quarta-feira, 31 de maio de 2017

* Briga boa faz o povo tomar conhecimento dos números do MPRN e TJRN.

A insistente intenção do Ministério Público do RN em garrotear a Assembleia Legislativa e Governo do Estado faz revelar números que poucos mortais tinham conhecimento.

Atacados e massacrados perante a opinião pública pelo Ministério Público e alguns caciques suspeitos do Poder Judiciário, pessoas do Legislativo e Executivo resolveram mostrar que o Ministério Público e Judiciário vivem num mundo muito diferente dos mortais potiguares.

Era preciso mostrar que num Estado onde os servidores do Poder Executivo estão recebendo salários com atraso e desfazados, que  MPRN e TJRN existem privilegiados marajás.

Os números das vantagens foram fornecidos para imprensa e o povo começou a entender que essas vantagens foram conseguidas em operações corporativistas dos membros da Justiça e do Ministério Público junto à Assembleia Legislativa. A tática dos membros do MP e TJRN é criar clima de suspeitas com denúncias dos membros dos poderes Executivo e Legislativo para trocarem ‘favores’ que são aprovações de proposituras legislativas que aumentam suas vantagens.

Neste pobre RN, temos o Poder Judiciário e Ministério Público proporcionalmente mais caros do Brasil.

O contribuinte potiguar tem o direito de saber por que está faltando dinheiro para custear um aparato policial eficiente, para ampliar e melhorar nossa rede pública de hospitais e manutenção das nossas estradas.

Veículos de comunicação estão recebendo fartos materiais sobre o assunto.
Salários exagerados.
Blog do Primo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário