sexta-feira, 7 de outubro de 2016

* Aí mata: Governador Robinson Faria é vaiado no jogo entre Brasil e Bolívia.

A popularidade em baixa do governador Robinson Faria rendeu vaias no jogo entre Brasil e Bolívia, que acontece agora na Arena das Dunas. 

No início da partida, mencionaram o nome do governador que logo foi vaiado. 
Segue em baixa.

* Governo do RN só confirma pagamento de 82% dos servidores.

O Governo do Rio Grande do Norte divulgou nesta quinta-feira (06) um calendário de pagamento que contempla até 82% dos servidores do Estado. Para os 18% restantes – pessoas que recebem acima de R$ 4 mil – ainda não há uma data confirmada para o pagamento dos salários de setembro.

Segundo a Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), devem receber nesta sexta-feira (7) os servidores que recebem até R$ 2 mil. No sábado, dia 8, será a vez dos que ganham entre R$ 2.001 e R$ 3 mil. Já os servidores que recebem de R$ 3.001 até R$ 4 mil, terão os salários creditados na terça-feira, dia 11, fechando assim 82% do quadro de pessoal – “incluindo todos os servidores ativos da Educação e da administração indireta, que possuem receita própria, independente de faixa salarial, cujos pagamentos foram efetuados no dia 30 de setembro”, acrescenta.

Ainda de acordo com a Seplan, “o governo vai pagar o funcionalismo por faixa salarial e, atendendo solicitação dos sindicatos de trabalhadores, não haverá distinção entre ativos, aposentados e pensionistas. O pagamento dos servidores que recebem acima de R$ 4 mil será anunciado em breve, a partir da disponibilidade de recursos”.

A Seplan justifica o escalonamento. “A mudança na tabela de pagamento ocorre em virtude dos efeitos da crise econômica que continua atingindo fortemente as finanças do Rio Grande do Norte. A frustração acumulada de receitas até 30 de setembro chegou a R$ 367 milhões se comparada ao previsto no orçamento para 2016”, explica.
Governadoria do Rio Grande do Norte (Foto: Rayane Mainara)
Secretaria de Administração.

* Supremo considera vaquejada ilegal e derruba lei do Ceará.

O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quinta-feira a validade de uma lei do Ceará que regulamentou a vaquejada. A decisão abre caminho para que a prática seja banida em todo o país, se forem julgadas ações de amplitude nacional.

Por seis votos a cinco, os ministros da mais alta corte do país declararam que a vaquejada não é um apenas um esporte ou atividade cultural, mas uma forma de tratamento cruel aos animais. Pela prática, dois peões montados a cavalo tentam derrubar um boi pelo rabo. A cena é comum, principalmente em festas tradicionais de estados nordestinos. “Na verdade, são manifestações extremamente agressivas contra os animais”, disse a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.
vaquejada-300x202
Vaquejada.

* Twitter pode ser vendido até o final do mês.

O Twitter informou a potenciais compradores que pretende concluir as negociações sobre sua venda até o momento da divulgação de seus resultados do terceiro trimestre, em 27 de outubro, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

O prazo é altamente ambicioso no contexto da maioria das fusões e aquisições, uma vez que o Twitter começou a ponderar uma venda apenas no mês passado. É o sinal mais claro até o momento de que a empresa está se esforçando para dar clareza aos acionistas e funcionários sobre o futuro da companhia o mais rápido possível.
twitter_police
Twitter.

* Hospital de Pau dos Ferros recebe materiais fruto de acordo do MPF.

Um acordo obtido pelo Ministério Público Federal (MPF) em Pau dos Ferros resultou na entrega de insumos e móveis ao Hospital Regional Cleodon Andrade, por parte da prefeita e do secretário de Saúde do Município de Paraná, Oriana Rodrigues e Lindomar Chaves. Eles não fiscalizaram e nem cobraram a jornada dos profissionais integrantes de equipes da Estratégia Saúde da Família e a compra e repasse dos materiais – com recursos próprios dos dois - foi a compensação acordada pelo MPF, a título de reparação de danos extrapatrimoniais coletivos.

O hospital, localizado em Pau dos Ferros, é o único público de urgência e emergência no Alto Oeste e atende pacientes de toda região, inclusive do Município de Paraná, ficando sobrecarregado quando a atenção básica não é corretamente implementada pelas prefeituras. A unidade recebeu 100 toalhas de banho; 250m de tecido; 100 lençóis para cama; dois “geláguas”; dois computadores; 10 bicamas; três camas pediátricas; cinco berços; 10 camas hospitalares para adultos; 10 colchões; quatro ar-condicionados; duas cadeiras de roda; entre outros insumos e móveis.

Parte dos materiais foi utilizado na criação do serviço de internação em pediatria. “O MPF contribuiu decisivamente para a implantação desse serviço, o que vai garantir uma assistência de qualidade e resolutividade às crianças oriundas dos 37 municípios desta região e ainda mobílias e equipamentos para os setores de internação das clínicas médica, cirúrgica, alojamento conjunto e UTI, garantindo melhoria na qualidade da assistência aos usuários e nas condições de trabalho dos servidores que atuam na unidade”, destacou a diretora geral, Márcia Holanda Vidal.

