sábado, 18 de junho de 2016

* Rosalba intensifica mobilização na Zona Rural de Mossoró.

O deputado federal Beto Rosado (PP) acompanhou a pré-candidata à prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), e o vereador Francisco Carlos (PP), em uma série de visitas na Zona Rural de Mossoró. Eles foram aos assentamentos Maisa, São Romão, Oziel Alves e às agrovilas Real e Apama.

Presidentes de associações saudaram o deputado Beto Rosado, lembrando que ele contribuiu para perfuração e instalação de dezenas de poços artesianos quando secretário municipal de agricultura.

Os moradores da zona rural também lembraram os serviços prestados por Rosalba, como a eletrificação rural, instalação de poços, dessalinizadores, estradas e serviços de educação e saúde. Francisco Carlos foi lembrado pela construção de escolas, quando secretário municipal da Cidadania.
rosalba_rural
Rosalba em pré campanha!

* Em Caraúbas, esclarecimento sobre a bomba da adutora da Mariana, a mesma, já está comprada.

Em contato com o blog, e na intenção de demonstrar a responsabilidade e o respeito para com o povo da região da Mariana e os parceiros envolvidos na aquisição da "famosa" bomba da adutora da Mariana, o membro da comissão que busca resolver essa celeuma, Mazinho de Dodó, esclareceu alguns pontos, confira:

De acordo com o membro, e por sinal muito atuante e responsável assim como os demais pela resolução desse problema, a bomba já foi comprada no Parque Elétrico em Mossoró, que a referida empresa se comprometeu entregar até hoje (18), contudo devido a bomba não ter sido encontrada em nenhuma filial e nem em lojas parceiras, inclusive em Fortaleza, fato esse que não  foi exposto pela empresa no ato da compra.

A bomba é da marca Leão, R 20, com capacidade de captar 24 mil litros/hora, dado a grandiosidade extensiva da referida adutora, a mesma ficará com uma vazão/canos de 18 mil/horas na extensão de toda adutora.

Segundo o membro da comissão, a bomba foi comprada nesse local e com essas especificidades dado a necessidade e a garantia da bomba, para com os moradores e outra marca e outra marca não resolveria o problema.

O gerente geral do Parque Elétrico, se comprometeu com a comissão que no máximo quinta feira (23), a bomba estará na comunidade, a comissão não descarta seguir procurando em outros locais, caso o prazo não seja cumprido ou a mesma seja encontrada em outro estabelecimento.

Recado dado!!!
No aguardo!

* Em Caraúbas aconteceu o Arraiá do Praxedes Supermercado.

O Grupo Novinho Praxedes realizou na manhã de hoje (18), o Arraiá do grupo que aconteceu na sede do Praxedes Supermercado.

Em um clima de muita alegria e diversão, clientes, funcionários e amigos se embalaram ao som da sanfona e dos demais membros do grupo regional.

Além do arrasta pé foram muitos os abraços e incentivos em tons políticos.

Esse Praxedes mexeu mesmo com o cenário local.

Em clima de arraiá.

* Entregador de pizza é morto a tiros em NatalEntregador de pizza é morto a tiros em Natal.

G1/RN: Um entregador de pizza foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (17) no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal. Segundo informações da Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu por volta das 22h. O jovem estava sem documento, mas foi identificado como Francisco Charles Felipe Barbosa, de 18 anos.

A vítima trabalhava na pizzaria Delícia da Pizza. A pizzaria recebeu um pedido e Charles foi fazer a entrega. Ao entrar na rua, ele foi abordado e morreu com três tiros na cabeça. De acordo com a DHPP, a numeração da casa informada no pedido não existe e o pedido teria sido feito apenas para atrair o rapaz para o local. Charles não tinha antecedentes criminais.

De acordo com a polícia, ele era membro de uma academia de artes marciais no Vale Dourado, a Figth Club BFC. Ele era evangélico e a última postagem dele no Facebook foi de uma imagem com uma passagem bíblica que diz "futuramente você entenderá porque Deus permitiu certas coisas em sua vida".
Charles Felipe foi entregar uma pizza e levou três tiros (Foto: Reprodução/Facebook)
Entregador.

* Procurador denuncia Henrique Alves ao STF.

O procurador geral da República, Rodrigo Janot, denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o ex-­ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) por suspeita de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A acusação tem como base informações repassadas pelo Ministério Público da Suíça, que identificou uma conta secreta do ex-­ministro em instituição financeira do país europeu. Os dados foram encaminhados pelas autoridades suíças à PGR.

Segundo pessoas próximas às investigações, a conta de Alves teria um saldo de mais de R$ 2 milhões. A informação sobre a denúncia foi revelada neste sábado (18) pelo site da coluna “Radar”. Em consequência da descoberta da conta na Suíça e do avanços das investigações da Lava Jato, Alves pediu demissão do cargo. Ele é um dos peemedebistas mais próximos ao presidente interino Michel Temer.
henrique cabugi 1
Henrique Alves em maus dias!

* MPF pede bloqueio de bens do ministro-chefe da Casa Civil e devolução de R$ 300 mil.

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça Federal o bloqueio dos bens do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB), e a devolução de R$ 300 mil em uma ação de improbidade administrativa na qual o peemedebista é acusado de ter mantido uma funcionária “fantasma” em seu gabinete na época em que era deputado federal. A informação foi publicada na edição desta semana da revista “Veja” e confirmada pela TV Globo e pelo G1.

A ação de improbidade proposta pelo MPF é decorrente de outra investigação, iniciada em 2008, que tinha como objetivo apurar o envolvimento de agentes públicos e empresários no desvio de recursos públicos destinados à compra de merenda escolar no município de Canoas (RS).

No decorrer das investigações, a Polícia Federal autorizou escutas telefônicas para apurar o envolvimento de suspeitos no esquema de desvio de recursos. Durante a apuração, o nome de Padilha surgiu como um dos integrantes do grupo que fraudava as licitações, o que ele nega.

Na investigação, a PF identificou que uma dona de casa recebeu salário como funcionária do gabinete de Padilha por quatro anos sem nunca ter trabalhado para o parlamentar. A suspeita da PF era de que o atual ministro da Casa Civil teria contratado a funcionária “fantasma” como pagamento de favores a um empresário.

Em 2011, segundo a “Veja”, Padilha foi indiciado pela PF por formação de quadrilha. O Supremo Tribunal Federal (STF), porém, considerou que as gravações telefônicas nas quais Padilha aparecia eram ilegais, já que ele tinha foro privilegiado quando era deputado e, portanto, as escutas deveriam ter sido autorizadas pelo STF.
Mais um na lista.