quarta-feira, 23 de novembro de 2016

* Rapidinhas na pauta...

* Confirmado: Em Caraúbas, Preta de Dedé Bento na Assistência Social.

Informações exclusivas de aliados dos Alves apontam que apesar de existir uma decisão judicial, na qual coloca o nome da Sra Josilene Ferreira (Preta de Dedé Bento), entre pessoas que não devem exercer cargo de confiança na esfera pública, essa de 2013, o novo comando irá nomear a citada para o cargo de Secretária de Assistência Social.

Dialogando com esses membros do novo governo que não concordam com a futura nomeação, esse apontam existir meio legais para endossar a nomeação da Sra Josilene Ferreira contudo o ato, segundo as fontes/aliados essa atitude poderá soar como uma afronta ao poder judiciário, xiii.

Entre alguns partidários a notícia será bem vinda e assim é a política, aplausos e vaias nas decisões, tudo dentro da normalidade.

Maia detalhes nas rapidinhas!
Josilene Ferreira é o nome indicado pelo ex prefeito Alcivan Viana para pasta da Assistência Social.

* Em Caraúbas Francisco Antônio já no 'comando' da educação.

O Sr. Francisco Antônio irmão dos  'prefeitos' já está no comando da educação caraubense, visto que será o novo secretário da pasta a partir de janeiro de 2017.

O novo comandante esteve reunido durante todo o dia de hoje (23) com seu auxiliar direto Jaimar Gomes e outros apoiadores, assim já está informado de todos os assunto inerente a sua pasta e as outras também é lógico. 

Esse será um 'super' secretário do governo dos Alves e já deu provas no passado de como costuma agir em termos administrativo.

Mais detalhes nas rapidinhas!
É aguardar!

* Em Caraúbas 'nova' oposição e o 'novo' comando?

Os novos oposicionistas a partir de 2017 já começam a esboçar uma preocupação no tocante ao comando do grupo.

Os políticos e o povão como todo questiona buscam no horizonte o nome a liderar a máquina oposicionista, visto que o atual comandante não se dispõe ao cargo, nossa.

Informações ainda não oficiais apontam que o empresário José Luis estaria chegando ao PMDB caraubense e em conjunto com sua esposa, Carol Fernandes, seriam os novos lideres da locomotiva da oposição pós janeiro.

Fazer oposição é uma tarefa 'fácil' com um custo salgado.

Trago mais detalhes nas rapidinhas...
Prováveis comandantes?

* Política caraubense na pauta...

Em instantes política caraubense na pauta!

* Seguranças do Hospital Regional Tarcísio Maia estão com salários atrasados há três meses.

Os seguranças da Behring Segurança Privada que atuam na vigilância do Hospital Regional Tarcísio Maia, do Hospital da Mulher e do Hospital Rafael Fernandes, em Mossoró, estão com salários atrasados há três meses. A empresa informa que o problema se deve ao atraso no pagamento por parte da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) no mesmo período.
 
“Nós, funcionários, estamos desesperados, com as contas atrasadas e correndo juros. Alguns colegas até estão pegando dinheiro emprestado com agiotas, um risco. Não sabemos mais o que fazer, pois não podemos nem entrar em greve, senão a empresa nos substitui”, conta um funcionário que não quis ter a identidade revelada.
 
Questionada sobre a previsão de pagamento à empresa de vigilância, a Sesap confirmou o débito e credita o atraso nos pagamentos pela vigilância à crise financeira do Estado. Em nota, a Secretaria informou que está tomando todas as medidas cabíveis com a finalidade de quitar os pagamentos em atraso das empresas prestadoras de serviço de segurança no Rio Grande do Norte.
 
“A Sesap já emitiu a solicitação de recursos para que seja efetuado o pagamento à empresa Behring Segurança Privada. A crise financeira e a frustração de receitas pela qual passa o Estado tem contribuído para os atrasos verificados, mas a Coordenadoria Financeira da Sesap estima que até a próxima semana seja realizado o pagamento aos prestadores de serviço de segurança hospitalar na II Unidade Regional de Saúde (URSAP)”, declara a Secretaria em nota. 
Sesap credita o atraso nos pagamentos pela vigilância à crise financeira do Estado.
regional em apuros.

* Ministério da Integração esclarece sobre adutora de Caicó.