O TAC que resultou nessa melhoria, proposto pelo procurador da República Marcos de Jesus, teve o apoio da diretora geral do hospital, da diretora administrativa Haila Karla Fernandes Diógenes e do advogado da unidade, Leonardo Figueiredo, além da coordenadora do Centro de Apoio às Promotorias da Saúde do MP/RN, Iara Pinheiro. “Melhorou bastante o conforto e a segurança dos profissionais e dos nossos pacientes”, apontou a enfermeira Ivânia Fernandes Nogueira Ramos.
Parceria.

* Em Caraúbas, Alves a caminho da capital federal.

Os novos comandantes da política local, os irmãos Alves, já estão com as malas prontas, e o destino não é a maracangalha pois essa está lotada de azul e verde, nossa.

O destino dos manos é a capital federal, hum.

Juninho Alves e seu orientador irão buscar recursos para o município de Caraúbas, olhe aí.

Estamos de olho!
Manos no controle.

* Em Caraúbas, nomes de alguns 'Judas' nos bastidores.

A derrota da candidata Carol Fernandes (PR), trouxe muitos fatos inusitados entre eles, os nomes de alguns 'Judas' políticos.

Nos bastidores esses nomes já são conhecidos, meu Deus.

Tem cada figura, nossa!
Ninguém vai se jogar no poço por isso.

* Ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa é condenado a indenizar jornalista.

A 4ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou hoje (6) o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa a pagar R$ 20 mil de indenização por danos morais ao jornalista Felipe Recondo. O ex-ministro ainda pode recorrer. Em 2013, após sessão no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Barbosa chamou Recondo de “palhaço” e mandou o profissional “chafurdar no lixo”, quando este e outros jornalistas tentavam entrevistar o então presidente do STF.

No julgamento em grau de apelação, os desembargadores Fernando Habibe, Sérgio Rocha e Rômulo de Araújo Mendes votaram pela condenação do ministro aposentado. Antes do julgamento, Habibe apresentou uma questão preliminar na qual sugeria que o jornalista processasse o Estado já que Barbosa exercia o cargo de ministro na ocasião do ocorrido. A tese foi derrubada também por 3 votos a 2. A reportagem não conseguiu fazer contato com o ex-ministro Joaquim Barbosa para comentar a decisão.
joaquim-barbosa-2
Barbosa.

* Bancários do RN acatam proposta e retornam ao trabalho amanhã; Caixa mantém greve.

A greve dos bancários no Rio Grande do Norte acabou para os bancos da rede privada, BNB e Banco do Brasil. A assembleia da categoria acatou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Somente os servidores da Caixa continuarão de braços cruzados.

A proposta acatada pelos bancários de vários estados país foi de um reajuste de 8%, mais abono de R$ 3.500 em 2016. Para 2017, o compromisso é de reposição  integral da inflação (INPC/IBGE), mais 1% de aumento real em para os salários de demais benefícios dos profissionais.
Tribuna do Norte

* Bandidos atacam agência dos Correios de Bodó.

Por volta de 01h25 desta sexta-feira (07), bandidos fortemente aramados atacaram a cidade de Bodó, na região do Seridó. O alvo era a agência dos Correios.

Os suspeitos se espalharam pela cidade, efetuando disparos para intimidar a Polícia Militar e a população. Às 02h05, o grupo fugiu usando um Ford Ecosport prata e abandonando o cofre. O reforço policial só chegou ao município por volta das 02h40.
bodo
Mais pelos ares. 

* Decisão sobre prisão em 2ª instância vai colocar 3.460 atrás das grades.

O impacto das duas decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a prisão após condenação em segunda instância deve aumentar a população carcerária em 3.460 pessoas, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV). O projeto Supremo em Números calculou que essa é a quantidade de réus condenados que recorrem a tribunais superiores e serão detidos a partir do novo entendimento porque foram sentenciados a mais de oito anos de cadeia. Significa um aumento de apenas 0,6% na população de detentos, de 622 mil pessoas.

O estudo se contrapõe às críticas da Ordem dos Advogados do Brasil, que ontem reafirmou as “graves injustiças que a medida certamente causará, com o encarceramento de cidadãos inocentes, especialmente os réus menos favorecidos”. No julgamento de quarta-feira, o ministro Gilmar Mendes ironizou a situação dos novos presos da Operação Lava-Jato, ao dizer que existe até “banho quente em Curitiba” para atender “visitantes ilustres” que passaram a ocupar celas no Paraná.
Menina-de-12-anos-esta-presa-em-cadeia-publica-em-MS
Atrás das grades.

* Eleitores têm até 1º de dezembro para justificar ausência no primeiro turno.

O eleitor que não pôde votar no primeiro turno das Eleições Municipais 2016, ocorrido no último domingo (02), e não justificou no próprio dia da votação, deve apresentar, até o dia 1º de dezembro, ao juiz da zona eleitoral na qual é inscrito justificativa da ausência para não ficar com débito com a Justiça Eleitoral.

Enquanto não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral, o eleitor não poderá, entre outras restrições, obter passaporte ou carteira de identidade, inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado, e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.
urna
Eleições.