A Recomendação foi emitida levando em consideração que a Prefeitura, representada pelo presidente da Comissão Permanente de Licitação (CPL), não recebeu os documentos de uma das empresas participantes do certame sob a alegação de que esta não havia realizado o pagamento referente ao custo da reprodução de cópias do edital, no valor de R$ 500, a despeito de tal documento se encontrar disponível na internet.

A prática mencionada não deve existir, pois não se pode exigir o pagamento de valores abusivos pelas cópias de um edital e nem impedir que alguém ou alguma empresa participe do processo sem ter adquirido e pago pelo documento, tendo em vista o mesmo se encontrar ou ter se encontrado disponível na internet.

Desta forma, também foi recomendado que o gestor de Olho D'água do Borges deixe de exigir a comprovação do pagamento de taxa de retirada do edital como requisito de habilitação do licitante, pois esta conduta pode prejudicar a competitividade do certame.

O prefeito deve encaminhar, no prazo de 20 dias, documentos probatórios da rescisão contratual com a empresa vencedora do certame anterior, qual seja, processo licitatório nº 017/2012 e respectiva publicação em Diário Oficial, bem como cópia do edital referente ao atual processo licitatório, cujo objeto é a execução da obra de implantação do sistema de esgotamento sanitário da zona urbana, e a relação do nome e CNPJ das empresas que participaram do referido certame.
Em caso de não acatamento da Recomendação, o MPRN adotará as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive por meio do ajuizamento da Ação Civil Pública cabível.

Olho D'água do Borges.

* Justiça Eleitoral deve disponibilizar relação de devedores aos partidos a partir de domingo (05).

A partir deste domingo (5) a Justiça Eleitoral deve disponibilizar aos partidos políticos a relação de todos os devedores de multa eleitoral. Esta lista é que servirá de base para a expedição das certidões de quitação eleitoral, conforme dispõe o parágrafo 9º do artigo 11 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). A quitação é um dos requisitos necessários ao deferimento do registro de candidatura de quem pretende disputar as Eleições Municipais deste ano.

A relação de devedores de multa eleitoral será divulgada aos partidos por meio do sistema Filiaweb. Serão feitas atualizações semanais dos dados de devedores de multas até o dia 24 de junho, quando haverá a consolidação das informações.

A multa é uma das penalidades aplicadas pela Justiça Eleitoral para quem desrespeita a legislação. Um dos requisitos para a emissão da certidão de quitação eleitoral é a inexistência de multas não pagas ou não justificadas. Os filiados a partidos que desejarem se candidatar nas eleições de outubro, e não estiverem em dia com o pagamento da multa ou com o comprovante de parcelamento, poderão ficar impossibilitados de obter o registro de candidatura no momento oportuno.
tre-rn-urna-eletronica-biometria
Fiquem ligados.

* MPF investiga pagamento de Bolsa Família a quase 10 mil mortos em PE.

O Ministério Público Federal (MPF) investiga uma fraude no Bolsa Família em Pernambuco. Relatório do órgão aponta que está sob apuração o pagamento de mais de R$ 16,7 milhões para quase dez mil mortos, entre 2013 a 2014, no estado.

Com um repasse no valor de R$ 369,2 milhões, o órgão também aponta que Pernambuco é o segundo estado no ranking nacional em número de beneficiários investigados por não se enquadrar nos critérios do programa. E não para por aí. O Recife, de acordo com o MPF, ocupa o quinto lugar na relação de municípios que estão sob suspeita.

O G1 entrou em contato com a Secretaria de Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife, mas ainda não obteve retorno. Procurada pela reportagem, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude do estado informou que não tem nenhum controle do Bolsa Família já que, segundo a pasta, cada município tem sua administração própria.

E as irregularidades não param. Dos mais de R$ 4 bilhões pagos em Pernambuco, 89.658 mil servidores públicos receberam total de R$ 248,7 milhões do programa. Além disso, pouco mais de dois mil doadores de campanha ganharam R$ 6,5 milhões. O estado também contabiliza 45,538 mil empresários embolsando quase R$ 117 milhões. O órgão não informou quantas pessoas têm o direito de receber o benefício no estado.

O ministério ressalta que o somatório dos valores não corresponde ao número total de irregularidades. Já que MPF identificou beneficiários com mais de um CPF cadastrado. Por isso, um mesmo beneficiário pode ser enquadrado como doador e servidor, por exemplo.
bolsafamilia
Bolsa família.

* Temer não descarta volta da CPMF.

O presidente interino Michel Temer defendeu, em entrevista nesta quinta-feira ao SBT, o estabelecimento de uma idade mínima para a aposentadoria, inclusive para servidores públicos. Temer afirmou também que não descarta a criação de novos impostos, como a volta da CPMF.
paixaoCPMF3
CPMF.

* Médicos forçam ministro a extinguir o Mais Médicos.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, sofre pressão da Ordem Médica do Brasil contra o programa ‘Mais Médicos’, lançado pela presidente Dilma Rousseff, atualmente afastada do cargo, e que consumiu mais de R$ 4 bilhões até agora.

A turma do jaleco entregou documento ao ministro. Reivindica maior participação das entidades médicas em ações de planejamento e na saúde preventiva, e carreira vinculada ao ministério que incentive o profissional a ir para o interior, onde faltam profissionais, o que motivou a vinda dos médicos cubanos.

A Ordem dos Médicos pede a obrigatoriedade do Revalida, o exame da classe, para que estrangeiros atuem no Brasil. E é contra o convênio com a OPAS/Cuba, pelo qual o programa é pago.
barros
Ricardo Barros.