terça-feira, 22 de novembro de 2016

* Em Caraúbas vem aí a Black Friday da Ivanildo Eletromóveis/Casas Potiguar!

A maior promoção já vista em Caraúbas está chegando...

Ofertas imperdíveis...

Preços baixos de verdade só na Ivanildo Eletromóveis/Casas Potiguar.
Queimar total de preços.

* Convite da Escola Estadual Antônio Carlos.

Querida Comunidade Escolar da EEAC,
Viemos aqui, eu e meu colega de trabalho Adeildo Rodrigues de Lima (hoje, candidatos a gestores), convidá-los para uma Assembleia onde iremos apresentar nosso Plano de Trabalho para o Biênio de 2017/2018, bem como explicar o processo eleitoral que ocorrerá dia 29/11/16.

A presença de cada um de vocês nesta Assembleia é de extrema importância, pois legitimará nosso trabalho e representará um ato de cidadania e de Gestão Democrática.

Data da Assembleia: 23/11/2016
Horário: às 15h30min
Local: E.E.A.C.
Chapa!

* CCJ aprova projeto que torna a Vaquejada patrimônio cultural do RN.

A Comissão de Redação, Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa deliberou uma série de matérias nesta terça-feira (22), durante a sua 21ª reunião ordinária. Dentre elas, destaca-se o Projeto de Lei que reconhece a prática da vaquejada no Estado como elemento pertencente ao Patrimônio Cultural do RN, regulamentando-a como atividade esportiva. A proposta, de autoria do deputado Kelps Lima (Solidariedade), foi relatada pelo deputado Carlos Augusto Maia (PSD), que emitiu parecer pela admissibilidade da matéria.

“Aprovamos hoje projetos que já haviam sido lidos em reunião anterior mas que ainda estavam pendentes de votação. A Comissão de Justiça tem atuado com celeridade para que importantes projetos que propõem benefícios à sociedade não fiquem presos na Casa”, avalia o deputado Albert Dickson (PROS), presidente da CCJ.
0caa9192-031a-4946-929a-f6cfab977a14
Comissão.

* Datado de 1940, prontuário lista nomes de 55 integrantes do bando de Lampião.

G1/RN: E meio a arquivos centenários do que hoje é o Instituto Técnico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep), se esconde a história da polícia técnica do estado. E um pouco mais. Em uma sala prestes a ser desativada, foi encontrado um prontuário datado de 29 de abril de 1940, cujo primeiro nome chama atenção: Virgolino Ferreira, vulgo ‘Lampião’. Agora, o chefe de gabinete do Itep, Tiago Tadeu, quer que o documento se transforme em peça de museu. “Vai ajudar a contar não apenas a história forense em nosso estado, mas do próprio instituto”, ressaltou.

"Foram fotos antigas que começaram a despertar curiosidade aqui", conta Tadeu. Antigas fotos do prédio, câmeras que registraram locais de crimes, fichas de identificação, máquinas de datilografia também farão parte do acervo do museu, que ainda não tem data de inauguração nem local definido. O objetivo, no entanto, é claro: "preservar a história da instituição e possibilitar a divulgação do importante acervo documental que foi produzido ao longo deste período, como o documento que cita o mais famoso cangaceiro da história", explica o diretor geral do órgão, o perito Marcos Guimarães Brandão.

Lampião no RN

A passagem do 'rei do cangaço' pelo Rio Grande do Norte foi meteórica, tanto na rapidez quanto na devastação. "Ele passou 96 horas no estado, e por onde passou só deixou desgraça", conta o coronel da PM aposentado Ângelo Dantas, que também é pesquisador. A história já é conhecida: em 1927, Lampião e seu bando foram rechaçados pelos habitantes de Mossoró, cidade da região Oeste potiguar, que, liderados pelo então prefeito Rodolfo Fernandes, defenderam a cidade. Após a passagem dos cangaceiros, segundo o pesquisador Rostand Medeiros, foram abertos três processos contra Lampião e seu bando. "São de onde o bando deixou rastros. Em Martins, Pau dos Ferros e Mossoró", destaca.

O documento achado no arquivo do Itep, em Natal, é uma lauda escrita à fina caligrafia onde constam os nomes dos 55 criminosos mais temidos do sertão nordestino. Ao final, a informação de que os homens citados são enquadrados nos artigos 294 (Matar alguém) e 356 (Subtrahir, para si ou para outrem, cousa alheia movel, fazendo violência á pessoa ou empregando força contra a cousa", como consta no Código Penal dos Estados Unidos do Brasil de 1890).
“Pouco se sabe sobre esse documento, mas tem ligação com o processo da comarca de Pau dos Ferros. O fato de estar em Natal pode ser apenas para deixar registrados os nomes e deixar alguma informação sobre o bando", explica o coronel Ângelo. Lampião foi morto em 1938, e o documento exibe a data de feitio em 1940, reforçando a ideia de que é uma ata dos processos contra o bando.
No Itep, o trabalho de apuração e restauração do material começou com o resgate de peças que estão em salas que serão desativadas em breve. Feito isso, seguem as etapas de higienização, reparo de documentos e classificação. Tiago Tadeu explica que as atividades também irão contemplar a digitalização de todo o acervo do instituto.

Morte de Lampião 

Faz 78 anos que Lampião e seu bando foram mortos. Eles acamparam na fazenda Angicos, no Sertão de Sergipe, no dia 27 de julho de 1938. A área era considerada por Virgulino como de extrema segurança, longe das vistas das forças policiais. Mas, na manhã do dia seguinte, os cangaceiros foram vítimas de uma emboscada, organizada por soldados do estado vizinho, Alagoas, sob a batuta do tenente João Bezerra. De acordo com pesquisadores, o combate durou somente 10 minutos.
Foto antiga revela momento de Lampião e seu bando  (Foto: Reprodução/TV Sergipe)
Documento achado no arquivo do Itep, em Natal, é uma lauda escrita à fina caligrafia onde constam os nomes dos 55 criminosos mais temidos do sertão nordestino. Ao final, a informação de que os homens citados são enquadrados nos artigos 294 (Matar alguém)  (Foto: Andrea Tavares/G1)Arquivos importantes.

* Criminosos arrombam cofre e levam dinheiro e armas de banco no RN.

G1/RN: Criminosos arrombaram a agência do Banco do Brasil do município de Patu, na região Oeste potiguar, e levaram o dinheiro do cofre e três armas que pertencem à empresa que faz a vigilância do local. O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (22). Segundo a Polícia Militar, o grupo usou um maçarico para violar o cofre. Ninguém foi preso.

Segundo o capitão da Companhia de Polícia Militar de Patu, Aderlan Bezerra, a polícia ainda não tem conhecimento de quantos assaltantes participaram da ação ou mesmo a hora exata do crime. “Quando os vigilantes chegaram para trabalhar, por volta das 8h, é que perceberam o que havia acontecido e acionaram a polícia”, ressaltou.

Ainda segundo o oficial, os alarmes da agência não dispararam. Ainda não se sabe a quantia levada do cofre.

A superintendência do Banco do Brasil foi comunicada do ocorrido e a polícia faz buscas na região na tentativa de encontrar algum suspeito.
Banco do Brasil de Patu foi alvo dos criminosos, que entraram no prédio e arrombaram o cofre da agência (Foto: PM/Divulgação)
Agência do BB.

* Após restrição de uso da água, mais 3 cidades entram em colapso no RN.

A Companhia de Água e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) suspendeu o abastecimento das cidades de Caicó, Jardim de Piranhas e São Fernando, neste sábado (19). Desde o último sábado (19), a Agência Nacional de Águas (ANA) estabeleceu restrições para uso de água da bacia que abastece a região. De acordo com a Caern, a suspensão foi necessária devido a baixa do rio Piancó/Piranhas/Açu. A Companhia ainda não tem previsão para retomada do abastecimento e estuda solicitar aumento da vazão da água vinda da Paraíba.



Desde domingo, a ANA indicou retirada imediata das bombas de água para os usos não prioritários, como por exemplo irrigação. A retirada de água deve ser exclusiva para consumo humano e animal. A ANA, o Igarn e a Aesa alertam que o descumprimento das regras será considerado infração gravíssima e pode gerar multa, lacre e apreensão de bombas.


Em nota, a Caern explica que "não existem outras fontes de abastecimento para se manter o fornecimento regular de água na região. As cidades são inseridas na lista de colapso e o fornecimento de água passa a ser através das defesas civis municipais, estadual e federal". Medidas paliativas serão colocadas em prática ainda nesta semana, afirmou a Caern.

Do G1 RN
Com a seca que assola o RN há cinco anos, animais mortos às margens das rodovias que cortam o estado fazem parte de um cenário desolador  (Foto: Anderson Barbosa e Fred Carvalho/G1)
Situação é muito delicada.

* Nossa: Palocci sinaliza que vai propor acordo de delação.

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que está preso há 68 dias sob a acusação de administrar dinheiro roubado do governo por meio de contratos com a Odebrecht, sinalizou à força-tarefa da Operação Lava Jato a intenção de negociar um acordo de delação premiada. Para surpresa de Palocci, que também foi ministro da Casa Civil de Dilma, os investigadores não demonstraram grande interesse nisso.

“Quem desdenha, quer comprar”: a delação de Palocci será aceita se ele contar como operava e quem se locupletava do dinheiro roubado. Palocci, o “Italiano” da lista da Odebrecht, pode ser condenado até a 12 anos (corrupção passiva) e 10 anos (lavagem de dinheiro) de prisão.
palocci
Esse sabe de muita coisa.
Cláudio Humberto