Sobre as obras da Adutora Emergencial de Caicó, no Rio Grande do Norte, o Ministério da Integração Nacional esclarece que:

1) Os recursos para as obras foram assegurados pelo Governo Federal em agosto deste ano, proveniente da Medida Provisória que destinou aproximadamente R$ 260 milhões às ações de mitigação dos efeitos da seca na região semiárida do país. O empreendimento vai ampliar o abastecimento de água para uma população de 87,7 mil pessoas no município. O investimento nas obras é de R$ 42,2 milhões; 

2) Desde que assumiu a responsabilidade pelo projeto, ainda no mês de agosto, o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), órgão escolhido por sua expertise na área, concentrou esforços para agilizar todos os trâmites e garantir, no início de novembro, a assinatura da Ordem de Serviço. Por se tratar de uma ação emergencial, houve dispensa do processo de licitação; 

3) É importante ressaltar que um dos principais entraves ao início dos serviços foi solucionado na última semana: o traçado da adutora, de acordo com o projeto elaborado pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), passaria por dentro da área urbana de Jucurutu, exigindo intervenções em solo rochoso, inviável sob o ponto de vista técnico. Além disso, o projeto não quantificou suficientemente o volume de material para serviços de escavação. Toda a estrutura da adutora tem 63,3 quilômetros de extensão; 

4) Estudos elaborados por equipes do Dnocs definiram o traçado mais adequado ao empreendimento, que contornará os diques de proteção do município. A área é de propriedade do Departamento, dispensando, portanto, indenizações. As alterações no projeto poderão, inclusive, reduzir custos de serviços; 

5) Até a próxima sexta-feira (25), as empresas Saint Gobain e Certa – Construções Civis e Industriais Ltda., selecionadas para fornecimento de material e implantação da adutora, iniciarão a montagem da estrutura. O cronograma contratual para a execução dos serviços é de quatro meses. A expectativa é de que até o mês de fevereiro a obra já esteja em condição de levar água à população de Caicó. 

6) A implantação da adutora é apenas parte do esforço do Governo Federal para garantir o abastecimento e melhorar a oferta de água em qualidade e quantidade à população potiguar. Desde 2011, cerca de R$ 3 bilhões em recursos federais foram disponibilizados ao estado do Rio Grande do Norte para obras hídricas estruturantes e emergenciais. Os investimentos também contemplam a instalação de cisternas, construção de adutoras de engate rápido e o abastecimento imediato de comunidades por meio da Operação Carro-Pipa federal e estadual.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL
 Nota.

* Caixa também vai fechar agências e demitir.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, disse não haver, até o momento, intenção de seguir o exemplo do Banco do Brasil, que recentemente anunciou o fechamento de algumas de suas agências. “A Caixa não tem intenção de fechar agências”, disse Occhi. No entanto, agências com resultados deficitários podem ser revistas, ressaltou Occhi, após participar da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o Conselhão.

Segundo Occhi, das 3,7 mil agências da Caixa, cerca de 100 agências não têm apresentado resultados satisfatórios. “Mas, antes de optarmos pelo fechamento das agências, há outras medidas possíveis, como redução do tamanho da agência, transformá-las em postos de atendimento, transferência de local. A última alternativa é o fechamento da unidade”, afirmou. Ele informou, porém, que o banco estuda a possibilidade de fazer um programa de apoio à aposentadoria.
fachada-caixa-economica-federal-07222010-01-original
Caixa.

* Ministro do STF prorroga investigações sobre senador Aécio Neves.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes autorizou hoje (23) a prorrogação do prazo das investigações da Polícia Federal sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG). No inquérito que tramita na Corte, o parlamentar foi acusado pelo ex-senador Delcídio do Amaral de tentar interferir nos trabalhos da extinta Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, criada em 2005 para investigar as denúncias do mensalão.

No despacho, Gilmar Mendes afirmou que “houve atraso no desenvolvimento das investigações”, porque três testemunhas que estavam previstas para prestar depoimentos ainda não foram ouvidas. Mendes também determinou que a Polícia Federal e a Procuradoria-Geral da República (PGR) cumpram os prazos da investigação. “Ficam a Autoridade Policial e o Ministério Publico Federal instados a observar os prazos de tramitação nesta e em todas as investigações supervisionadas por este relator”, decidiu o ministro.
aecio2
Também está em apuros.

* Em 3 anos, seca severa no Nordeste causa prejuízo de R$ 103,5 bilhões.

A seca severa que atinge o Nordeste causou um prejuízo de R$ 103,5 bilhões entre os anos de 2013 e 2015. O levantamento foi feito pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios), que usou os dados do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres –criado em dezembro de 2012 e coordenado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Graças ao sistema, pela primeira vez foi possível mensurar os danos materiais causados pelos eventos naturais no país. A seca atinge o semiárido brasileiro desde 2012, com 33,4 milhões de pessoas afetadas. O levantamento aponta que todos os desastres naturais do país, entre 2013 e 2015, causaram prejuízo de R$ 173,5 bilhões. Ou seja, 60% do prejuízo no Brasil com todos os eventos extremos se concentraram pela falta de chuva no Nordeste.

Se somados aos prejuízos de outros Estados, o prejuízo com a seca foi de R$ 151 bilhões. Parte desse prejuízo fora do Nordeste se concentrou no Sudeste nos anos de 2013 e 2014, quando houve a crise hídrica. Nesses dois anos, o prejuízo na região chegou a R$ 32,5 bilhões.
seca_uol
Seca braba!
UOL