sábado, 24 de dezembro de 2016

* Temer anunciará R$ 700 milhões contra a seca no Nordeste.

O presidente da República Michel Temer (PMDB) escolheu Alagoas para lançar um programa federal para socorrer as vítimas da estiagem no Nordeste, com previsão de investimento de R$ 700 milhões em recursos para levar água ao sertanejo nordestino.

O lançamento está marcado para as 10h da manhã da próxima terça-feira (27), no Centro de Convenções de Maceió.
Michel Temer by Beto Barata PR
Temer em ação.

* Em Caraúbas eleição da câmara 'dupla' a caminho da 'nova' oposição.

A eleição da câmara de vereadores de Caraúbas marcha para um desfecho duplo e com rumos a 'nova' oposição, nossa!

O processo está acontecendo e tem movimentado nossos bastidores político.

Na tentativa de evitar a derrota no processo, o 'Primeiro Ministro' tem procurado uma aproximação com parte dos edis 'azuis/verdes' e parentes contudo as investidas estão sendo recebidas com sonoros NÃO!!!!

Apesar da maré está sobrando favorável para 'azuis/verdes' nada está definido até os votos apurados no plenário da casa do povo.
Os possíveis presidentes um do lado do outro.

* Por falta de pagamento de precatórios, TJ bloqueia R$ 74 mi do RN.

G1/RN: O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte  determinou o bloqueio de R$ 74,5 milhões da conta do Governo do estado por falta de pagamento de precatórios. Segundo o TJ, dos R$ 112 milhões que deveriam ter sido repassados pelo estado a Justiça, apenas R$ 38 milhões foram pagos. O Ministério Público Estadual emitiu parecer favorável a esta decisão.

O governo do RN obteve uma liminar que impede o bloqueio ou sequestro de recursos até o dia 31 de dezembro. Depois dessa data, o bloqueio nas contas pode ser realizado. A dívida total do RN com precatórios é de R$ 440,5 milhões, sendo R$ 381,5 milhões junto ao Poder Judiciário estadual, R$ 56,5 milhões relacionados ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT da 21ª Região) e R$ 2,5 milhões com a Justiça Federal (TRF5).

Segundo o TJ, o estado foi notificado sobre a iminência de aplicação da medida em virtude do não cumprimento com as obrigações referentes ao pagamento de precatórios. O governo alegou dificuldades para quitar os valores devidos, mas não apresentou alternativas para solucionar a situação.

O chefe da Divisão de Precatórios do Tribunal, juiz Bruno Lacerda, destaca que o percentual estabelecido para o Estado efetuar o pagamento é o de 1,5% da Receita Corrente Líquida do Estado do Rio Grande do Norte, o que representa o valor de R$ 9,4 milhões, quantia que deveria ser repassada mensalmente ao TJ para honrar suas dívidas.

Segundo o Tribunal, os R$ 38 milhões repassados pelo governo dariam para quitar as parcelas de janeiro a abril, o saldo restante corresponderia a R$ 678 mil em maio, o que dá menos de 10% do previsto.
Sede do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, em Natal (Foto: Divulgação/ TJRN)
TJRN.

* Mensagem do BLOG do JM e do Boteco & CIA!!!

Que venha 2017!

* Em Caraúbas servidores municipais recebendo salários hoje (24).

O prefeito Ademar Ferreira (PMDB) resolveu antecipar os salários dos servidores efetivos da municipalidade caraubense, muito bem.

Os proventos já estão nas contas dos profissionais no dia de hoje (24).

Ademar Ferreira bancando o bom velhinho!!!
Ademar com a média alta na saída.

* Robinson Faria nomeia novo Comandante Geral da PM do RN.

O governador Robinson Faria nomeou na noite desta sexta, 23, o novo Comandante Geral da PM do Rio Grande do Norte, Coronel André Luiz Vieira de Azevedo. 

Veja abaixo:
IMG_6724
Nomeado.

* Crise: Comandante geral da PM pede exoneração.

O comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Coronel Dancleiton Lete pediu exoneração do cargo.

O pedido foi encaminhado ao governador Robinson Faria.
Exoneração. 

* CGU: 13% das ambulâncias do Samu no país não têm condições de funcionamento.

Levantamento feito pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) constatou que 13% das ambulâncias e 46% das motolâncias integrantes da frota das Unidades Móveis de Saúde (Samu) estavam sem condições de funcionamento entre os anos de 2013 e 2015 nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal.

A auditoria do ministério identificou também que houve um prejuízo de R$ 922 mil pela não comprovação da execução dos serviços de manutenção das ambulâncias pagas pelo Ministério da Saúde.
samu_sousa_interditado_enfermagem_coren_paraiba
SAMU.