sábado, 9 de julho de 2016

* Em Caraúbas, Junior Gurgel deverá declarar apoio a Carol Fernandes.

Analisando o histórico do político e homem Junior Gurgel (PMDB), acredito que dificilmente ele deixará de apoiar a pré candidatura da pré Carol Fernandes (PR), opinião.

Junior Gurgel tem demonstrado ao longo de sua trajetória política que é homem de grupo e o seu grupo sabe de sua força em um pleito.

Esse escrevinhador apostas suas fichas em uma declaração de apoio do mesmo a postulante do PR nos próximos até porque os contatos já estão existindo e se o respeito seguir existindo, o Guaxinim entra no jogo e poderá fazer a diferença em outubro vindouro, aguardem.

Detalhe não costumo dar barrigadas!!!
Vem apoio por aí!

* Exclusivo e oficial: Em Caraúbas, Ferreira Junior declara apoio a pré candidatura de Carol Fernandes.

O pleito caraubense ganhou mais um episódio que trará consequências significativas no outubro vindouro pois após uma reunião na manhã/tarde de hoje (09), entre o líder situacionista Ferreira Junior (PMDB) e a pré candidata Carol Fernandes (PR), ficou definido que o comandante situacionista e todos aqueles que os ouvir irão apoiar o projeto do PR.

Em contato com o blog, Ferreira Junior externou que foi fundamental para sua decisão, o desejo do projeto do PR de fazer uma Caraúbas cada vez mais forte mais forte e desenvolvida, dando assim continuidade as avanços criados pelo governo do prefeito Ademar e fazendo de sua maneira, as mudanças necessárias para resolver os problemas existentes.

De acordo com Ferreira Junior, essa semana ele irá realizar reuniões com seus amigos, principalmente o ex prefeito Junior Gurgel, que segundo Ferreira é fundamental e essencial para o êxito do projeto e de uma Caraúbas melhor, dado sua importância para o nosso município, para realizarem um gigantesco evento no próximo final de semana. 

Essa semana vem muita outras novidades, segundo o tal do Ferrerinha.
Apoio declarado.

* Política caraubense em instantes...


* Perícia judicial diz que BBom é pirâmide financeira.

A empresa de rastreadores de veículos BBom é uma pirâmide financeira, concluiu uma perícia feita a pedido da Justiça. A informação foi divulgada pelo Ministério Público Federal (MPF) de Goiás nesta quinta-feira (07). Após o resultado da perícia em documentos da empresa, o Ministério Público Federal pediu à Justiça que condene a BBom por crime contra a economia popular e que devolva o dinheiro aos investidores.

Procurado pelo UOL, o grupo Embrasystem, dono da BBom, disse que ainda não foi notificado oficialmente sobre o posicionamento do MPF. A empresa afirmou que vai continuar com suas atividades e que pratica marketing multinível, e não pirâmide financeira.
BBOM-pra-cima
BBOM.

* Ex-presidente Fernando Henrique faz implante.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de 85 anos, fez hoje (09) uma operação para implante de marca-passo, aparelho usado para corrigir o ritmo cardíaco.

Segundo a assessoria de imprensa do ex-presidente, a operação foi bem sucedida e Fernando Henrique Cardoso passa bem.

A cirurgia para o implante foi realizada às 9h no Hospital do Coração, na capital paulista. O ex-presidente foi levado ao quarto às 10h30, onde deve permanecer até receber alta médica. A previsão é que Fernando Henrique deixe o hospital ainda hoje.

* Henrique Alves e Eduardo Cunha ocultaram propinas no exterior.

O ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o ex-ministro do Turismo Henrique Alves (PMDB-RN), antecessor de Cunha, tiveram de renunciar recentemente ao cargo que ocupavam pelo mesmo motivo: os dois são acusados de terem contas secretas no exterior. De acordo com a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra os dois peemedebistas, obtida por VEJA, Cunha e Alves, com “comunhão de desígnios e divisão de tarefas, no Brasil e na Suíça”, “ocultaram e dissimularam a origem, a localização, a disposição, a movimentação e a propriedade de valores provenientes diretamente de diversos crimes de corrupção”.

Documentos enviados por autoridades suíças revelam que Henrique Alves recebeu propina no exterior, a pedido de Cunha. Os recursos considerados ilícitos foram pagos pela construtora Carioca Engenharia, integrante do consórcio responsável pela execução da obra do Porto de Maravilha, no Rio de Janeiro. Com a anuência do ex-presidente da Câmara, o projeto recebeu 3,5 bilhões de reais do FI-FGTS, fundo administrado pela Caixa que investe o dinheiro do trabalhador em obras de infraestrutura. Em troca do benefício, a empreiteira transferiu dinheiro para as contas bancárias de offshores. Uma delas, a Bellfield, sediada em Cingapura, é ligada a Alves – e recebeu, no fim de 2011, 832 975 francos suíços, o correspondente a 1,6 milhões de reais, em valores da época.
cunha_henrique
Eita.